A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Universidade do Estado da Bahia-UNEB Curso:Direito Disciplina:Produção de Texto Técnico-Científico Docente:César Costa Vitorino.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Universidade do Estado da Bahia-UNEB Curso:Direito Disciplina:Produção de Texto Técnico-Científico Docente:César Costa Vitorino."— Transcrição da apresentação:

1 Universidade do Estado da Bahia-UNEB Curso:Direito Disciplina:Produção de Texto Técnico-Científico Docente:César Costa Vitorino

2 Resenha é um gênero textual que apresenta a síntese das principais ideias contidas em um texto ou em uma obra,destacando o seu encadeamento lógico e a sua sequência expositiva.

3 A resenha é usada no meio acadêmico para avaliar – elogiar ou criticar – o resultado da produção intelectual em uma área do saber. De acordo com Platão & Fiorin(1995),citados por Köche,Boff e Pavani(2006,p.95), uma resenha pode ser descritiva ou crítica.

4 Resenha descritiva Expõe com precisão e fidelidade os elementos referenciais e essenciais de um texto,com a sua descrição minuciosa e sucinta,e não apresenta nenhum julgamento do resenhador.

5 Resenha crítica Além dos elementos constantes na descritiva,apresenta o julgamento ou a apreciação do resenhador,que manisfesta a sua avaliação nos seus comentários,criticando ou elogiando.

6 Importante saber O resenhador descreve e avalia uma determinada obra a partir do conhecimento produzido anteriormente sobre o mesmo assunto.

7 Importante saber Seus comentários devem se conectar com a área do saber em que a obra foi produzida ou com outras disciplinas relevantes para o seu entendimento.

8 Importante saber Os julgamentos inteiramente pessoais,que só exprimem o sentimento do autor,tais como eu gosto ou eu não gosto,devem ser evitados,porque não são justificados pela razão.

9 Importante saber Para articular as ideias que compõem a resenha,o resenhador vale-se dos componentes da argumentação(conectores,sequenciadores,preposições,lo cuções propositivas etc) que ligam os parágrafos entre si e conferem unidade ao texto,obtendo-se assim coesão e coerência.

10 Importante saber A coerência e a coesão textual estão intimamente relacionadas.No entanto,há textos que podem ser coerentes sem possuir elementos explícitos de coesão e outros que apresentam uma sequência de enunciados coesos,mas não constituem textos,pois falta-lhes a coerência.

11 Etapas de uma resenha Identificação da obra com os elementos essenciais de referência bibliográfica:autor,título da obra ou do artigo,nome do periódico(quando for o caso),localidade da publicação,editora,volume,número,data da publicação e número de páginas.

12 Etapas de uma resenha Apresentação da obra,sintetizando o seu conteúdo.

13 Etapas de uma resenha Descrição sumária da estrutura da obra – divisão dos capítulos ou assuntos dos capítulos etc.

14 Etapas de uma resenha Descrição do conteúdo da obra ou do artigo.

15 Etapas de uma resenha Análise crítica da obra,fundamentada num pressuposto teórico claro e pertinente.Pode- se,para isso,estabelecer confronto com algum outro autor ou teorias referentes ao mesmo tema.

16 Etapas de uma resenha Relação das implicações decorrentes do tema apresentado,seus resultados ou afirmações em relação a um contexto teórico ou prático(implicações de nível pedagógico,teórico,econômico,social etc)

17 Etapas de uma resenha Identificação e contextualização do autor: informações sobre o autor,situando a obra dentro de sua produção global(formação,local de trabalho,outras obras publicadas etc.)

18 Etapas de uma resenha Assinatura e identificação do resenhador.

19 Resenha crítica Sintetizando,a resenha crítica constitui -se de: #Identificação #Apresentação #Descrição #Avaliação #Recomendação #Dados do autor #Assinatura e dados do resenhador

20 Resenha acadêmica Uma das características da resenha acadêmica é a apresentação de outro enunciador,para inserir voz,declaração,opinião ou testemunho,além daquele que redige o texto.

21 O autor da resenha O autor da resenha utiliza citações,diretas ou indiretas,com o uso dos verbos de dizer,que são chamados discendi.Tanto no discurso direto,isto é, o que transcreve literalmente as palavras do outro,como no discurso indireto,em que a fala do outro está parafraseada pelo resenhador,esses verbos são utilizados com frequência.

22 Enumeraremos alguns verbos de dizer: Aconselhar Afirmar Analisar Argumentar Assegurar

23 Enumeramos alguns verbos de dizer: Assinalar Citar Questionar Ratificar Recomendar

24 Enumeramos alguns verbos de dizer Colocar Concluir Confirmar Constatar Contiinuar

25 Enumeramos alguns verbos de dizer Criticar Demonstrar Descrever Referir Reiterar Repetir

26 Enumeramos alguns verbos de dizer Determinar Discutir Esclarecer Examinar Exemplificar

27 Enumeramos alguns verbos de dizer Explicar Finalizar Informar Resgatar Ressaltar Resumir

28 Enumeramos alguns verbos de dizer Interrogar Investigar Mencionar Objetivar Pressupor

29 Enumeramos alguns verbos de dizer Pretender Propor Prosseguir Sintetizar Sugerir Sustentar

30 Referência KÖCHE,Vanilda Salton;BOFF,Odete Maria Benetti e PAVANI,Cinara Ferreira. Resenha de obra ou artigo. In:_____.Prática Textual:atividades de leitura e escrita.Petrópolis,RJ:Vozes,2006.cap.12,p


Carregar ppt "Universidade do Estado da Bahia-UNEB Curso:Direito Disciplina:Produção de Texto Técnico-Científico Docente:César Costa Vitorino."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google