A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aspectos físicos da luz e da cor Em termos físicos, a luz é o efeito das radiações eletromagnéticas visíveis que, por sua vez formam parte dum conjunto.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aspectos físicos da luz e da cor Em termos físicos, a luz é o efeito das radiações eletromagnéticas visíveis que, por sua vez formam parte dum conjunto."— Transcrição da apresentação:

1

2 Aspectos físicos da luz e da cor Em termos físicos, a luz é o efeito das radiações eletromagnéticas visíveis que, por sua vez formam parte dum conjunto amplo composto por todas ondas de energia eletromagnética do universo. Essas vibrações eletromagnéticas se propagam linearmente em todas as direções, deslocando-se num movimento ondulatório a partir de sua fonte.

3 Aspectos físicos da luz-cor De todo o vasto espectro, somente um pequeno espectro dela têm a propriedade de estimular a retina de nosso olho, provocando a chamada sensação luminosa.

4

5 Formação das cores Já foi visto que a cor de um objeto depende tanto da luz que ilumina esse objeto quanto de propriedades específicas de sua superfície e textura. Assim, existe diferença entre luz colorida e matéria colorida. Logo, a cor pode ter duas classificações diferentes: a cor-luz e a cor-pigmento.

6 Círculo cromático É uma das formas mais comuns de visualização das cores. A disposição das cores na rosácea ajuda a entender as várias formas de harmonização das cores. É também chamada de círculo cromático.

7

8

9 Classificação das cores: cores primárias São as cores básicas a partir das quais se obtém todas as cores do espectro. No processo de síntese aditiva, cor-luz, o vermelho, o verde e violeta são chamadas de primárias, pois A mistura dessas luzes coloridas produz o branco (RGB). No processo de síntese subtrativa, cor- pigmento, as primárias são o magenta, o amarelo e o ciano. A mistura, em partes iguais, dessas três cores produz o preto (CMYK)

10 Classificação das cores: secundárias e terciárias Resultam da mistura de duas cores primárias. Síntese subtrativa de cor. O vermelho é formado pelo magenta e amarelo. O verde, da mistura do ciano com o amarelo e o violeta da mistura do ciano com o magenta. A mistura de uma cor primária e uma secundária, vizinhas no círculo cromático, produz uma cor terciária. São seis: amarelo-esverdeado, verde-azulado, azul-violeta, vermelho-violeta, vermelho-magenta, magenta-laranja.

11 Cor complementar É aquela formada por duas cores primárias, em oposição à cor primária que não entrou na sua formação, por exemplo: o verde (ciano + amarelo) é complementar do magenta (primária que não entrou na sua formação), e vice-versa.

12 Formação das cores Somando-se a luz colorida do arco-íris, obtém-se a luz branca (síntese aditiva), Somando-se matérias corantes, teremos o preto (síntese subtrativa)

13 Síntese aditiva Na síntese aditiva somam entre si radiações de diversas longitudes de onda. Projetando-se em uma tela as três longitudes de ondas, vermelha, verde e violeta, teremos a luz branca no espaço onde houver a superposição dessas três cores. Esse é o sistema usado nos monitores e TV. Também chamado de sistema RGB (red, green and blue).

14 Síntese subtrativa Na síntese subtrativa, misturamos pigmentos coloridos que atuam como seletores ou filtros de luz. Esse o processo utilizado nas artes gráficas. É também chamado de sistema CMYK (ciano, magenta, yellow and black).

15 Síntese subtrativa Cada tipo de pigmento tem seu próprio poder seletor, ou seja, absorve (subtrai) uma ou mais dessas radiações. A cada sobreposição de um pigmento, diminui o número de radiações refletidas, até conseguir a ausência absoluta de toda radiação, isto é, a sensação de preto, fim da mistura subtrativa.

16 Síntese subtrativa As cores básicas da mescla subtrativa são o amarelo, o cian e o magenta. Essa escolha se deve ao fato de que o pigmento de cada uma das três cores não é o resultado da combinação de outros. Pelo contrário, da mistura desses pigmentos, pode-se obter uma vastíssima gama de outras tonalidades.

17 Diferenças e Usos Os padrões CMYK e RGB são padrões de cor utilizados em design de projetos, na criação de materiais gráficos, webdesign, material destinado a publicidade impressa, e uma infinidade de outras situações. Impressos e digitais CMYK corresponde às iniciais das cores Cian (ciano), Magenta (magenta), Yellow (amarelo) and Black (preto). Já o RGB corresponde às iniciais das 3 cores Red (vermelho), Green (verde) e Blue (azul). Este padão é utilizado para exibição em monitores de computador e televisores em geral. Para onde vai a minha foto?

18

19 (continuação) Uma cor no modelo de cores RGB pode ser descrita pela indicação da quantidade de vermelho, verde e azul que contém. Cada uma pode variar entre o mínimo (completamente escuro) e máximo (completamente intenso). Quando todas as cores estão no mínimo, o resultado é preto. Se todas estão no máximo, o resultado é branco. Uma das representações mais usuais para as cores é a utilização da escala de 0 à 255, bastante encontrada na computação pela conveniência de se guardar cada valor de cor em 1 byte. Assim, o vermelho completamente intenso é representado por 255, 0, 0. PHOTOSHOP


Carregar ppt "Aspectos físicos da luz e da cor Em termos físicos, a luz é o efeito das radiações eletromagnéticas visíveis que, por sua vez formam parte dum conjunto."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google