A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

RECURSOS GENÉTICOS VEGETAIS BIODIVERSIDADE Refere-se a totalidade de genes, espécies e ecossistemas de uma região ou do mundo. Considerada em três categorias.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "RECURSOS GENÉTICOS VEGETAIS BIODIVERSIDADE Refere-se a totalidade de genes, espécies e ecossistemas de uma região ou do mundo. Considerada em três categorias."— Transcrição da apresentação:

1 RECURSOS GENÉTICOS VEGETAIS BIODIVERSIDADE Refere-se a totalidade de genes, espécies e ecossistemas de uma região ou do mundo. Considerada em três categorias distintas 1. Diversidade genética (variação dos genes dentro da espécie) 2. Diversidade de espécies (variedades de espécies) 3. Diversidade de ecossistemas (existência de diferentes habitats, comunidades, etc) Importância da Biodiversidade: Manter o sistema de apoio à vida humana fornecido pela natureza e os recursos vivos essenciais para o desenvolvimento. Recursos Genéticos: Envolvem variabilidade de espécies de plantas, animais de interesse sócio- econômico atual ou em potencial para uso em programas de melhoramento genético. Recursos Genéticos Vegetais: Matéria prima para o desenvolvimento da agricultura. O uso adequado e sua conservação são muito importantes.

2 VAVILOV Marco inicial no trabalho com recursos genéticos vegetais. Seu trabalho consistiu de coleta ao redor do mundo de espécies vegetais, estruturando uma preciosa coleção de germoplasma. GERMOPLASMA : Soma total dos materiais hereditários de uma espécie.

3 ATIVIDADES RELACIONADAS COM RECURSOS GENÉTICOS VEGETAIS Introdução e intercâmbio de germoplasma Coleta: Coletar materiais que estão sendo substituídos por outros Documentação: RG dos materiais Caracterização: relacionados com caracteres qualitativos Avaliação: Relacionado com caracteres quantitativos Conservação Utilização dos recursos genéticos CONSERVAÇÃO: Preservação, manutenção, utilização sustentável, restauração e melhoria do ambiente natural.

4 CONSERVAÇÃO IN SITU : Conserva a biodiversidade dentro do seu ecossistema, ou seja, em seu habitat original ou natural. Ex: Banco de germoplasma de café do IAC formado pelo pesquisador Dr. Alcides Carvalho. CONSERVAÇÃO EX SITU : Conservação fora do ambiente natural ou de origem. Ex: Câmaras frias para sementes.

5 CONSERVAÇÃO EX SITU pode ser efetuada nas seguintes estruturas: Coleção Base : Destinada a conservar o germoplasma a longo prazo com temperatura entre -18 a -20 o C Coleção Ativa : Conserva amostras de germoplasma a médio prazo, com temperatura acima de zero e abaixo de 15 o C Coleção de trabalho : Conservação de amostras as quais o pesquisador está trabalhando no dia a dia. Coleção Nuclear : Coleções menores que tem como objetivo representar a variabilidade genética de uma espécie e seus parentes silvestres com o mínimo de representatividade. Coleção Genômica : Conservação de fragmentos de DNA clonados que inclui toda informação genética de uma determinada espécie. Criopreservação : Conservação a longo prazo utilizando nitrogênio líquido em temperaturas ultra baixas (-196 o C)

6 UTILIZAÇÃO Atualmente verifica-se ainda uma baixa utilização das coleções de germoplasma. Alternativas para aumentar o uso Programas de pré-breeding e procura dessas coleções Aumento das coleções nucleares PRÉ-BREEDING : Conjunto de atividades que visam a identificação de caracteres ou genes de interesse, presentes em materiais não adaptados (exóticos) e sua posterior incorporação nos materiais elites.

7 USO DE GERMOPLASMA EXÓTICO NO MELHORAMENTO DE PLANTAS GERMOPLASMA EXÓTICO Todo material que não sofreu nenhum processo de adaptação em um novo local de cultivo. Importância do uso de germoplasma exótico : Miscigenação do germoplasma ampliando sua base genética. (maior variabilidade) Importante a atividade de intercâmbio entre os melhoristas envolvendo centros como EMBRAPA, CIMMYT, IRRI entre outros. PROBLEMAS DA VULNERABILIDADE GENÉTICA Das espécies de plantas já descritas, o homem utilizou apenas cerca de Atualmente são usadas cerca de 300 espécies, e destas, apenas 15 representam 90% de toda alimentação humana.

8 PROBLEMA Culturas de importância econômica estão ficando cada vez mais uniformes. Ocorre a utilização de apenas um genótipo em extensas áreas de cultivo. Ex: Batata no Séc. XIX Irlanda com o fungo Phytophthora infestans Milho Citoplasma T Epidemia ao fungo Helminthosporium maydis. Alternativas para solucionar esse problema Introdução de materiais exóticos Aumenta a base genética Aumenta a diversidade das culturas de importância econômica

9 PROPORÇÃO DE INTROGRESSÃO Não há informações conclusivas. Alguns fatores que influenciam diretamente a taxa de introgressão de germoplasma exótico são: O tipo de espécie Condições ambientais onde se pretende introduzir o material Origem do material exótico Seu grau de adaptabilidade ALTERNATIVAS DE INTROGRESSÃO RETROCRUZAMENTO Transferência de caracteres de herança simples. SÍNTESE DE NOVAS POPULAÇÕES Posterior introdução em programas de melhoramento

10 Introdução de Material Exótico Introdução de espécies Introdução de uma cultivar Introdução de um citoplasma Introdução de um ou mais genes POSSIBILIDADES DE UTILIZAÇÃO DE GERMOPLASMA EXÓTICO USO DIRETO NA PRODUÇÃO Aproveitamento direto de qualquer tipo de material no sistema produtivo. USO DIRETO EM CRUZAMENTO PARA PRODUÇÃO Utilizado em empresas de produção de sementes através da introdução de linhagens elites diretamente utilizadas em cruzamentos com materiais locais com o objetivo de obter híbridos superiores.

11 USO DIRETO EM PROGRAMAS DE PESQUISA 1.Cruzamentos com materiais adaptados seguido de retrocruzamentos para se obter a proporção adequada de material exótico a ser incorporada. 2.Cruzamento com material adaptado seguido de recombinações com objetivo de obter Compostos de base genética ampla. 3.Seleção recorrente diretamente na população introduzida, uma vez comprovada a existência de variabilidade genética. AVALIAÇÃO PRELIMINAR DO MATERIAL EXÓTICO PER SE Realizado quando não se conhece nada sobre o material exótico a ser incorporado. Atividades relacionadas com avaliação dos primeiros caracteres do material a ser introduzido.


Carregar ppt "RECURSOS GENÉTICOS VEGETAIS BIODIVERSIDADE Refere-se a totalidade de genes, espécies e ecossistemas de uma região ou do mundo. Considerada em três categorias."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google