A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ANSIEDADE, ANSIOLÍTICOS BENZODIAZEPÍNICOS Revisão Crítica de Uma Realidade Dr.Vladimir Bernik.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ANSIEDADE, ANSIOLÍTICOS BENZODIAZEPÍNICOS Revisão Crítica de Uma Realidade Dr.Vladimir Bernik."— Transcrição da apresentação:

1 ANSIEDADE, ANSIOLÍTICOS BENZODIAZEPÍNICOS Revisão Crítica de Uma Realidade Dr.Vladimir Bernik

2 ANSIEDADE: DEFINIÇÕES 1ª FREUD ( ) Neurose de Angústia Ansiedade é o sentimento advindo de pelo menos um conflito não resolvido. (Universal ???) ÚLTIMA É uma sensação de desconforto mental, medo ou emoção, inquietação interna de temor ou preocupação desproporcional quanto ao futuro com somático / emocional subjetivo e alterações somáticas manifestas. Aspectos: Cognitivos Funcionais Comportamentais Ansiedade e o medo são patológicos quando passam ser disfuncionais, trazendo prejuízos sócio- funcionais ou sofrimento. DOENÇA MENTAL

3 ANSIEDADE: PREVALÊNCIA Dificuldade de levantamentos epidemiológicos apesar do CID-10 e do DSM – 4TR 1ª TAGSPEUA T. PÂNICO FOBIAS TOC ª TAGBRSPEUA FOBIAS TOC FEIJÓ DE MELO, M. Epidemiologia da saúde mental no Brasil. Artmed/ABP: Porto Alegre, 2007.

4 ANSIEDADE: SUBTIPOS (Cerca de 12) Preparar e sensibilizar as equipes de atendimento primário 1. TAG – Transtorno de Ansiedade Generalizada: flutuante 2. Fobias – (Social e Específica) 3. Transtorno do Pânico (Ansiedade Paroxística Aguda) 4. Transtorno de Stress Pós-Traumático ( Agudo e Crônico) (?) TOC – Transtorno Obsessivo Compulsivo ANSIEDADES: SECUNDÁRIAS Cardiológicos, Endocrinológicos BERNIK, M. Importância médico social dos transtornos ansiosos. Edusp: São Paulo, OPAS-OMS. CID-10. Edusp: São Paulo, ASSOCIATION AP. OMS-IV-TR. Washington, 2000.

5 Antidepressivos são a melhor escolha Rickels, K (1993): imipramina é melhor que o diazepam após 8 semanas. 1.TAG Antidepressivos, Beta-Bloqueadores, BDZ 2. FOBIAS Técnicas de exposição (os BZD prejudicariam?) 3. TRANSTORNOS DE PÂNICO ISRS são a 1ª escolha Beta-Bloqueadores não-específicos (NOYES, 1986) BZD-FDA preconiza alprazolam e clonazepam no início do tratamento Psicoterapias 4. TRANSTORNO DE STRESS PÓS-TRAUMÁTICO Agudo: ansiolíticos e antidepressivo sedativo Indutor de sono amitriptilina, mirtazapina - antidepressivos Apoio psicoterapêutico Crônico: psicoterapia cognitivo-comportamental Antidepressivo ISRS Exposição-vizualização, dessensibilização, visualização e/ou sob hipnose Mirtazapina Diversas publicações ANSIEDADE: TRATAMENTOS ESPECÍFICOS

6 ANSIEDADE: TRATAMENTOS Aceitar que se trata de uma doença psiquiátrica MEDICAMENTOS Ansiolíticos Benzodiazepínicos Outros Beta-Bloqueadores PSICOTERAPIAS COGNITIVA COMPORTAMENTAL TRATAMENTOS BIOLÓGICOS ECT Neurocirurgias Leucotomia pré-frontal, capsulotomia ESTIMULÇÃO MAGNÉTICA TRANSCRANIANA - TÉCNICAS DE RELAXAMENTO E MEDITAÇÃO Psicoterapia sob hipnose ESPIRITUALIZAÇÃO (??) Association AP. Diretrizes para o tratamento de transtornos psiquiátricos. Artmed/ABP: Porto Alegre, 2000.

7 ANSIEDADE: ANSIOLÍTICOS Psicofármacos atravessam a barreira hemato-encefálica Outros ansiolíticos – antidepressivos sedativos Antipsicóticos atípicos – baixas doses BENZODIAZEPÍNICOS 1º Grupo terapêutico de maior venda no mundo e no Brasil 2º Clonazepam lidera as prescrições (superou o sidenafil) 3º Diazepam serve como fármaco padrão para comparação de dose/efeito de outros BDZs.

8 USO E ABUSO 1º Úteis em alguns quadros por tempo limitado e doses mínimas eficientes 2º Todos são: Ansiolíticos Indutores de sono Miorrelaxantes AnticonvulsIvantes 3º Todos apresentam: Tolerância Síndrome de abstinência 4º FDA recomenda o clonazepam como tratamento das síndromes de abstinência. Estão sob rigorosa vigilância nos EUA pela FDA. BERNIK, M. Benzodiazepínicos: quatro décadas de experiência. Edusp: São Paulo, PALUMBA, G.A. Tratado da psiquiatria forense. Atheneu: São Paulo, 2003.

9 DROGAMEIA-VIDA APROXIMADACLASSIFICAÇÃO DE ACORDO A MEIA-VIDA APLICAÇÕES CLÍNICAS EM PSIQUIATRIA ALPRAZOLAM8-15IntermediáriaHipnótico/Ansiolítico BROMAZEPAM20-30Intermediária/LongaHipnótico/Ansiolítico CLONAZEPAM18-50LongaHipnótico/Ansiolítico CLORDIAZEPÓXIDO5-30Intermediária/LongaHipnótico/Ansiolítico DIAZEPAM20-70LongaHipnótico/Ansiolítico ESTAZOLAM10-20IntermediáriaHipnótico/Ansiolítico FLUNITRAZEPAM19-22IntermediáriaHipnótico/Ansiolítico LORAZEPAM10-20IntermediáriaHipnótico/Ansiolítico MIDAZOLAM1-3CurtaHipnótico TRIAZOLAM3-5CurtaHipnótico ZOPLICONA*6CurtaIndutor do sono* ZOLPIDEM*3-6CurtaIndutor do sono* ANSIOLÍTICOS Indutores do sono não-benzodiazepínicos (afinidade pelos receptores ômega e zeta do GABA) ALVARENGA, PG. Fundamentos em psiquiatria. Manole: São Paulo, 2008

10 BDZ são altamente formadores de dependência com síndrome de abstinência. Recomendações. A prevalência da dependência química pelos BDZ é ampla e geral. Não há dimensionamento pela falta de notificação Os casos de tentativas de suicídio pelos BDZ são classificados geralmente como intoxicação exógena aguda por serem drogas lícitas Motivos: - Acesso relativamente fácil -Custo baixo -Apresenta alta tolerância -Não levam ao suicídio Depois de seu impacto positivo na terapêutica, agora começam a se observar as limitações BDZ foram excluídos dos sistemas de saúde nos EUA. BRUNETTE, M.F. Benzodiazepine use and abuse among patients with psychiatric illness. Psychityon line. 54:10, out. ABUSO

11 OBRIGADO!!!


Carregar ppt "ANSIEDADE, ANSIOLÍTICOS BENZODIAZEPÍNICOS Revisão Crítica de Uma Realidade Dr.Vladimir Bernik."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google