A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Teoria da Contabilidade Jorge Katsumi Niyama César Augusto Tibúrcio Silva.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Teoria da Contabilidade Jorge Katsumi Niyama César Augusto Tibúrcio Silva."— Transcrição da apresentação:

1 Teoria da Contabilidade Jorge Katsumi Niyama César Augusto Tibúrcio Silva

2 Teoria da Contabilidade Capítulo 1 – Os usuários e a padronização Contábil

3 Objetivos do Aprendizado Como os administradores, os investidores, os auditores e o Governo influenciam na Contabilidade As razões da existência de padronização contábil As vantagens e desvantagens da padronização contábil Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 1

4 Introdução Usuário tem papel importante nas escolhas da Contabilidade A importância de fazer comparação Principais usuários (CPC): Investidores Empregados Credores por empréstimos Fornecedores e outros credores comerciais Clientes Governo e suas agências Público em Geral Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 1

5 Objetivo 1 Como os usuários influenciam a Contabilidade Administradores Investidores Auditores Governo Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 1

6 Usuários: Administradores 1. A forma como a organização irá atuar 2. Fonte de informação 3. Data do Reconhecimento 4. Estimativa de valores 5. Escolha de como avaliar 6. Escolha do que divulgar 7. Hierarquia dentro da entidade 8. Participa da padronização 9. Influencia as alternativas contábeis Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 1

7 Usuários: Investidores Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 1 O investidor quer conhecer a empresa para ajudar na sua decisão Mudanças recentes no mercado de capitais: profissionalização e necessidade de captar recursos Importância da transparência e os estudos de eventos

8 Usuários: Auditores Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 1 Custo de agência - conflito de interesse entre acionista controlador e outros investidores Informação assimétrica – quando uma das partes envolvidas possui uma informação diferente das outras. O conhecimento pode ser usado em benefício próprio A auditoria tem um papel de proteger o investidor e dar credibilidade à informação contábil => reduzir o custo de agência

9 Usuários: Auditores Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 1 O auditor tem interesse em manter sua reputação, com a menor despesa possível O público espera que a auditoria detecte fraudes O parecer é um instrumento de influencia dos auditores na contabilidade da empresa Auditoria afeta a elaboração das normas contábeis

10 Usuários: Governo Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 1 O governo tem interesse na contabilidade pelo papel na arrecadação tributária O governo divulga as regras contábeis Mas pode inibir o desenvolvimento da contabilidade quando cria restrições às alternativas contábeis

11 Objetivo 2 Padronização Contábil Finalidade Vantagens Desvantagens Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 1

12 Padronização: Finalidade Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 1 Existe uma visão de que a regulamentação contábil atende ao interesse público (justiça social) Num sistema de livre iniciativa, a regulamentação ocorre por duas razões: O sistema de mercado pode ter falhas Ou pode adotar uma postura contrária aos objetivos sociais Intervenção x laissez-faire

13 Padronização: Finalidade Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 1 Harmonização = adequação de normas de diferentes países Padronização = mais amplo, mas com uma conotação mais impositiva Convergência = processo para chegar a uma linguagem comum

14 Padronização: Vantagens Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 1 A assimetria da informação ajuda a explicar a busca pela padronizaçãoassimetria da informação Decorre da característica da informação como bem econômico: A empresa possui quase exclusividade na produção e divulgação => cria oportunidade para limitar o acesso à informação A padronização pode ser interessante quando o esforço de gerar a informação for pequeno

15 Padronização: Vantagens Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 1 O poder público tem interesse em eliminar a assimetria para melhorar o funcionamento do mercado de capitais A padronização tem por finalidade reduzir ou eliminar a incerteza (que decorre da falta de informação), mas não o risco Pode ajudar a reduzir as fraudes e falhas do mercado

16 Padronização: Vantagens Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 1 A contabilidade é um bem público Bem público = o produtor não consegue determinar com precisão a parcela de consumo por parte de cada cliente (usuário) Caronas = pessoas que consomem um bem público sem pagar por ele No sistema de mercado, existe pouco incentivo para produzir bens públicos

17 Padronização: Vantagens Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 1 Padronizar reduz custos Existência de diversos usuários, com interesses diferentes. Como é impossível satisfazer a todos, a padronização é bem recebida pois coloca a responsabilidade para uma autoridade central (regulador) Mas isso não garante a melhor solução para os problemas de informação => paradoxo da regulamentação

18 Padronização: Desvantagens Teoria da Contabilidade – Jorge Katsumi Niyama e César Augusto Tibúrcio Silva – Capítulo 1 1. Custos envolvidos 2. Transferência de riqueza 3. Dificuldade de padronizar 4. Efeito sobre a decisão 5. Quem controla o regulador? 6. Pode ser injusta 7. É uma atividade política


Carregar ppt "Teoria da Contabilidade Jorge Katsumi Niyama César Augusto Tibúrcio Silva."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google