A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Uso da internet para pesquisa e aprendizado Recursos de Informática aplicados à formação acadêmica Prof. André Renato.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Uso da internet para pesquisa e aprendizado Recursos de Informática aplicados à formação acadêmica Prof. André Renato."— Transcrição da apresentação:

1 Uso da internet para pesquisa e aprendizado Recursos de Informática aplicados à formação acadêmica Prof. André Renato

2 Roteiro Etapas da pesquisa Fontes de pesquisa Referências e citações Ética

3 Etapas Escolha do tema Caso o tema seja novo ou ainda não tenha sido escolhido, é bom que seja feita uma pesquisa preliminar para definir se é pertinente ou não ao que foi pedido; Nesta pesquisa, deve ser observada a existência ou não de material e a qualidade do mesmo;

4 Etapas Recolhimento de material Idealmente, todo o material deve ser juntado e organizado em uma ou mais subpastas no computador; Quando o material incluir artigos, capítulos ou livros longos, é interessante que seja feito um resumo do conteúdo, logo após uma primeira leitura, para evitar que sejam necessárias leituras completas posteriores;

5 Etapas Recolhimento de material É interessante que as várias fontes sejam classificadas de acordo como grau de similaridade com o objetivo do trabalho; Uma fonte bem completa e similar com o tema do trabalho deve ser utilizada como linha-mestre para a confecção de textos maiores como monografia; No caso de não existir um só fonte, é ideal adicionar ao resumo os pontos fortes e fracos de cada uma;

6 Etapas Elaboração do trabalho Normalmente, trabalhos mais importantes como TCC e artigos técnico-científicos têm regras rígidas de confecção como número máximo de páginas, tipo e tamanho de letra etc; Outras vezes, é importante prestar atenção nas exigências quanto ao conteúdo: número de capítulos, títulos, formas de referenciar outros trabalhos;

7 Etapas Revisão Todo o conteúdo deve ser revisto, desde a escrita até a formatação; A revisão deve ser ainda mais criteriosa se o trabalho for escrito, separadamente, por vários alunos; É também muito importante verificar se o texto final alcança os objetivos propostos pelo grupo;

8 Fontes de pesquisa Nem tudo o que está na internet é correto ou têm relevância; É preciso saber identificar bem as fontes de material; Livros técnicos e trabalhos científicos são sempre boas fontes; Blogs, sites pessoais e até mesmo a Wikipédia devem ser utilizados com muita atenção;

9 Fontes de pesquisa Wikipédia: Tem uma estrutura de revisão interessante, porém não é 100% confiável; Alguns artigos encontram-se com expressões pouco comuns no Brasil: premir, ficheiro, sistemas operativos Pode ser utilizada em pesquisas preliminares até que se tenha um tema a ser discutido; As afirmações e constatações devem, preferencialmente, ser validadas por outras fontes;

10 Fontes de pesquisa Blogs e sites pessoais (comerciais): Podem trazer informações distorcidas ou incorretas; Também servem para pesquisas preliminares; É bom evitar muitos citar sites nas referências bibliográficas dos textos;

11 Fontes de pesquisa Trabalhos técnico-científicos: São as fontes mais confiáveis, pois recebem muitas críticas antes de serem publicados; Normalmente são disponibilizados através de conferências, congressos, simpósios ou em revistas científicas (journal); Nem sempre estão disponíveis em português;

12 Fontes de pesquisa Trabalhos técnico-científicos: O Google oferece um portal para busca de periódicos (Google Scholar); Bom para pesquisar e baixar artigos pelo nome dos autores ou título do trabalho; Também informa quantos outros trabalhos citaram o artigo pesquisado;

13 Fontes de pesquisa Encontrando um bom journal: Um bom journal é aquele que possui um corpo editorial bem qualificado; Para que um artigo seja publicado, pelo menos dois revisores devem ler e tecer comentários sobre o artigo; Caso haja dúvidas, o artigo pode precisar ser reescrito para que fique mais claro;

14 Fontes de pesquisa Existe um mecanismo nacional de classificação de periódicos – Qualis (CAPES) - O sistemas divide os vários periódicos nacionais e internacionais em níveis; Quanto maior o nível, melhor o periódico e, portanto, melhores devem ser os artigos publicados;

15 Fontes de pesquisa Internacionalmente, existem outros mecanismos de classificação de periódicos; Um dos mais utilizados é o chamado fator de impacto! Este fator nada mais é do que um cálculo matemático sobre a relevância deste periódico no meio acadêmico/científico;

16 Revista Brasileira de Psicologia do Esporte (ISSN ) tem classificação B3; Applied Cognitive Psychology (ISSN ) tem classificação A1;

17 Fontes de pesquisa Quanto maior o fator de impacto melhor; O fator de impacto leva em consideração, entre outras coisas, se os artigos publicados em um periódico são citados em outras publicações; Congressos, conferências e simpósios também podem sofrer classificações;

18 Referências e citações Como citar o trabalho de outro autor? Como regra geral, qualquer conclusão, dado, definição ou trechos de texto que tenham sido escritos por outro autor e constem no nosso trabalho devem ser devidamente referenciados; Exemplo: Segundo Gusmão (2008), o nível de alfabetização dos países africanos tem avançado muito lentamente. Em [3], podemos ver os resultados do método citado.

19 Referências e citações Como citar o trabalho de outro autor? Quando for necessário transcrever trechos maiores, escritos originalmente por outros autores, deve-se dar um destaque maior; Normalmente, existe uma regra específica para estes trechos em monografias; Todas as citações, devem constar na parte das referências bibliográficas do trabalho e vice- versa;

20 Referências e citações Como citar livros? Autor(es); Título; Editora; Ano; (Local de publicação)

21 Referências e citações Com citar artigos de periódicos? Autor(es); Título do artigo; Título do periódico; Volume; (Edição – Issue); Páginas; Ano;

22 Referências e citações Com citar artigos de congressos? Autor(es); Título do artigo; Título do congresso; Local do congresso; Páginas (caso haja publicação impressa); Ano;

23 Referências e citações Exemplos [6] T. A. Feo and M. G. C. Resende. Greedy randomized adaptive search procedures. Journal of Global Optimization 6, pages 109–133, [15] A. R. V. Silva, L. S. Ochi, and H. G. Santos. New effective algorithm for dynamic resource constrained project scheduling problem. In Proc. of International Conference on Engineering Optimization (ENGOPT), Rio de Janeiro (Brazil), June Brucker, P. et al. (1999), Resource-constrained project scheduling: Notation, classification, models, and methods. European Journal of Operational Research, 12, 3–41.

24 Referências e citações Como citar material da internet? Nome do site (blog, portal); Endereço (URL); Data do acesso;

25 Ética Deixar de citar o trabalho de outros autores, tomando o crédito para si; Distorcer palavras, descontextualizar fatos ou sentenças; Publicar dados e resultados falsos; Copiar trabalhos completos ou em partes;


Carregar ppt "Uso da internet para pesquisa e aprendizado Recursos de Informática aplicados à formação acadêmica Prof. André Renato."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google