A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ESTRUTURA DO ARTIGO O artigo pode apresentar a seguinte estruturação: 1. Título 2. Autor 3. Resumo 4. Palavras-chave 5. Abstract 6. Key words 7. Conteúdo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ESTRUTURA DO ARTIGO O artigo pode apresentar a seguinte estruturação: 1. Título 2. Autor 3. Resumo 4. Palavras-chave 5. Abstract 6. Key words 7. Conteúdo."— Transcrição da apresentação:

1

2 ESTRUTURA DO ARTIGO O artigo pode apresentar a seguinte estruturação: 1. Título 2. Autor 3. Resumo 4. Palavras-chave 5. Abstract 6. Key words 7. Conteúdo (Introdução, desenvolvimento textual e considerações finais) 8. Referências

3 É recomendável que compreenda o(s) conceito(s) que o trabalho discutirá.

4 O nome do autor do artigo deve vir registrado na margem direita, a titulação deve ser indicada em nota de rodapé.

5 Texto, em forma de parágrafo, que expõe o objetivo do artigo, a metodologia utilizada para investigar o problema e os resultados alcançados. O Abstract é o resumo traduzido para o inglês. O espanhol (Resumen) e o francês (Résumé) são outros idiomas, também, muito utilizados.

6 Três palavras relevantes/recorrentes no texto, que têm o objetivo de indexar essa produção escrita. Key words – tradução para o inglês. Palabras clave, espanhol. Em francês: Mots clefs.

7 A introdução deve apresentar e delimitar a dúvida investigada (problema de estudo - o quê), os objetivos (para que serviu o estudo) e a metodologia utilizada (como).

8 O corpo do artigo pode ser dividido em itens que possam desenvolver a pesquisa. É importante expor argumentos de forma explicativa ou demonstrativa, demonstrar conhecimento da literatura básica, analisar informações publicadas sobre o tema até o momento da redação final do trabalho, demonstrar teoricamente o objeto de seu estudo.

9 Após análise e discussões dos resultados, apresentam-se conclusões, evidenciando, com objetividade as deduções extraídas dos resultados obtidos ou apontadas ao longo da discussão do assunto. Relacionam-se as ideias desenvolvidas ao longo do texto, sintetizando-se os principais resultados. O autor deve comentar as possíveis contribuições trazidas pela pesquisa. A conclusão deve procurar responder às hipóteses enunciadas e aos objetivos da pesquisa que foram apresentados na Introdução. Não incluir dados novos, que já não tenham sido apresentados.

10 O artigo é um trabalho sucinto e exige linguagem correta e precisa, coerência na argumentação, clareza na exposição das ideias, objetividade e fidelidade às fontes citadas.

11 O autor deve demonstrar conhecimento a respeito do que está escrevendo. É importante atentar para: - Impessoalidade: redigir o trabalho na 3ª pessoa do singular; - Objetividade: a linguagem objetiva deve afastar as expressões: eu penso, eu acho, parece-me que dão margem a interpretações simplórias e sem valor científico;

12 - Estilo científico: a linguagem científica é informativa, de ordem racional, firmada em dados concretos, onde pode-se apresentar argumentos de ordem subjetiva, porém dentro de um ponto de vista científico; - Vocabulário técnico: a linguagem científica serve-se do vocabulário comum, utilizado com clareza e precisão, mas cada ramo da ciência possui uma terminologia técnica própria que deve ser observada;

13 - A correção gramatical é indispensável, onde se deve procurar relatar a pesquisa com frases curtas, evitando muitas orações subordinadas, intercaladas com parênteses, num único período. O uso de parágrafos deve ser dosado na medida necessária para articular o raciocínio: toda vez que se dá um passo a mais no desenvolvimento do raciocínio, muda- se o parágrafo.

14 - Os recursos ilustrativos como gráficos estatísticos, desenhos, tabelas são considerados como figuras e devem ser criteriosamente distribuídos no texto, tendo suas fontes citadas em notas de rodapé. (PÁDUA, 1996, p. 82).

15

16 O texto deve ser digitado somente no anverso de folha branca (ou papel reciclado), formato A4 e impresso na cor preta. Utiliza-se a fonte tamanho 12 para o texto, 11 para as citações longas e 10 notas de rodapé, paginação e legendas das ilustrações e tabelas.

17 As margens são formadas no modo justificado, com a margem direita reta no sentido vertical, com as medidas: superior e esquerda: 3,0 cm; inferior e direita: 2,0 cm.

18 A numeração deve ser colocada no canto superior direito, com algarismos arábicos e tamanho da fonte menor, sendo que na primeira página não se registra número, mas é contada.

19 O espaçamento entre as linhas é de 1,5 cm; as citações textuais de mais de três linhas devem ser digitadas em espaço simples.

20 Citações Diretas Na forma direta devem ser transcritas entre aspas, quando ocuparem até três linhas impressas, onde devem constar o autor, a data e a página, conforme o exemplo: A ciência, enquanto conteúdo de conhecimentos, só se processa como resultado da articulação do lógico com o real, da teoria com a realidade.(SEVERINO, 2002, p. 30).

21 Quando a citação ultrapassar três linhas, deve ser separada com um recuo de parágrafo de 4,0 cm, em espaço simples no texto, com fonte menor. Exemplo: Severino (2002, p. 185) entende que: A argumentação, ou seja, a operação com argumentos, apresentados com objetivo de comprovar uma tese, funda-se na evidência racional e na evidência dos fatos. A evidência racional, por sua vez, justifica-se pelos princípios da lógica. Não se podem buscar fundamentos mais primitivos. A evidência é a certeza manifesta imposta pela força dos modos de atuação da própria razão.

22 Citações Indiretas A citação indireta, denominada de conceitual, reproduz ideias da fonte consultada, sem, no entanto, transcrever o texto. Esse tipo de citação pode ser apresentado por meio de paráfrase. Mas atenção: tudo deve ser feito de forma que fique bem clara a autoria.

23 Citação de citação A citação de citação deve ser indicada pelo sobrenome do autor seguido da expressão latina apud (junto a) e do sobrenome da obra consultada. Exemplo: Freire apud Saviani (1998, p. 30).

24 Este trabalho pretendeu mostrar sinoticamente alguns procedimentos na escrita de um artigo científico. Para tanto, mostrou-se uma sugestão de sequência de componentes desse tipo de texto.

25 KÖCHE, José Carlos. Fundamentos de Metodologia Científica: teoria da ciência e prática da pesquisa. Petrópolis: Vozes, SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 3.ed. São Paulo: Cortez, 2002.


Carregar ppt "ESTRUTURA DO ARTIGO O artigo pode apresentar a seguinte estruturação: 1. Título 2. Autor 3. Resumo 4. Palavras-chave 5. Abstract 6. Key words 7. Conteúdo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google