A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Iso9241 Parte 11 Orientações sobre usabilidade. Planejar para usabilidade, como parte de um projeto e desenvolvimento de produtos, envolve: uma identificação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Iso9241 Parte 11 Orientações sobre usabilidade. Planejar para usabilidade, como parte de um projeto e desenvolvimento de produtos, envolve: uma identificação."— Transcrição da apresentação:

1 Iso9241 Parte 11 Orientações sobre usabilidade

2 Planejar para usabilidade, como parte de um projeto e desenvolvimento de produtos, envolve: uma identificação sistemática de requisitos para usabilidade; incluindo medidas de usabilidade, e descrições verificáveis do contexto de uso.

3 Objetivo da ISO9241-Parte 11 define usabilidade focando o contexto de uso; explica como encontrar a informação para a especificação e a avaliação de usabilidade a partir de medidas de desempenho e satisfação do usuário. orienta também sobre como descrever o contexto de uso do produto

4 Onde usar? na aquisição, projeto, desenvolvimento, avaliação, e comunicação da informação sobre usabilidade. na especificação e avaliação da usabilidade de um produto. produtos de uso geral sendo adquiridos ou desenvolvidos numa organização específica.

5 Medidas de usabilidade Desempenho e Satisfação eficácia: Acurácia e completude com as quais usuários alcançam objetivos específicos. eficiência: Recursos gastos em relação à acurácia e abrangência com as quais usuários atingem objetivos. satisfação: Ausência do desconforto e presença de atitudes positivas para com o uso de um produto. Definições básicas da norma

6 Contexto ou Sistema de Trabalho Sistema composto de usuários, equipamento, tarefas e o ambiente físico e social. Um produto pode ter níveis significativamente diferentes de usabilidade quando usados em diferentes contextos. Definições básicas da norma

7 Estrutura geral para especificar usabilidade

8 Especificando Objetivos de Usabilidade Maiores, Menores( sub-objetivos ), e Secundários

9 Por exemplo: objetivo:manter registros dos pedidos feitos por telefone sub-objetivos: Fazer registros exatos de todos os pedidos feitos por todos os clientes; A ação de cadastrar o pedido deve ser concomitante e deve interferir minimamente no fluxo da conversação com o cliente, devendo portanto ser feita em tempo não superior a 2 minutos. Fornecer rapidamente informações às dúvidas dos clientes sobre pedidos já feitos. Secundários: O tempo de aprendizagem da interface não deve ser superior a uma hora de treinamento geral.

10 Contexto de uso Descrição de usuários Conhecimento da tarefa, habilidade, experiência, educação, funções, treinamento, capacidades sensoriais e motoras.

11 Contexto de uso Descrição das tarefas Formalismos descrevendo a tarefa... Mais do mesmo! E ainda: a freqüência e a duração de uma tarefa; Relação entre quais perfis de usuários executam quais ações ou funções (sub-objetivos ) mais frequentemente (quem faz o quê?); Quais recursos tecnológicos são necessários em cada sub-objetivo; Identificar um conjunto de tarefas-chave para representar aspectos significantes da tarefa global.

12 Contexto de Uso Descrição dos equipamentos A descrição do hardware, software e dos materiais associados Podem ser: um conjunto de produtos (ou componentes do sistema), ou um conjunto de atributos ou características de desempenho do hardware, software ou outros materiais.

13 Contexto de uso Descrição de ambientes Os aspectos que podem ser descritos atributos de um amplo ambiente técnico ( p.ex. a rede de trabalho local ) o ambiente físico (p.ex. local de trabalho, mobiliário, nível de ruído,), o ambiente atmosférico, e (p.ex. temperatura, umidade) o ambiente cultural e social (p.ex. práticas de trabalho, estrutura organizacional e atitudes).

14

15

16 Medidas de Usabilidade Escolha de medidas Normalmente fornece-se pelo menos uma medida para eficácia, eficiência e satisfação. Quais medidas e com que detalhamento importância relativa p/ os objetivos. Medidas objetivas preferivelmente.

17 Eficácia Acurácia e completude com que os objetivos podem ser alcançados: qualidade e quantidade das saídas/resultados do processamento, proporção da quantidade alvo conseguida; ocorrência de eventos particulares; Por exemplo : Objetivo:Fazer registros exatos dos pedidos feitos pelos clientes; Corretude – 99 % dos itens incluídos nos pedidos estão cem por cento corretos em todos os seus campos de especificação. Completude – 100% dos pedidos são cadastrados.

18 Eficiência Relacionam o nível de eficácia alcançada com dispêndio de recursos necessários esforço mental ou físico, tempo, custos materiais ou financeiros. Por exemplo: eficiência humana = eficácia / esforço humano. eficiência temporal = eficácia / tempo. eficiência econômica = eficácia / custo.

19 Eficiência exemplos Objetivo:Fazer registros exatos dos pedidos feitos pelos clientes; - 99 % dos itens incluídos nos pedidos estão cem por cento corretos em todos os seus campos de especificação sem sobrecarga cognitiva de atenção e vigilância % dos pedidos são cadastrados em menos de 2 minutos

20 Satisfação (em geral subjetiva) mede a extensão pela qual os usuários estão livres de desconforto e avalia suas atitudes em relação ao uso do produto. Pode-se usar escalas de: desconforto ou gosto pelo uso produto; aceitação da carga de trabalho quando da realização de diferentes tarefas; extensão com quais objetivos particulares foram alcançados. Pode-se ainda usar: número de comentários positivos e negativos; taxas de absenteísmo; sobrecarga ou subcarga de trabalho físico ou cognitivo, problemas de saúde relatados; a freqüência com que os usuários requerem transferência para outro trabalho; leitura postural.

21 Categorias de medidas de usabilidade anexo B Usabilidade global podem ser especificadas para objetivos globais e para objetivos menores; ao selecionar medidas de usabilidade é necessário ignorar muitas funções – escolhendo as prioritárias

22

23 Categorias de medidas de usabilidade anexo B Medidas para propriedades desejáveis do produto medidas adicionais para propriedades particulares desejadas do produto Exemplos são dados na tabela B.2. as medidas dadas na tabela B.1 também podem ser usadas

24

25 Especificação e avaliação de usabilidade durante o projeto

26 Anexo C (informativo) Exemplo de uma especificação de requisitos de usabilidade Recomenda-se leitura do exemplo...


Carregar ppt "Iso9241 Parte 11 Orientações sobre usabilidade. Planejar para usabilidade, como parte de um projeto e desenvolvimento de produtos, envolve: uma identificação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google