A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Técnico Subsequente Aula 04 – 2014 Thatiane de Oliveira Rosa 1 Técnicas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Técnico Subsequente Aula 04 – 2014 Thatiane de Oliveira Rosa 1 Técnicas."— Transcrição da apresentação:

1 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Técnico Subsequente Aula 04 – 2014 Thatiane de Oliveira Rosa 1 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

2 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Roteiro Tema: Metodologias Ágeis Métodos Ágeis; Princípios dos Métodos Ágeis; Atitudes dos Métodos Ágeis; Pontos Negativos dos Métodos Ágeis; Métodos Ágeis Mais Conhecidos; Método de Desenvolvimento de AGPS; Atividade. 2 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

3 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Métodos Ágeis Definição: Consiste em um conjunto de abordagens para o desenvolvimento de software, que possui a seguinte ideologia: Melhor um software funcionando do que possuir uma documentação abrangente. São métodos de desenvolvimento que pregam maior cooperação e menor formalismo e documentação. 3 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

4 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Métodos Ágeis Características: São dotadas práticas de desenvolvimento iterativo e incremental, onde ocorrem entregas frequentes de partes do produto; Apoia-se fortemente em pessoas; Menos preocupação com o processo e mais com o que as pessoas podem produzir; 4 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

5 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Métodos Ágeis Características: É focado em gerar valor agregado para o cliente; Adapta-se rapidamente a mudanças; Estabelece cooperação constante entre pessoas que entendem do negócio e a equipe de desenvolvedores. 5 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

6 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Princípios dos Métodos Ágeis Satisfazer o cliente por meio da entrega contínua e rápida de versões prontas do software, com valor agregado; Aceitar bem alterações de requisitos, mesmo que ocorram de forma tardia. A mudança dentro do processo ágil é entendida como parte da vantagem competitiva de seus clientes; 6 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

7 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Princípios dos Métodos Ágeis Realizar entregas do software de forma frequente, a cada semana ou cada mês, com o menor tempo possível de intervalo; Possibilitar que clientes e desenvolvedores trabalhem juntos e diariamente no projeto; Construir projetos com indivíduos motivados. Oferecer à equipe o ambiente e o apoio necessários, assim como cofiar na capacidade da mesma em realizar o trabalho; 7 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

8 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Princípios dos Métodos Ágeis Conversar cara a cara, este é o método mais eficiente e eficaz para transmitir informações dentro de uma equipe de desenvolvimento; Manter o software funcionando, esta é a medida principal de progresso; Promover o desenvolvimento sustentável. Clientes, desenvolvedores e usuários devem ser capazes de manter um ritmo constante indefinidamente. 8 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

9 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Princípios dos Métodos Ágeis Manter atenção contínua à excelência técnica, pois esta prática possibilita aumentar a agilidade e o bom desempenho; Ser simples, a simplicidade é essencial para o desenvolvimento do trabalho; Possuir equipe auto organizada, as melhores arquiteturas, requisitos e projetos, emergem de equipes que se auto organizam; 9 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

10 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Princípios dos Métodos Ágeis Estabelecer intervalos regulares de reflexão. A equipe deve refletir formas de se tornar mais eficiente e, em seguida, deve ajustar e aperfeiçoar o seu comportamento. 10 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

11 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Pontos Negativos dos Métodos Ágeis Faltam-lhes estrutura e documentação realmente necessárias; Requerem desenvolvedores muito experientes e disciplinados; Costumam em resultar em desenho insuficiente; Requerem mudança cultural muito grande; Dificultam negociações contratuais; Podem ser ineficientes se as alterações de requisitos forem frequentes; Dificultam a estimativa de esforço, custos e prazos. 11 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

12 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Métodos Ágeis Mais Conhecidos Scrum; XP (Extreme Programming); FDD (Feature Driven Development); 12 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

13 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Métodos Ágeis Mais Conhecidos Scrum: Metáfora a uma das formações da partida de Rugby; Metodologia baseia-se na ideologia da jogada que consiste em: se uma equipe trabalhar em conjunto, e com o mesmo objetivo é possível atingir uma alta integração e interação com cada membro da equipe. 13 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

14 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Métodos Ágeis Mais Conhecidos XP (Extreme Programming): Metodologia ágil indicada para equipes pequenas a médias, que desenvolve sistemas com requisitos vagos ou que mudam frequentemente; Metodologia de desenvolvimento ágil baseada nos valores simplicidade, comunicação, feedback e coragem. 14 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

15 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Métodos Ágeis Mais Conhecidos FDD (Feature Driven Development): Metodologia ágil de desenvolvimento de software guiado por funcionalidades; Metodologia que combina as melhores práticas do gerenciamento ágil de projetos com abordagens completas para ES orientada por objetos; Seu lema é: "Resultados frequentes, tangíveis e funcionais." 15 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

16 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Atividade 1.Definir a visão geral do sistema: Apresentar uma descrição geral do projeto a ser desenvolvido, indicando os objetivos do projeto, os problemas que serão resolvidos, a solução proposta e o público alvo. 16 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente

17 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Técnico Subsequente Aula 04 – 2014 Thatiane de Oliveira Rosa 17 Técnicas e Projeto de Sistemas – Técnico Subsequente


Carregar ppt "INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TOCANTINS Campus Araguaína Técnico Subsequente Aula 04 – 2014 Thatiane de Oliveira Rosa 1 Técnicas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google