A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Breves Noções Metodológicas de Leitura e Interpretação de Texto Profa. Elizabete R. Giachetti.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Breves Noções Metodológicas de Leitura e Interpretação de Texto Profa. Elizabete R. Giachetti."— Transcrição da apresentação:

1 Breves Noções Metodológicas de Leitura e Interpretação de Texto Profa. Elizabete R. Giachetti

2 SUBLINHAR PARA ESQUEMATIZAR E RESUMIR Sublinhar é a técnica indispensável para elaborar: esquemas de resumos, ressaltar idéias importantes de um texto, com a finalidade de estudo, revisão ou memorização do assunto ou mesmo para utilizar em citações.

3 SUBLINHAR PARA ESQUEMATIZAR E RESUMIR O requisito fundamental para aplicar a técnica de sublinhar é a compreensão do assunto, pois este é o único processo que possibilita a identificação das idéias principais e secundárias, permitindo fazer a seleção do que é indispensável e do que pode ser omitido, sem prejuízo do entendimento global do texto.

4 SUBLINHAR PARA ESQUEMATIZAR E RESUMIR Não se pode sublinhar parágrafos ou frases inteiras, mas apenas palavra-chave ou quando muito, grupos de palavras.

5 SUBLINHAR PARA ESQUEMATIZAR E RESUMIR Ao sublinhar uma frase inteira, além de sobrecarregar a memória e o aspecto visual, corre-se o risco de ao resumir, reproduzir as frases do autor, sem evidenciar as idéias principais, visto que o resumo deve ser uma condensação de idéias, não de frases ou palavras.

6 SUBLINHAR PARA ESQUEMATIZAR E RESUMIR Usar o vocabulário próprio ou vocabulário do autor é improcedente, pois não importam apenas as palavras, não se resume apenas as palavras, mas, as idéias contidas no texto.

7 Alguns procedimentos: – leitura integral do texto, – esclarecimento de dúvidas de vocabulário, termos técnicos ou outras, – releitura do texto, para identificar as idéias principais,

8 Alguns procedimentos: – ler e sublinhar, em cada parágrafo, as palavras que contêm a idéia central e os detalhes que lhe pareçam mais importantes, – assinalar com à margem do texto, com um ponto de interrogação, os casos de discordâncias, os argumentos discutíveis.

9 Alguns procedimentos: Acredita-se que seja possível organizar os textos acadêmicos a fim de auxiliar na elaboração de reflexões alicerçadas em conhecimentos já existentes.

10

11 RESENHA Como um gênero textual, uma resenha nada mais é do que um texto em forma de síntese que expressa a opinião do autor sobre um determinado fato cultural, que pode ser um livro, um filme, peças teatrais, exposições, shows etc.

12 Resenha O objetivo da resenha é guiar o leitor pelo emaranhado da produção cultural que cresce a cada dia e que tende a confundir até os mais familiarizados com todo esse conteúdo.

13 Como uma síntese, a resenha deve ir direto ao ponto, mesclando momentos de descrição com momentos de crítica. Aquele que faz a resenha deve conseguir equilibrar esses dois pontos.

14 Resenha No entanto, sendo um gênero necessariamente breve, é perigoso recorrermos ao erro de sermos superficiais demais.

15 Resenha As resenhas apresentam algumas divisões que vale destacar. A mais conhecida delas é a resenha acadêmica, resenha crítica, resenha descritiva e resenha temática.

16 Resenha Acadêmica 1. Identifique a obra: coloque os dados bibliográficos essenciais do livro ou artigo que você vai resenhar; 2. Apresente a obra: situe o leitor descrevendo em poucas linhas todo o conteúdo do texto a ser resenhado;

17 Resenha Acadêmica 3. Descreva a estrutura: fale sobre a divisão em capítulos, em seções, sobre o foco narrativo ou até, de forma sutil, o número de páginas do texto completo; 4. Descreva o conteúdo: Aqui sim, utilize de 3 a 5 parágrafos para resumir claramente o texto resenhado;

18 Resenha Acadêmica Analise de forma crítica: Nessa parte, e apenas nessa parte, você vai dar sua opinião. Argumente baseando-se em teorias de outros autores, fazendo comparações ou até mesmo utilizando-se de explicações que foram dadas em aula. É difícil encontrarmos resenhas que utilizam mais de 3 parágrafos para isso, porém não há um limite estabelecido. Dê asas ao seu senso crítico.

19 Resenha Acadêmica Recomende a obra: Você já leu, já resumiu e já deu sua opinião, agora é hora de analisar para quem o texto realmente é útil (se for útil para alguém). Utilize elementos sociais ou pedagógicos, baseie-se na idade, na escolaridade, na renda etc.

20 Resenha Acadêmica Identifique o autor: Aqui você fala quem é o autor da obra que foi resenhada, fala brevemente da vida e de algumas outras obras do escritor ou pesquisador. Assine e identifique-se: No último parágrafo você escreve seu nome e fala algo como Acadêmico do Curso de Ciências Contábeis da Uniep.

21 Resenha Descritiva Na resenha acadêmica descritiva, os passos são exatamente os mesmos, excluindo-se o passo de número 5. Como o próprio nome já diz, a resenha descritiva apenas descreve, não expõe a opinião o resenhista.

22 Resenha Temática resenha temática, você fala de vários textos que tenham um assunto (tema) em comum. Os passos são um pouco mais simples: 1. Apresente o tema: Diga ao leitor qual é o assunto principal dos textos que serão tratados e o motivo por você ter escolhido esse assunto; 2. Resuma os textos: Utilize um parágrafo para cada texto, diga logo no início quem é o autor e explique o que ele diz sobre aquele assunto;

23 Resenha Temática Conclua: Você acabou de explicar cada um dos textos, agora é sua vez de opinar e tentar chegar a uma conclusão sobre o tema tratado; Mostre as fontes: Coloque as referências Bibliográficas de cada um dos textos que você usou;

24 Resenha Temática Assine e identifique-se: Coloque seu nome e uma breve descrição Aluno de Graduação do Curso de Ciências Contábeis da Uniesp.

25 a) uma parte descritiva em que se dão as informações sobre o texto A resenha descritiva:

26 Resenha Descritiva 1 – Nome do autor (ou dos autores); 2 – Título completo e exato da obra (ou do artigo); 3 – Nome da editora (ou coleção de que faz parte a obra); 4 – Lugar e data da publicação; 5 – Número do volume de páginas

27 Resenha Descritiva Pode-se, nessa parte desse tipo de resenha, fazer uma descrição sumária da estrutura da obra (divisão de capítulos, assunto dos capítulos, índice, etc.). No caso de uma obra estrangeira, é útil informar também a língua da versão original e o nome do tradutor.

28 Resenha Descritiva b) uma parte com o resumo do conteúdo da obra 1 – indicação sucinta do assunto global da obra 2 – resumo que apresenta os pontos essenciais do texto e seu plano geral.

29 Resenha Crítica Na resenha crítica, além dos elementos já mencionados, entra também comentários e julgamentos do resenhador, sobre as idéias do autor, o valor da obra, etc,


Carregar ppt "Breves Noções Metodológicas de Leitura e Interpretação de Texto Profa. Elizabete R. Giachetti."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google