A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Restart do Projeto Apresentação VI Seminário do Projeto UFRGS-GUARITA-FINEP Desenvolvido por: André Casagrande.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Restart do Projeto Apresentação VI Seminário do Projeto UFRGS-GUARITA-FINEP Desenvolvido por: André Casagrande."— Transcrição da apresentação:

1 Restart do Projeto Apresentação VI Seminário do Projeto UFRGS-GUARITA-FINEP Desenvolvido por: André Casagrande

2 Restart do Projeto GUARITA Objetivos: Fazer revisão geral sobre o Projeto: justificativas, metodologia, objetivos e resultados; Apresentar cronogramas (inicial e atual), refletir sobre alterações; Apresentar quadro geral de valores envolvidos; Apresentar o que se fez até aqui (fev/07) e os próximos passos: seminários, workshop, levantamento de materiais e bibliografias, reforma;

3 Restart do Projeto GUARITA Justificativa Necessidades do transporte de cargas exigem, constantemente, que sejam definidos os critérios sob os quais devam ser realizadas obras de modernização em unidades existentes. Essas intervenções têm o propósito de prolongar a vida útil das mesmas, mantendo o seu "status" legal. Na Região Sul do país há uma significativa movimentação de cargas perigosas através da navegação interior. Tratando-se de embarcação destinada ao transporte de produtos perigosos, recomenda-se que o conjunto seguinte seja identificado como resultante da integração de dois grupos de sistemas:

4 Restart do Projeto GUARITA EMBARCAÇÃO Sistemas básicos -Sist. estrutural; -Sist. propulsão/governo; -Sist. redes de casco/ máquinas; -Sist. geração/distrib. Energ.elétrica; -Sist. comb. Incêndios/ salvatagem; -Sist. Fundeio/ atracação; -Sist. instrumentação de navegação; -Sist. Câmara/ compartimentos habitáveis. Sistemas especiais -Sist. tanques de carga/resíduos; -Sist. redes de carga; -Sist. comb.incêndios na zona de carga; -Sist. de medição níveis e de coleta de amostras de carga; -Sist. de proteção individual dos oper.

5 Restart do Projeto GUARITA...Justificativa Com o tempo esses sistemas vão se submetendo ao desgaste e, à obsolescência decorrente do avanço tecnológico somado ao processo evolutivo. Tornam-se indispensáveis intervenções, muitas vezes profundas, denominadas de obras de modernização. Muitas vezes essas obras são executadas concomitantemente com outras determinadas por razões de ordem econômica, introduzindo alterações no porte e/ou agregando capacidade para outras cargas, nestes casos denominadas conversões. Nas embarcações de Navegação Interior essas intervenções são facilitadas pela simplicidade e pelas características dos materiais e equipamentos empregados na sua construção. Tais condicionantes determinam que o tratamento técnico a ser empregado na determinação da sobrevida dessas embarcações mereça estar fundamentado em critérios diferenciados em relação aos adotados para as embarcações marítimas

6 Restart do Projeto GUARITA...Justificativa A realização de obras de modernização dessas embarcações da Classe de Navegação Interior proporciona, maior sobrevida em condições técnicas e econômicas aceitáveis. Elas repercutem na determinação de uma "nova idade de referência" ou "idade equivalente" como indicador. Trata-se de um novo código de linguagem para atender necessidades novas de armadores, avaliadores, embarcadores, seguradoras e autoridades normativas. Esse é o propósito do presente projeto, cujos benefícios poderão atingir mais de unidades pertencentes à frota brasileira de embarcação da Classe de Navegação Interior.

7 Restart do Projeto GUARITA Metodologia Será dividida em etapas, as quais podem ser concomitantes ou não, conforme o seguinte: a) Análise e compilação de normas / bibliografias que possa subsidiar as tarefas a serem desenvolvidas; b)Instrumentação e medição de navio(s), podendo ser o próprio NT Guarita entre outros, que será(ão) considerado(s) como padrão(ões) para determinar ações típicas a serem utilizadas nas análises numéricas e nos critérios das recomendações a serem realizadas: A intenção nesta etapa seria conseguir caracterizar através de medição e monitoramento de embarcações os diferentes sistemas existentes, definindo as situações de carregamentos, movimentação, operação e funcionamento de todos eles para diversas situações, tanto navegando quanto parado. c) Criação de modelos de elementos finitos de diferentes niveis de complexidade que permitam avaliar global e/o localmente as respostas esperadas no navio objeto de nosso estudo:

8 Restart do Projeto GUARITA...Metodologia d)Realização da Readecuação de um dos navios da Instituição Interveniente - Navegação Guarita. Desta forma, alguns sub-itens podem ser citados, que são: d1)Inspeção com mapeamento de todos os sistemas da embarcação; d2)Determinação dos desvios destes sistemas em relação ao original; d3)Parada da embarcação para correção destes desvios e acréscimo das exigências faltantes; d4)Recolocação em funcionamento da embarcação com nova inspeção e mapeamento de todos os sistemas; d5)Determinação dos desvios resultantes e) A partir da experiência adquirida nas etapas anteriores serão propostas mudanças nas normas existentes para mar aberto com o objetivo de adequar-las ao caso navegação interior: Elaborando um texto que permita caracterizar e determinar as ações a serem tomadas em casos de renovação de embarcações gerais de navegação interior.

9 Restart do Projeto GUARITA Objetivo Geral(Objeto da Proposta) Determinar Critérios de análise dos sistemas das embarcações para avaliação do estado e determinação da vida residual de cada sistema, orientando as revisões de projeto e a extensão das obras de modernização a partir dos quais estariam resgatadas as qualidades da embarcação em termos de equivalência em qualidade relativas às construções mais modernas.

10 Restart do Projeto GUARITA Resultados Esperados -determinação de critérios para determinação de idade equivalente para embarcações de transporte interior -criar critérios para serem incluidos na forma de uma norma regulamentadora -Publicações em periódicos nacionais/internacionais e congressos modernização de uma embarcação de aprox. 20 anos, objeto deste estudo (NT Guarita) -Criação de grupo especializado em adequação de embarcações antigas de navegação interior -realização de modelos numéricos complexos com comparações de análises experimentais -trabalhos de conclusão, dissertações de mestrado, teses de doutorado -criação de massa crítica para inspeção de embarcações -critérios para determinação do valor da embarcação reformada ou modificada -critérios para cobertura de riscos e estabelecimentos de prêmios de seguros -critérios para uso e aplicação em embarcações com idade superior a 15 anos

11 Restart do Projeto GUARITA Cronograma inicial & Cronograma atual

12 Restart do Projeto GUARITA O que foi feito: 1 workshop apresentado pelos Engenheiros da Guarita introduzindo assuntos relacionados à navegação, projeto e construção de embarcações, nomenclaturas, etc. 1 workshop apresentado pelo Engenheiro Ivan e outros sobre arquitetura naval; 5 seminários sobre temas relacionados: nomenclaturas, normam 02, arquitetura naval, BCH e IBC code, introd. BV; I GMAp Offshore;

13 Restart do Projeto GUARITA O que falta fazer (curto prazo): Seguir o cronograma de metas; Revisão bibliográfica geral. Levantar material bibliográfico nacional e importado; Finalizar obras GMAp; Levantar dados sobre cursos, palestras, seminários, congressos referentes ao tema; Contato com instituições (BV, ) para apresentação das idéias, solicitar cursos, etc; Programar viagem junto à embarcação; Programar o que poderá ser realizado em termos experimentais na parada do navio???


Carregar ppt "Restart do Projeto Apresentação VI Seminário do Projeto UFRGS-GUARITA-FINEP Desenvolvido por: André Casagrande."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google