A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Transtornos de personalidade e criminalidade: Serial Killers Profa. Luciene Alves Moreira Marques.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Transtornos de personalidade e criminalidade: Serial Killers Profa. Luciene Alves Moreira Marques."— Transcrição da apresentação:

1 Transtornos de personalidade e criminalidade: Serial Killers Profa. Luciene Alves Moreira Marques

2 Introdução Doença mental: neuroses e psicoses Doença mental: neuroses e psicoses Deficiência mental Deficiência mental Transtornos de personalidade: psicopatias Transtornos de personalidade: psicopatias

3 Transtorno de Personalidade Um padrão duradouro de comportamento e experiências internas que desviam de forma marcante das expectativas da cultura do indivíduo, é pervasivo e inflexível, tem início ainda na adolescência ou no adulto jovem, é estável no tempo, e leva ao desconforto ou prejuízo. Associação Psiquiátrica Americana, 1994

4 Diz a CID.10 que os transtornos de personalidade são estados e tipos de comportamentos característicos que expressam maneiras da pessoa viver e de estabelecer relações consigo mesma e com os outros. São distúrbios da constituição e das tendências comportamentais – continua dizendo a CID.10 – não diretamente relacionados a alguma doença, lesão, afecção cerebral ou a outro transtorno psiquiátrico. Isso tudo quer dizer que a pessoa simplesmente é desse jeito e será sempre assim.

5 Transtornos de personalidade Transtornos de personalidade Córtex pré frontal Córtex pré frontal Pessoas problemáticas e de difícil relacionamento interpessoal Pessoas problemáticas e de difícil relacionamento interpessoal Incidência global: 10 – 15% Incidência global: 10 – 15% EUA: 14,79% EUA: 14,79%

6 CID-10 classifica oito tipos de TP: CID-10 classifica oito tipos de TP: Transtorno paranóide Transtorno paranóide Transtorno esquizóide Transtorno esquizóide Transtorno anti-social Transtorno anti-social Transtorno emocionalmente instável: impulsivo e borderline Transtorno emocionalmente instável: impulsivo e borderline Transtorno histriônico Transtorno histriônico Transtorno anancástico Transtorno anancástico Transtorno ansioso Transtorno ansioso Transtorno dependente Transtorno dependente

7 Transtorno paranóide: Transtorno paranóide: Não suporta ser contrariada Não suporta ser contrariada Desconfia de tudo Desconfia de tudo Tende a distorcer os fatos Tende a distorcer os fatos Sentimento de estar sempre sendo prejudicado pelos outros Sentimento de estar sempre sendo prejudicado pelos outros

8

9 Transtorno esquizóide: Transtorno esquizóide: Prefere poucos contatos sociais ou afetivos Prefere poucos contatos sociais ou afetivos Rancoroso Rancoroso Vive isolado Vive isolado Se sentem rejeitados Se sentem rejeitados

10

11 Transtorno emocionalmente instável: Transtorno emocionalmente instável: Impulsivo: instabilidade emocional e falta de controle dos impulsos Impulsivo: instabilidade emocional e falta de controle dos impulsos Borderline: age de modo imprevisível, tem acessos de ira, não admitem um não. Borderline: age de modo imprevisível, tem acessos de ira, não admitem um não.

12 Transtorno histriônico: Transtorno histriônico: Histérico ou psicoinfantil Histérico ou psicoinfantil Dramático, teatraliza situações Dramático, teatraliza situações Manipulador, egocêntrico, Manipulador, egocêntrico, Superficial Superficial Inconstante sentimentalmente Inconstante sentimentalmente

13

14 Transtorno anancástico ou obssessivo-compulsivo: Transtorno anancástico ou obssessivo-compulsivo: Preocupação com detalhes, Preocupação com detalhes, Teimoso, rigído, perfeccionista ao extremo Teimoso, rigído, perfeccionista ao extremo Pensamentos repetitivos e intrusivos Pensamentos repetitivos e intrusivos

15

16 Transtorno ansioso: Transtorno ansioso: Pessoa tensa e insegura Pessoa tensa e insegura Sentimento de inferioridade Sentimento de inferioridade Faz tudo para ser aceita Faz tudo para ser aceita Sensibilidade excessiva a críticas Sensibilidade excessiva a críticas

17

18 Transtorno dependente: Transtorno dependente: Submisso, Submisso, Tem medo de ser abandonado, Tem medo de ser abandonado, Se vê como fraco e incompetente Se vê como fraco e incompetente Carência de determinação e iniciativa Carência de determinação e iniciativa

19 Transtorno anti-social Transtorno anti-social Mais comum em homens Mais comum em homens Satisfação em cometer atos cruéis Satisfação em cometer atos cruéis Ser amoral Ser amoral Baixa tolerância a frustrações Baixa tolerância a frustrações Insensibilidade aos sentimentos alheios Insensibilidade aos sentimentos alheios

20 Parece estar associado a baixa situação sócio-econômica. Parece estar associado a baixa situação sócio-econômica. É muito mais comum em homens (3%) do que em mulheres (1%). É muito mais comum em homens (3%) do que em mulheres (1%). Taxa de prevalência maiores estão associadas aos contextos de tratamento de substâncias, forenses ou penitenciários. Taxa de prevalência maiores estão associadas aos contextos de tratamento de substâncias, forenses ou penitenciários. É mais comum entre os parentes biológicos em primeiro grau de indivíduos com transtorno do que na população em geral. É mais comum entre os parentes biológicos em primeiro grau de indivíduos com transtorno do que na população em geral. O risco dos parentes biológicos de mulheres é maior do que para os parentes biológicos de homens. O risco dos parentes biológicos de mulheres é maior do que para os parentes biológicos de homens. Estudos indicam que fatores genéticos e ambientais contribuem para o risco deste transtorno. Estudos indicam que fatores genéticos e ambientais contribuem para o risco deste transtorno.

21 Diagnóstico: Diagnóstico: Exame clínico (entrevista) ou Exame clínico (entrevista) ou Escalas Escalas

22 Tratamento Tratamento Controvérsia sobre a eficácia do tratamento Controvérsia sobre a eficácia do tratamento Fatores para checar a viabilidade do tratamento: Fatores para checar a viabilidade do tratamento:

23 Natureza e gravidade da patologia Natureza e gravidade da patologia Grau de invasao do transtorno em outras esferas psicológicas e sociais Grau de invasao do transtorno em outras esferas psicológicas e sociais Saúde prévia do paciente e comorbidades e fatores de risco Saúde prévia do paciente e comorbidades e fatores de risco Momento da intervenção Momento da intervenção Experiência e disponibilidade da equipe Experiência e disponibilidade da equipe Disponibilidade de unidades especializadas no atendimento Disponibilidade de unidades especializadas no atendimento Conhecimento científico sobre esse assunto Conhecimento científico sobre esse assunto

24 Psicopatas: não tratáveis Psicopatas: não tratáveis Transtorno anti-social não psicopata: responde a psicoterapia Transtorno anti-social não psicopata: responde a psicoterapia Lítio Lítio Topiramato e outros anticonvulsivantes Topiramato e outros anticonvulsivantes ISRS e antipsicóticos: borderline ISRS e antipsicóticos: borderline BZD: paranóide e histriônico BZD: paranóide e histriônico Evitar em TP anti-social Evitar em TP anti-social

25 Artigo: Crime, diagnóstico psiquiátrico e perfil da vítima: um estudo com a população de uma casa de custódia do estado de SP. Teixeira, EH. & Dalgalarrondo, P. 269 indivíduos 269 indivíduos 58% transtornos psicoticos 58% transtornos psicoticos crime mais frequente: homicídio (52,8%) crime mais frequente: homicídio (52,8%) 34,5% a vítima era um parente próximo 34,5% a vítima era um parente próximo

26 Crime e doença psiquiátrica – perfil da população de um hospital de custódia do Rio de Janeiro. Garbayo, J. & Argôlo, MJR. 177 indivíduos 177 indivíduos 80% homens 80% homens 72% solteiros 72% solteiros 34% 30 a 39 anos 34% 30 a 39 anos 69% baixa escolaridade 69% baixa escolaridade 56% inativa 56% inativa

27 67% transtornos psicóticos 67% transtornos psicóticos 15,2% retardo mental 15,2% retardo mental 4,5% TP 4,5% TP Homicídio (44%) Homicídio (44%) Crimes contra patrimônio (26%) Crimes contra patrimônio (26%) Crimes sexuais (11%) Crimes sexuais (11%)

28 Imputabilidade: Não-imputáveis Não-imputáveis Imputáveis Imputáveis Semi-imputáveis Semi-imputáveis


Carregar ppt "Transtornos de personalidade e criminalidade: Serial Killers Profa. Luciene Alves Moreira Marques."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google