A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SISTEMAS CARGA E PARTIDA (C&P)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SISTEMAS CARGA E PARTIDA (C&P)"— Transcrição da apresentação:

1 SISTEMAS CARGA E PARTIDA (C&P)
DISCIPLINA SISTEMAS CARGA E PARTIDA (C&P) Prof. Edson Prof. Edson-2012

2 Nesta disciplina vamos estudar:
Eletricidade, Eletromagnetismos e Máquinas Elétricas; (1ª Bim.) Sistemas elétricos gerais de um veículo; Carga de baterias e baterias; Alternadores e reguladores; Sistemas elétricos de partida e de ignição; Iluminação, fiação, fusíveis, esquemas. Aulas: Semanal: 8 (Hora-Aula:4, e atividades autônomas: 6); Semestral: 144; Carga horária: 120 h Prof. Edson-2012

3 *Manual de Tecnologia Automotiva Bosch 25a Ed.
Bibliografia para o 2o bimestre: (*São os materiais básicos e o restante é complementar) *Manual de Tecnologia Automotiva Bosch 25a Ed. *Apostila Técnica de Alternadores Bosch (Disponibilizado). *Apostila Técnica de Motores de Partida Bosch (Disponibilizado) * Handbook of batteries, David Linden e Thomas Reddy, McGraw Hill 30 Ed. 2002 *Materiais Disponibilizados pelo Prof. no sitio da disciplina Automotive Electrics and Automotive Electronic – Completely Revised and Extended, Bosch Handbooks, Robert Bosch, 2007, Ed. Wiley. *Valve Regulated Lead Acid Battery, D. J.A. Rand et al., Elsevier 2004. *Introdução à Análise de Circuitos , Robert Boylestad, 10 ed. Prentice Hall. Prof. Edson-2012

4 Objetivos Específicos da Aula:
Alternadores (Bosch 25 ed. Pág , Boylestad Cap. 22) Manual de Alternadores Bosch Datasheet MC33099 Datasheet L9407F Prof. Edson-2012

5 Sistemas em Corrente Alternada
Os alternadores substituíram os dínamos na operação de fornecimento de energia elétrica para os sistemas automotivos e para a carga da bateria. Os alternadores são mais eficientes, leves, funcionais e com menor manutenção se comparados aos dínamos. Estudaremos nesta aula o princípio de geração de corrente alternada para uma melhor compreensão do funcionamento do alternador. O primeiro veículo a usar um alternador foi um veículo da Chrysler em 1950! Prof. Edson

6 Alternador da Bosch em corte.
Prof. Edson

7 Alfonso Martignoni, Eletrotécnica.
Geração de um sinal alternado em um campo magnético Prof. Edson Alfonso Martignoni, Eletrotécnica.

8 Alternadores Bosch Ed. 2001/2002
Tensão de saída de um alternador AC ECK-2008 Alternadores Bosch Ed. 2001/2002

9 Tensão de saída de um alternador AC
ECK-2008

10 Alternador Com 2 pólos, a força induzida em AB percorre um período completo em cada volta de rotação do induzido, logo, a freqüência é igual a número de rotações por segundo (f=n) 2 pólos (f=n/60) 4 pólos (f=2n/60) 6 pólos (f=3n/60) Prof. Edson

11 Sistemas Polifásicos Rendimento de um alternador trifásico é quase 50% maior que um monofásico. Um número de pólos maior reduz a rotação para uma mesma tensão. Prof. Edson

12 Alternadores Bosch Ed. 2001/2002
Prof. Edson Alternadores Bosch Ed. 2001/2002

13 Alternadores Bosch Ed. 2001/2002
Prof. Edson Alternadores Bosch Ed. 2001/2002

14 Circuito de Retificação Meia-Onda
Prof. Edson

15 Circuito de Retificação Onda Completa
Prof. Edson

16 Retificação Trifásica Completa
Prof. Edson

17 Prof. Edson

18 Prof. Edson

19 Prof. Edson

20 Alternador Bosch Formas Construtivas e Aplicações
Prof. Edson

21 Automotive Electrics and Automotive Electronics Barry Hollembeak
Formação do campo no rotor (roda polar) Prof. Edson Automotive Electrics and Automotive Electronics Barry Hollembeak

22 Detalhe do Rotor Tipo Garra
Prof. Edson

23 Automotive Electrics and Automotive Electronics Barry Hollembeak
Estator e conexões Prof. Edson c Automotive Electrics and Automotive Electronics Barry Hollembeak

24 Detalhe do Estator Prof. Edson

25 Automotive Electrics and Automotive Electronics Barry Hollembeak
Estator com ligação em triângulo Prof. Edson Automotive Electrics and Automotive Electronics Barry Hollembeak

26 Montagem do rotor Prof. Edson

27 Detalhe da ponte retificadora
Prof. Edson

28 Esquema típico de geração trifásica
Prof. Edson

29 Esquema típico da eletrônica de controle da bobina do rotor
Prof. Edson

30 Corrente de excitação Prof. Edson

31 Corrente de excitação Prof. Edson

32 Prof. Edson

33 Regulador de Tensão Toyota
Prof. Edson Toyota Motors – Charging system - Course material –H8

34 ECK-2008

35 Possibilidade de avaliar os diodos usando um osciloscópio
Prof. Edson Toyota Motors – Charging system - Course material

36 Curva característica de um alternador.
Prof. Edson

37 Prof. Edson

38 Prof. Edson

39 Prof. Edson

40 Prof. Edson

41 Carros de Passeio e Motocicletas
Alternador Compacto Tipos GC, KC, NC, de 12 pólos Carros de Passeio e Motocicletas Prof. Edson

42 Alternador T1 Duplo Monobloco 24V
ECK-2008

43 Alternador T1 Duplo Monobloco 24V
Prof. Edson

44 Distribuição de consumo de carga
Prof. Edson

45 Distribuição de consumo de carga
Prof. Edson

46 Distribuição de consumo de carga
Prof. Edson

47 Tipos de alternadores Bosch
Prof. Edson

48 Curva característica de um alternador.
O rendimento médio de um alternador é de 60%. Prof. Edson

49 Demanda energética de consumo Obs. Considerar o rendimento.
Considerar que a somatória dos consumidores contínuos e de longa duração não pode ser superior à potência entregue no ponto NL. ECK-2008


Carregar ppt "SISTEMAS CARGA E PARTIDA (C&P)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google