A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Parceria Universidade / Empresa : Desenvolvimento de medicamento 100 % nacional para uma doença negligenciada Bartira Rossi Bergmann Forum de Inovação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Parceria Universidade / Empresa : Desenvolvimento de medicamento 100 % nacional para uma doença negligenciada Bartira Rossi Bergmann Forum de Inovação."— Transcrição da apresentação:

1 Parceria Universidade / Empresa : Desenvolvimento de medicamento 100 % nacional para uma doença negligenciada Bartira Rossi Bergmann Forum de Inovação Tecnológica em Saúde Brasília, 10/05/ Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brazil Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho Laboratório de Imunofarmacologia

2 Doenças Negligenciadas São as doenças tropicais de importante impacto em saúde pública, mas que receberam pouquíssimo investimento em inovação ao longo de décadas. Doenças tropicais Tuberculose 1,3% 18 3 Novos medicamentos desenvolvidos Entre 1975 e 2004 : 1.556

3 Malária Dengue Elefantíase Esquistossomose Leishmaniose Visceral Doença de Chagas Doença do Sono Doenças Negligenciadas

4 Malária Dengue Elefantíase Esquistossomose Leishmaniose Visceral Doença de Chagas Doença do Sono Doenças Negligenciadas 500 milhões de pessoas ameaçadas OMS: Doenças extremamente negligenciadas

5 LEISHMANIOSES Cutânea Visceral LV

6 Mundo : 2 milhões casos / ano Brasil : 50 mil LV : fatal em 90% as crianças não tratadas LC : mórbida e desfigurante LV LEISHMANIOSES Cutânea Visceral

7 LEISHMANIOSE CUTÂNEA LOCALIZADA DIFUSA MUCOSA LEISHMANIOSE VISCERAL

8 Sb V Glucantime I.M. ou E.V., (x 30) Anfotericina B E.V. (x 20) Pentamidina I.M. ou E.V. (x 15) Miltefosina ORAL (x 30) Paramomicina 15% TÓPICA (x 60) Anf. B lipossomal TRATAMENTO LEISHMANIOSE CUTÂNEA LEISHMANIOSE VISCERAL LOCALIZADA DIFUSA MUCOSA 1) 2) 3) 4) 5)

9 Sb V Glucantime I.M. ou E.V., (x 20) Anfotericina B E.V. (x 20) Pentamidina I.M. ou E.V. (x 15) Miltefosina ORAL (x 30) Paramomicina 15% TÓPICA (x 60) TRATAMENTO LEISHMANIOSE CUTÂNEA LEISHMANIOSE VISCERAL LOCALIZADA DIFUSA MUCOSA 1) 2) 3) 4) 5) - TOXIDEZ CARDÍACA TOXIDEZ RENAL DIABETES INEFICAZ TERATOGÊNICA INEFICAZ

10 Glucantime antimonial 1 injeção 20 mg/Kg / dia / 30 dias (intramuscular) Repetir / 30 dias (endovenosa) toxidez cardíaca Tratamento convencional da leishmaniose

11 Glucantime 1 injeção 20 mg/Kg / dia / 30 dias (intramuscular) toxidez cardíaca Tratamento convencional da leishmaniose para casos resistentes aos antimoniais Anfotericina lipossomal / 15 dias (endovenosa) $$$

12 Lab. Imunofarmacologia - UFRJ Pesquisa de novos medicamentos e vacinas contra a leishmaniose...

13 Lab. Imunofarmacologia - UFRJ... não injetáveis

14 SÍNTESE Piper aduncum chalcona natural ativa chalcona sintética TÓPICA implante de dose única ORAL Novas drogas e formulações não-injetáveis

15 Dendrímeros PAMAM Micropartículas poliméricas Formulações nanoestruturadas Ciclodextrinas ORAL ORAL e S.C. TÓPICA Lipossomas elásticos TÓPICA Nanopartículas poliméricas TÓPICA

16 1 mês 72 h droga Fluorimetria FERRAMENTAS : parasitos verdes fluorescentes in vitro in vivo

17 PUBLICAÇÕES CIENTÍFICAS e pedidos de patentes

18 INTERAÇÃO UNIVERSIDADE - EMPRESA In Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho Laboratório de Imunofarmacologia

19 INTERAÇÃO UNIVERSIDADE - EMPRESA In Universidade Federal do Rio de Janeiro Laboratório de Imunofarmacologia

20 GLP (Good Laboratory Practices) deals with the organization, process and conditions under which laboratory studies are planned, performed, monitored, recorded and reported. GLP practices are intended to promote the quality and validity of test data.

21 Eficácia FORMULAÇÕES TÓPICAS PRODUZIDAS EM CONDIÇÕES GLP in vivo Toxicologia exploratória Tratamento tópico LOCAL Leishmaniose cutânea

22 EFICÁCIA DE UMA DAS FORMULAÇÕES NA LEISHMANIOSE CUTÂNEA Parasitos / orelha (x 10 6 ) Formulação 40 dias de infecção 30 dias de tratamento não tratado

23 INSUMOS (química fina, plásticos descartáveis) EQUIPAMENTOS EUA, Europa, Ásia Brasil GARGALOS importação

24 INSUMOS (química fina, plásticos descartáveis) EQUIPAMENTOS HIGH TECH EUA, Europa, Ásia Brasil GARGALOS importação

25 “Na universidade se ensina porque se pesquisa”, Carlos Chagas Filho, fundador do Instituto de Biofísica, em Durante décadas, no Brasil a pesquisa básica na área de Saúde alicerçou a formação de um contingente de cientistas e ensino de qualidade nas melhores universidades, criando um ciclo fechado. O ciclo timidamente está se abrindo para a pesquisa tecnológica. Essa mudança de paradigma ocorreu principalmente pelo aporte financeiro governamental às pesquisas em áreas estratégicas para o país na última década. É preciso agora que se instaure meios para agilizá-la abrindo os gargalos (importação, lei de licitação, insumos nacionais para pesquisa), e adequando unidades em instituições de pesquisa de acordo com as normas GLP para um eficiente desenvolvimento tecnológico.

26

27

28 Terapias Combinadas Leishmaniose Visceral Maior eficácia Redução da toxidez Menos doses

29 Terapias Combinadas Leishmaniose Visceral 30  17 injeções Maior eficácia Redução da toxidez Menos doses

30

31 UMA POMADA PARA O TRATAMENTO DA LEISHMANIOSE CUTÂNEA Parasitos / orelha (x 10 6 ) Formulação


Carregar ppt "Parceria Universidade / Empresa : Desenvolvimento de medicamento 100 % nacional para uma doença negligenciada Bartira Rossi Bergmann Forum de Inovação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google