A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Richard Smith. The inside view on writing for medical journals. 2001. Excitement.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Richard Smith. The inside view on writing for medical journals. 2001. Excitement."— Transcrição da apresentação:

1

2

3

4

5

6

7

8

9 Richard Smith. The inside view on writing for medical journals Excitement (wow) Importance Originality Relevance to the audience True Clearly written Engagingly written What do editors want?

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21 Whateer you think, good words, I think, were best Whateer you think, good words, I think, were best King John, act 5, sc.7

22 Para o homem de ciência, tão exato e preciso deve ser o raciocínio quanto exata e precisa a expressão falada ou escrita em que ele se exterioriza; o descuidado, o confuso e o impróprio significam o desconcerto e a confusão do pensamento. Plácido Barbosa, dicionarista e médico Para o homem de ciência, tão exato e preciso deve ser o raciocínio quanto exata e precisa a expressão falada ou escrita em que ele se exterioriza; o descuidado, o confuso e o impróprio significam o desconcerto e a confusão do pensamento. Plácido Barbosa, dicionarista e médico

23 Whateer you think, good words, I think, were best Whateer you think, good words, I think, were best King John, act 5, sc.7

24

25

26 Assunto não importante 1. Fatores gerais Assunto não original Assunto não apropriado para a revista Questões éticas Conflitos de interesse Resultados duvidosos Por que as revistas rejeitam Formatação de Artigos Científicos:

27 Hipótese pouco clara 2. Fatores metodológicos Delineamento inadequado Amostra muito pequena ou com vieses Referências inapropriadas ou defasadas Conclusões impróprias Estatística falha ou mal aplicada Por que as revistas rejeitam Formatação de Artigos Científicos:

28 Falta de organização 3. Fatores de apresentação ou estilo Texto mal escrito Tabelas mal feitas Resumo não estruturado, impreciso ou muito longo Referências fora das normas/estilo, excessivas Figuras desnecessárias Por que as revistas rejeitam Formatação de Artigos Científicos:

29 Três regras-chave Formatação de Artigos Científicos: Tenha algo importante, novo ou interessante para relatar (preferentemente todos os três…) Escolha o público-alvo correto (isto é, a revista certa). Escreva bem (e revise quantas vezes for preciso)! (Leia e escreva direto em inglês)

30 Noções essenciais Formatação de Artigos Científicos: Revistas costumam rejeitar trabalhos de padrão científico baixo! Conteúdo científico sensacional tende a ser aceito. A imensa maioria fica no meio... e é aí que a apresentação conta pontos (e muito). (mesmo se muito bem escritos…) (mesmo se mal escrito…até certo limite!)

31 Raríssimas boas revistas aceitam de primeira Pequenos fatores de formatação e redação fazem a diferença Artigos bem escritos têm maior chance de publicação… e de ser lidos! Habilidades para escrever vêm com a experiência Estrutura + estilo são (quase) tudo Formatação de Artigos Científicos: A imensa maioria fica no meio... …sobrevivendo na planície: Noções essenciais

32 Formatação de Artigos Científicos: Bons artigos sobre como escrever artigos científicos Recursos básicos

33

34

35

36

37

38 Formatação de Artigos Científicos: Bons artigos sobre como escrever artigos científicos Textos mais avançados sobre como escrever artigos científicos Recursos básicos

39

40 Wasted paper Contrary to what most people think, the real wasted paper is not those crumpled up sheets that get thrown into the waste paper basket. They are those bits of paper that should be in the waste paper basket, but have been sent out to readers instead. Word choice Avoid any temptation to show off (see false feedback loop) and dont be obsessed by monologophobia (see post spelling bee traumatic disorder). Select the words that will enable you to put your message across most effectively to your target audience. Keep everything simple: dont use a long word if a short one will do. Use nouns and verbs rather than adjectives and adverbs. Avoid tautology, flabby phrases, pompous words, gobbledegook and jargon. Fonte: Albert T. The A-Z of medical writing. London: BMJ Books; p. 139.

41 Formatação de Artigos Científicos: Bons artigos sobre como escrever artigos científicos Textos mais avançados sobre como escrever artigos científicos Requisitos Uniformes do ICMJE Recursos básicos

42

43

44

45

46

47

48

49

50

51

52 Formatação de Artigos Científicos: Bons artigos sobre como escrever artigos científicos Textos mais avançados sobre como escrever artigos científicos Requisitos Uniformes do ICMJE Dicionários e glossários Recursos básicos

53 Bacelar S, Galvão CC, Alves E, Tubino P. Expressões médicas. Glossário de dúvidas e dificuldades da linguagem médica. Brasília, DF: Universidade de Brasília;

54

55

56

57

58

59

60

61

62

63

64 Formatação de Artigos Científicos: Bons artigos sobre como escrever artigos científicos Recursos básicos Textos mais avançados sobre como escrever artigos científicos Requisitos Uniformes do ICMJE Dicionários e glossários Programas processadores de texto

65

66

67 Formatação de Artigos Científicos: Bons artigos sobre como escrever artigos científicos Recursos básicos Textos mais avançados sobre como escrever artigos científicos Requisitos Uniformes do ICMJE Dicionários e glossários Programas processadores de texto Programas gerenciadores de bibliografia

68

69

70

71

72 Formatação de Artigos Científicos: Bons artigos sobre como escrever artigos científicos Recursos básicos Textos mais avançados sobre como escrever artigos científicos Requisitos Uniformes do ICMJE Dicionários e glossários Programas processadores de texto Programas gerenciadores de bibliografia Intimidade com as bases de dados acadêmicas

73

74

75

76

77

78

79 Formatação de Artigos Científicos: Bons artigos sobre como escrever artigos científicos Recursos básicos Textos mais avançados sobre como escrever artigos científicos Requisitos Uniformes do ICMJE Dicionários e glossários Programas processadores de texto Programas gerenciadores de bibliografia Intimidade com as bases de dados acadêmicas Um bom ouvido, uma pele grossa e uma borracha

80 Comece a escrever cedo Antes de mais nada… Formatação de Artigos Científicos:

81 Comece a escrever cedo Pare, pense e planeje Antes de mais nada… Formatação de Artigos Científicos: O que eu tenho a dizer? Vale a pena dizê-lo? Qual é o melhor formato? Qual é o público? Onde é melhor publicar? Como posso usar melhor papel ou Internet?

82

83

84 Comece a escrever cedo Pare, pense e planeje Antes de mais nada… Formatação de Artigos Científicos: O que eu tenho a dizer? Vale a pena dizê-lo? Qual é o melhor formato? Qual é o público? Onde é melhor publicar? Como posso usar melhor papel ou Internet? Quais são as probabilidades de sucesso? Lembrar de escrever com alvo definido!

85 Comece a escrever cedo Verifique as instruções aos autores cuidadosamente Pare, pense e planeje Antes de mais nada… Formatação de Artigos Científicos:

86

87

88

89

90 Comece a escrever cedo Verifique as instruções aos autores cuidadosamente Pare, pense e planeje Antes de mais nada… Formatação de Artigos Científicos:

91 Comece a escrever cedo Quem serão os autores? Pare, pense e planeje Antes de mais nada… Formatação de Artigos Científicos: Verifique as instruções aos autores cuidadosamente

92 Comece a escrever cedo Quem serão os autores? Valha-se de trabalhos publicados Pare, pense e planeje Antes de mais nada… Formatação de Artigos Científicos: Verifique as instruções aos autores cuidadosamente

93 Comece a escrever cedo Quem serão os autores? Valha-se de trabalhos publicados Obtenha a aprovação de um comitê de ética Pare, pense e planeje Antes de mais nada… Formatação de Artigos Científicos: Verifique as instruções aos autores cuidadosamente

94 Revise a literatura (prepare as referências) Trabalhe na seqüência mais lógica Formatação de Artigos Científicos:

95

96

97

98

99

100 Revise a literatura (prepare as referências) Tabelas e figuras Resultados Métodos Discussão Introdução Resumo (abstract), título, palavras-chave Caixas de pontos-chave Trabalhe na seqüência mais lógica Formatação de Artigos Científicos:

101 A estrutura IMRaD Formatação de Artigos Científicos:

102

103 I keep six honest serving-men (They taught me all I knew) Their names are What and Why and When and How and Where and Who I keep six honest serving-men (They taught me all I knew) Their names are What and Why and When and How and Where and Who Rudyard Kipling: The Elephants Child A estrutura IMRaD Formatação de Artigos Científicos:

104 A estrutura IMRaD Formatação de Artigos Científicos:

105 Por que eu fiz… (quem, o quê) Como que eu fiz… (o quê) O que eu encontrei… (como, o quê) O que pode querer dizer… (como, onde) A estrutura IMRaD Formatação de Artigos Científicos:

106 Título Questões de frente (e fundos…) Formatação de Artigos Científicos:

107

108

109

110

111

112 Título Palavras-chave ou descritores Questões de frente (e fundos…) Formatação de Artigos Científicos:

113

114

115

116

117

118 Resumo ou abstract Título Questões de frente (e fundos…) Formatação de Artigos Científicos: Palavras-chave ou descritores Obedeça as normas! Conte a história toda (e de modo convincente) Não se afaste do original Dados coincidentes com os do texto

119 Resumo ou abstract Título Questões de frente (e fundos…) Formatação de Artigos Científicos: Palavras-chave ou descritores Obedeça as normas! Conte a história toda (e de modo convincente) Não se afaste do original Dados coincidentes com os do texto

120 Resumo ou abstract Título Caixas de pontos-chave Questões de frente (e fundos…) Formatação de Artigos Científicos: Palavras-chave ou descritores

121

122 Resumo ou abstract Título Caixas de pontos-chave Referências Agradecimentos Conflitos de interesse Carta de apresentação e página de rosto Questões de frente (e fundos…) Formatação de Artigos Científicos: Palavras-chave ou descritores

123 Exponha o texto Peça comentários dos coautores Críticas de colegas Críticas dos que certamente não concordarão? Aconselhamento com orientador Deixe dormir numa gaveta por um tempo e depois retome o texto Amadurecimento Formatação de Artigos Científicos:

124 Revise, revise e revise, tendo em vista: Use verificador ortográfico e revisão Acurácia Clareza Fidedignidade Brevidade Graça Humildade Polimento Formatação de Artigos Científicos:

125 Tire proveito máximo da pontuação Empresta força ao texto Sublinha os significados Poupa espaço Aprenda: Leia com ambos os ouvidos dois pontos vírgula ponto e vírgula travessão Alguns rudimentos de estilo Formatação de Artigos Científicos:

126 Palavras curtas Sentenças curtas Parágrafos curtos Alguns rudimentos de estilo Formatação de Artigos Científicos: Use Tire proveito máximo da pontuação

127 Jargão Abreviaturas Figuras de linguagem e expressões idiomáticas Use Evite Tire proveito máximo da pontuação Alguns rudimentos de estilo Formatação de Artigos Científicos:

128 Use Evite Prefira: Voz ativa à passiva Concreto ao abstrato Substantivos e verbos a adjetivos e advérbios Se escrever em inglês, anglo-saxão ao latim Tire proveito máximo da pontuação Alguns rudimentos de estilo Formatação de Artigos Científicos:

129 Em resumo… Formatação de Artigos Científicos: Não seja como o Calvin… busque sempre o:

130 curácia revidade lareza Como Escrever e Publicar um Artigo Científico Produzindo o Texto

131 Danilo Blank

132


Carregar ppt "Richard Smith. The inside view on writing for medical journals. 2001. Excitement."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google