A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Tecnologias Web Prof. Msc. Juliano Gomes Weber Tecnologias Web Notas de Aula – Aula 01 1º Semestre – 2011 UNIJUÍ.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Tecnologias Web Prof. Msc. Juliano Gomes Weber Tecnologias Web Notas de Aula – Aula 01 1º Semestre – 2011 UNIJUÍ."— Transcrição da apresentação:

1 Tecnologias Web jgw@unijui.edu.br Prof. Msc. Juliano Gomes Weber (jgw@unijui.edu.br) Tecnologias Web Notas de Aula – Aula 01 1º Semestre – 2011 UNIJUÍ – DETEC – Ciência da Computação

2 Tecnologias Webjgw@unijui.edu.br Apresentações: Professor; Profissão; Sistemática de avaliação; Disciplina; Introdução às tecnologias Web: Conceitos básicos de comunicação em rede e temas relacionados à Internet; Objetivo da aula de hoje

3 Tecnologias Web jgw@unijui.edu.br Sobre o Professor Formação acadêmica: Bacharel em informática UNIJUI – 2001; Mestre em Computação - UFSM - Universidade Federal de Santa Maria – 2009;

4 Sistemática de avaliação Avaliação contínua e individual; Participação em aula; Provas; Trabalhos individuais;

5 Tecnologias Web jgw@unijui.edu.br Ciência da computação! Mundo tecnológico Graduação Identidade !! Teoria? Prática? Preparação para tecnologias vindouras ! Aos ingressantes: Ensino superior, parabéns!

6 Tecnologias Web jgw@unijui.edu.br Tecnologias Web? Internet? Disciplina = Tecnologias Web (www) WORLD (mundial) WIDE (grande, extensa) WEB (teia) Qual a relação entre WEB e INTERNET?

7 Tecnologias Web jgw@unijui.edu.br Web? Internet? Web é um dos serviços disponíveis na INTERNET, assim como e-mail, transferência de arquivos....entre

8 Tecnologias Webjgw@unijui.edu.br Definições Internet, Intranet, Extranet Protocolos de Rede Modelo cliente-servidor Serviços na Internet? Web? DNS: Domain Name System Email Entidades regulamentadoras da Internet Tópicos abordados na aula de hoje

9 Tecnologias Web jgw@unijui.edu.br História da Internet (ARPA e ARPANET) Para estudarmos tecnologias web primeiramente vamos entender em qual contexto ela está presente; INTERNET

10 Tecnologias Web jgw@unijui.edu.br História da Internet (ARPA e ARPANET) Em 1969, a ARPA, do departamento de defesa dos EUA, construiu uma rede experimental de computadores chamada ARPAnet. Com o tempo, a ARPAnet cresceu, se adaptou aos desenvolvimentos tecnológicos e foi dividida em militar e civil. No início a rede era chamada de NSFnet e em 1987 passou a se chamar Internet.

11 Tecnologias Web jgw@unijui.edu.br História da Internet no Brasil A RNP foi criada em setembro 1989 pelo Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) com o objetivo de construir uma infra-estrutura de rede Internet nacional de âmbito acadêmico; Inicialmente, a Internet era restrita a usuários de instituições acadêmicas e de pesquisa; A partir de 1995, tornou-se disponível para instituições governamentais e privadas.

12 Tecnologias Web jgw@unijui.edu.br Internet A INTERNET é uma interconexão de diversas redes através de linhas de alta capacidade chamadas Backbones, construídos para comportar o grande tráfego de informações que circulam na Internet. Um Backbone é uma estrutura básica para transmissão de dados na Internet extremamente veloz, são as espinhas dorsais do tráfego.

13 Backbone Considerada a espinha dorsal da internet, onde todas as redes se encontram, através da estrutura física, que interliga diversas empresas de telecomunicação. No Brasil, os backbones mais conhecidos são: Backbone da Embratel (Comercial), Backbone da RNP(rede nacional de Pesquisa e Ensino)rede mantida pelo governo federal.

14 Backbone RNP

15 Tecnologias Web jgw@unijui.edu.br Intranet vs Extranet Uma INTRANET é uma INTERNET interna. Os protocolos e as regras são os mesmos da Internet, com a diferença que se trata de uma rede fechada da empresa, disponível somente à determinado grupo de pessoas conectados a ela. As informações disponíveis na INTRANET são informações corporativas, geralmente de natureza proprietária. A EXTRANET é um grupo de intranets interconectadas. As empresas que fazem negócios entre si podem formar extranets para compartilhar determinados tipos de informação. Exemplo próximo: Empresa Sadia;

16 Tecnologias Webjgw@unijui.edu.br Modelo Cliente-Servidor Todos os dados e lógica de negócios são concentrados em um (ou mais) servidores; Manutenção facilitada; o clientes não precisam ser atualizados; Escalabilidade: novos servidores podem ser incluídos para aumentar performance da aplicação; Múltiplos clientes com acesso ao mesmo conjunto de informações (eg.browser, celular, aplicações stand- alone); Problema: depende da rede

17 Tecnologias Webjgw@unijui.edu.br Modelo Cliente-Servidor (Cont.)

18 Tecnologias Web jgw@unijui.edu.br Modelo Cliente-Servidor (Cont.) Nosso foco (TW) Outro momento do curso...... Outro momento do curso......

19 Tecnologias Web jgw@unijui.edu.br Servidor Web Um programa de computador responsável por receber requisições HTTP dos clientes e devolver conteúdo, geralmente páginas HTML Apache e IIS são programas bastante conhecidos

20 Tecnologias Webjgw@unijui.edu.br Os protocolos padrão TCP/IP (principais) TCP IP HTTP POP3 IMAP SMTP FTP UDP DHCP TELNET

21 TCP ( Transmission control protocol) Protocolo de controle de transmissão Responsável pelo transporte de pacotes Eficiente

22 IP ( Internet Protocol ) Protocolo para Interligar Redes Usado para endereçar as estações, permitindo que estes possam comunicar através de uma rede. Também tem a função de endereçar os pacotes antes de serem enviados na rede.

23 HTTP (Hiper text transfer Protocol) Protocolo de transferência de hipertextos Faz a comunicação entre o navegador e as páginas da internet. Interpreta o código HTML.

24 POP ou POP3 (Post office protocol ) IMAP ( Interactive mail access protocol) Protocolo de acesso a mensagens internet. Responsável pelo recebimento de e-mails. Não transfere as mensagens lidas, as mensagens permanecem no servidor. Protocolo de correio eletrônico (e-mail). Responsável pelo recebimento de e-mails. Transfere as mensagens lidas para o computador do usuário.

25 FTP (File transfer protocol) Protocolo de Transferência de arquivos Usado para transferência interativa de arquivos (upload e download) Somente Arquivos completos

26 SMTP ( Simple mail transfer protocol) Protocolo de transferência de correio simples Responsável por enviar mensagens de correio eletrônico

27 UDP ( User Datagram protocol) Protocolo de datagrama de usuário Entrega rápida de pacotes Inconsistente

28 TELNET Protocolo que permite o acesso remoto

29 Alguns serviços que utilizam a Internet WWW ( World Wide Web ) Serviço de navegação em páginas. Correio eletrônico Serviço de mensagens através de um endereço eletrônico ( E-mail ) Troca de Mensagens instantâneas Voip ( Voz através de pacotes IP ) Serviço comunicação de VOZ utilizando a estrutura da Internet. Telefonia via Internet.

30 Programas para utilizar os serviços Navegadores: Internet Explorer, Mozilla firefox, Ópera e outros. Utilizam o Serviço de navegação em páginas. Outlook Express, Microsoft Outlook, Mozilla Thunderbird, Notes e outros. Utilizam o Serviço de mensagens através de um endereço eletrônico ( E-mail ).

31 Programas para utilizar os serviços MSN e IRC( internet relay chat)- Utilizam o serviço de troca de Mensagens instantâneas. SKYPE – Programa que utiliza o Serviço comunicação de VOZ utilizando a estrutura da Internet. Telefonia via Internet.

32 Tecnologias Web jgw@unijui.edu.br Navegadores (Browsers) Internet Explorer Mozilla Firefox Google Chrome Opera Safari

33 Tecnologias Webjgw@unijui.edu.br Servidor de Nomes de Domínio (DNS) Domínio Nome que serve para localizar e identificar conjuntos de computadores na Internet. O nome de domínio foi concebido com o objetivo de facilitar a memorização dos endereços de computadores na Internet. Sem ele, teríamos que memorizar uma sequência grande de números. DNS DNS é a sigla para Domain Name System ou Sistema de Nomes de Domínios. É uma base de dados hierárquica, distribuida para a resolução de nomes de domínios em endereços IP e vice-versa.

34 Tecnologias Webjgw@unijui.edu.br URL (Unified Resource Locator) Indica a localização de um determinado recurso O recurso pode ser um arquivo, um diretório ou até mesmo uma impressora Uma URL pode ser relativa ou absoluta Outros exemplos de URLs file:///c:/windows/paginas/pagina.html ftp://ftp.novell.com/pub/ news:comp.internet.html localizaçãométodo de acesso recurso http://g1.globo.com/g1/tecnologia/

35 Tecnologias Webjgw@unijui.edu.br Site – Home Page Uma página Web é um elemento específico de uma apresentação na Internet A primeira página de uma apresentação é chamada de home page. Uma apresentação da Web é um conjunto de páginas estruturadas sobre um determinado conteúdo Texto, imagens, ilustrações, diagramas contidos nas páginas são estruturados sob um determinado endereço, conhecido como site A home page é a porta de entrada para o site; HOME PAGE E AS PÁGINAS DINÂMICAS;

36 Tecnologias Webjgw@unijui.edu.br Email – Definições O primeiro programa para manipulação de email foi criado em 1972 por Larry Roberts; O caracter @ (arroba) divide o nome e o servidor que hospeda a conta. Em inglês, lê-se at: usuario@dominio, onde usuario é o identificador da caixa postal (espaço de armazenamento) e dominio é o serviço que concentra várias caixas postais ou contas de email. Cliente de email: Programas cuja principal funcionalidade é receber/enviar email. Ex: Outlook, Lotus, Firebird Webmail: Acesso a uma conta de email através do navegador;

37 Tecnologias Webjgw@unijui.edu.br Órgãos Regulamentadores W3C (World Wide Web Consortium) é um consórcio internacional criado em 1994 com a missão de definir padrões e guias de utilização de linguagens e protocolos O W3C criou (e mantém) as especificações da linguagem HTML

38 Tecnologias Webjgw@unijui.edu.br Órgãos Regulamentadores no Brasil sites http://cgi.br/ http://nic.br/ http://registro.br/

39 Tecnologias Web jgw@unijui.edu.br Órgãos Regulamentadores no Brasil CGI.br (Comitê Gestor da Internet no Brasil) Criado em 1995, tem o objetivo de coordenar e integrar todas as iniciativas de serviços Internet no país, promovendo a qualidade técnica, a inovação e a disseminação dos serviços ofertados. nic.br (Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR) Implementa as decisões e os projetos do Comitê Gestor da Internet no Brasil - CGI.br registro.br (Registro de Domínios para Internet no Brasil) Criado em 1995, o Registro.br é o executor de algumas das atribuições do CGI, entre as quais as atividades de registro de nomes de domínio, a administração e a publicação do DNS para o domínio.

40 Tecnologias Webjgw@unijui.edu.br Atividade prática: Pesquisa de domínios Acesse o site do Registro BR e pesquise a disponibilidade dos domínios: http://www.unijui.edu.br/ http://www.terra.com.br/ http://www.google.com.br/ http://www.clicrbs.com.br Descubra os responsáveis pelos domínios que já estiverem registrados; WHOIS Aproveitando a visita ao site do Registro BR, escreva um documento com o passo-a-passo para o registro de um domínio;

41 Tecnologias Webjgw@unijui.edu.br Atividade prática: continuação Faça um estudo detalhado sobre os tipos de domínios (extensões) passíveis de registro, exemplo:.com.com.br.net.. Entregar a atividade prática no portal de forma individual, até a aula 2;


Carregar ppt "Tecnologias Web Prof. Msc. Juliano Gomes Weber Tecnologias Web Notas de Aula – Aula 01 1º Semestre – 2011 UNIJUÍ."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google