A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Compostos Halogenados, Nitrogenados e demais funções Prof.: Renê Machado.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Compostos Halogenados, Nitrogenados e demais funções Prof.: Renê Machado."— Transcrição da apresentação:

1 Compostos Halogenados, Nitrogenados e demais funções Prof.: Renê Machado

2 COMPOSTOS HALOGENADOS

3 HALETOS São compostos orgânicos que derivam dos hidrocarbonetos, pela substituição de um ou mais hidrogênios, por átomos de halogênio (F, C, Br ou I). FÓRMULA GERAL: R – X onde, X = F, C, Br ou I

4 NOMENCLATURA a) NOMENCLATURA OFICIAL OU I.U.P.A.C. Considera-se o halogênio como sendo um simples radical do hidrocarboneto. NOME DO HALOGÊNIO – HIDROCARBONETO

5 b) NOMENCLATURA USUAL OU VULGAR Usa-se o nome do halogênio com a terminação ETO, seguido da preposição de e o nome do radical ligado ao halogênio. ETO DE A NOME DO HALOGÊNIO NOME DO RADICAL LIGADO AO HALOGÊNIO

6 Exemplos:

7 HALETOS DE ACILA São compostos orgânicos que possuem o grupo funcional - COX, onde X é um halogênio ( F, C, Br ou I). Assim, os haletos de ácidos são derivados dos ácidos carboxílicos., pela substituição da hidroxila do grupo funcional - COOH, por um átomo de halogênio. FÓRMULA GERAL: FÓRMULA GERAL: Onde, X = F, C, Br ou I

8 NOMENCLATURA a) NOMENCLATURA OFICIAL OU I.U.P.A.C. Usa-se do nome do halogênio com a terminação ETO seguido do nome OFICIAL do ácido carboxílico correspondente, substituindo-se o sufixo ICO do ácido por ILA. Usa-se do nome do halogênio com a terminação ETO seguido do nome OFICIAL do ácido carboxílico correspondente, substituindo-se o sufixo ICO do ácido por ILA. b) NOMENCLATURA USUAL OU VULGAR Usa-se do nome do halogênio com a terminação ETO seguido do nome USUAL do ácido carboxílico correspondente, substituindo-se o sufixo ICO do ácido por ILA. NOME DO HALOGÊNIO ETO DE ILA NOME DO ÁCIDO CORRESPPONDENTE SEM ICO

9 Exemplos:

10 COMPOSTOS NITROGENADOS

11 AMINAS As aminas derivam do amoníaco, NH 3, pela substituição, parcial ou total, de seus átomos de hidrogênio por radicais,monovalentes derivados dos hidrocarbonetos. Conforme o número de átomos de hidrogênio substituídos do NH 3, as aminas poderão apresentar as seguintes fórmulas gerais: FÓRMULA GERAL: FÓRMULA GERAL:

12 NOMENCLATURA a) NOMENCLATURA OFICIAL OU I.U.P.A.C. Usa-se o nome do hidrocarboneto correspondente trocando-se a terminação o por amina. Em cadeias com três ou mais átomos de carbono, deve-se indicar a localização do grupamento amino. As aminas secundárias e terciárias, os radicais ligados ao nitrogênio devem ser indicados com o prefixo N. As aminas aromática são denominadas anilinas.

13 b) NOMENCLATURA USUAL OU VULGAR Usa-se os nomes dos radicais ligados ao nitrogênio com a terminação amina. Usa-se os nomes dos radicais ligados ao nitrogênio com a terminação amina.

14 Exemplos:

15 Exemplos:

16 AMIDAS São compostos orgânicos. derivados dos ácidos carboxílicos, pela substituição da hidroxila do grupo funcional, pelo grupo amino ( NH 2 ) FÓRMULA GERAL: FÓRMULA GERAL:

17 NOMENCLATURA a) NOMENCLATURA OFICIAL OU I.U.P.A.C. Usa-se o nome OFICIAL do ácido carboxílico correspondente (sem a palavra ÁCIDO) trocando a terminação ÓICO pela palavra AMIDA. O carbono do grupamento funcional é o carbono 1 da cadeia principal. b) NOMENCLATURA USUAL OU VULGAR Usa-se o nome USUAL do ácido carboxílico correspondente (sem a palavra ÁCIDO) trocando a terminação ICO pela palavra AMIDA.

18 Exemplos:

19 Quando a amida apresenta algum grupo alquila ou arila, ligado ao nitro­ gênio, o nome do radical é precedido da letra N. Assim a prefixo N indica que o radical está ligado diretamente ao nitrogênio. Exemplos:

20 NITROCOMPOSTOS São compostos orgânicos derivados dos hidrocarbonetos, pela substituição de um ou mais átomos de hidrogênio pelo radical NITRO (– NO 2 ). FORMULA GERAL: R – NO 2

21 NOMENCLATURA Escreve-se a palavra NITRO seguida nome do hidrocarboneto de origem.

22 Exemplos:

23 NITRILAS São compostos orgânicos que apresentam o grupamento funcional cianeto, ( – C N ou – CN ) na extremidade da cadeia. FORMULA GERAL: R – C N R – C N

24 NOMENCLATURA a) NOMENCLATURA OFICIAL OU I.U.P.A.C. a) NOMENCLATURA OFICIAL OU I.U.P.A.C. Usa-se o nome do hidrocarboneto correspondente seguido da palavra nitrila

25 b) NOMENCLATURA USUAL OU VULGAR Usa-se a palavra cianeto seguido da preposição de e o nome do radical ligado ao radical – C N.

26 Exemplos:

27 OUTROS COMPOSTOS

28 ÁCIDOS SULFÔNICOS São compostos orgânicos resultantes da substituição da hidroxila do acido sulfúrico, por um radical orgânico. FORMULA GERAL: FORMULA GERAL: R – SO 3 H ou Ar - SO 3 H R – SO 3 H ou Ar - SO 3 H

29 Escreve-se a palavra ÁCIDO seguida do nome do hidrocarboneto correspondente e a palavra sulfônico. NOMENCLATURA

30 Exemplos: Exemplos: CH 3 – SO 3 H CH 3 – SO 3 H Ácido metano sulfônico CH 3 – CH 2 – CH – CH 3 | SO 3 H SO 3 H Ácido 2 – butano sulfônico

31 REAGENTES DE GRIGNARD São compostos organometálicos que possuem o elemento magnésio FORMULA GERAL: FORMULA GERAL: onde, X = halogênio onde, X = halogênio

32 NOMENCLATURA Usa-se o nome do halogênio com a terminação eto seguido da preposição de e do nome do radical orgânico e da palavra magnésio. Exemplos:

33 COMPOSTOS DE FUNÇÕES MISTAS São compostos que possuem dois ou mais grupos funcionais. Como esses compostos possuem mais de um grupo funcional,é necessário, antes de lhe dar o nome, definir a sua função principal. As demais funções serão chamadas secundárias e farão parte dos radicais. A ordem de preferência, segundo a I.U.P.A.C., é: Ácido, amida, éster, nitrilo, aldeído, cetona, amina, álcool, éter, haleto.

34 Exemplos:

35 SÉRIES ORGÂNICAS Em razão do grande número de compostos orgânicos, muitos deles apresentam apenas uma pequena diferença entre suas fórmulas. Geralmente essa fórmula é representada por grupos de átomos, o que escrever a fórmula de todos esses compostos em uma série.

36 SÉRIES HOMÓLOGAS Uma série de composto que pertencem à mesma função orgânica, mas diferem entre si por um grupo CH 2. Série Homóloga dos Alcanos.

37 SÉRIES ISÓLOGAS É uma série de composto que pertencem à mesma função orgânica, mas diferem entre si por dois átomos de hidrogênio. Série Isóloga dos hidrocarbonetos.

38 SÉRIES HETERÓLOGAS É uma série de composto que pertencem à diferentes função orgânica, mas derivam do mesmo hidrocarboneto, ou seja, possuem o mesmo número de átomos de carbono. Série Heteróloga derivada do etano Série Heteróloga derivada do etano


Carregar ppt "Compostos Halogenados, Nitrogenados e demais funções Prof.: Renê Machado."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google