A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL RUI BARBOSA Nome: Jhovana Rafaela Wazlawick Vettorato Turma: 83 Professora: Solange Disciplina: História Março/2010.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL RUI BARBOSA Nome: Jhovana Rafaela Wazlawick Vettorato Turma: 83 Professora: Solange Disciplina: História Março/2010."— Transcrição da apresentação:

1 ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL RUI BARBOSA Nome: Jhovana Rafaela Wazlawick Vettorato Turma: 83 Professora: Solange Disciplina: História Março/2010

2 1) Etapas de Evolução do Capitalismo Pré-capitalismo (do século XI ao século XV) – o comércio e a produção artesanal começam a se expandir, mas o trabalho assalariado ainda é uma exceção. Capitalismo comercial ou mercantil (do século XV ao século XVIII) – o trabalho independente ainda predomina, mas se expande o regime assalariado; a maior parte do lucro concentra-se nas mãos dos comerciantes. Capitalismo industrial (do século XVIII ao século XX) – com a revolução industrial o trabalho firma-se definitivamente.

3 Capitalismo financeiro (a maior parte do século XX) – os bancos e outras instituições passam a controlar as demais atividades econômicas por meio de financiamentos à agricultura, à pecuária, à indústria e ao comércio. Sociedade pós industrial (do século XX ao século XXI) – o capital financeiro continua a dominar os outros setores da economia como na fase anterior; a globalização torna-se latente.

4 Mercantilismo O mercantilismo foi à política econômica do Estado absolutista e do capitalismo comercial. O que era?

5 Práticas e ideias do mercantilismo: Seus princípios e diretrizes mais importantes eram: A riqueza de uma nação depende da acumulação de metais preciosos (ouro e prata); É preferível exportar para terceiros a importar bens de outros países; O governo deve controlar rigidamente a indústria e o comércio; Para equilibrar a oferta e a procura, o governo deve evitar a concorrência, fixando preços; Quanto mais moedas houver em circulação, mais próspero será o país.

6 O que é protecionismo ao comércio e indústria Em busca do acúmulo dos metais preciosos, os Estados nacionais tomariam medidas como o princípio da balança comercial favorável, ou seja, ter um índice de exportação sempre maior que o de importação. Esse princípio atrai outro, o do protecionismo alfandegário, que tenta promover a indústria e o comércio nacionais, evitando a concorrência de similares externos. É claro que tais medidas demonstraram claramente o intervencionismo estatal na economia, outra característica das idéias mercantilistas.

7 O que era a política do monopólio O monopólio é uma situação em que há uma concorrência imperfeita, onde empresas possuem vantagens suficientes que permite controlar preços de certos produtos ou serviços. Podemos citar características particulares de cada mercado e a falta de regulamentação governamental. Quando em um mercado não existe concorrência ou há apenas um fornecedor, o monopolista estabelece o preço que lhe dá maior lucro tendo em vista a relação entre custo e produção. O Estado pode intervir no sentido de diminuir a criação de monopólios através de política antitruste e regulação desses mercados. Sendo assim, a omissão do Estado também pode gerar a formação do monopólio. Além disso, podemos dizer que a política do monopólio é extremamente ruim para consumidores, pois a falta de concorrência restringe a produção e os obriga a pagar preços fixados arbitrariamente.

8

9 BIBLIOGRAFIA


Carregar ppt "ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL RUI BARBOSA Nome: Jhovana Rafaela Wazlawick Vettorato Turma: 83 Professora: Solange Disciplina: História Março/2010."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google