A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PESCA EM ÁGUAS PROFUNDAS XXVII TEMPO QUARESMAL O SANTO DOS SANTOS (Lc 15, 11-32)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PESCA EM ÁGUAS PROFUNDAS XXVII TEMPO QUARESMAL O SANTO DOS SANTOS (Lc 15, 11-32)"— Transcrição da apresentação:

1 PESCA EM ÁGUAS PROFUNDAS XXVII TEMPO QUARESMAL O SANTO DOS SANTOS (Lc 15, 11-32)

2 As preocupações com as coisas do mundo não estão permitindo ao Homem tomar conhecimento das mensagens que Jesus Cristo continua pregando através dos seus discípulos. Mensagens simples, como aquelas em que manda oferecer a face direita se alguém bater na esquerda (Mt 5,39)... Ou amar e orar pelos inimigos (Mt 5,44)... Ou dar tudo o que possui aos pobres para segui-lo (Mt 19, 21)... Ou renunciar- se a si mesmo (Mt 16, 24-28)...

3 Estas orientações parecem ingênuas no mundo de hoje, tal o pragmatismo que impera na sociedade. Contudo, se praticadas com dedicação, são o único caminho para alcançar-se a Felicidade, pois fundamentam de amor a nossa vida, as de nossos familiares, amigos, colegas, vizinhos, próximos, enfim, da comunidade humana... Tudo se resume em amar a Deus acima de tudo e ao próximo como a nós mesmos(Lc 10, 25-37)...

4 Vou lhe confiar um segredo, que, na verdade, já é público e notório. Amo Jesus Cristo com toda força do meu coração. Minha alma suspira por ele toda hora! Antes eu tinha vergonha de dizer que o amava, pois como posso amar um homem semelhante a mim?

5 Sim, como dizer que amo um homem?... Ora, Jesus Cristo é um homem! O que as línguas maledicentes vão dizer? Logo eu, um macho de fibra, respeitado por todos, nome a zelar, nem pensar em dizer que amo um homem!... Porém, no silêncio da madrugada, ajoelhado em meu quarto, queria exclamar baixinho, Jesus, meu Senhor e meu Deus, eu te amo, minha língua prendia, se enrolava toda na boca, me engasgava, minha mente anuviava, e não saía nada, nem mesmo um balbúcio. Alguma coisa dentro de mim era mais forte do que eu. Mas o seu amor iluminou os recônditos do meu coração e fui libertado das garras malignas do preconceito, da hipocrisia, da mediocridade. Minha língua soltou-se. Minhas declarações amorosas passaram a fluir livremente. Minha vida transformou-se e tornei-me um homem novo. No sacrário na igreja, ajoelhado e compungido, frente a frente com ele, pedi-lhe perdão e chorei agradecido. Chorei muito e várias vezes. Hoje, tremo diante dele, tal a minha insignificância! O seu amor por mim é infinito, diante dele sou nada...

6 Essa atitude de Deus não é de quem nos ama desesperadamente? Pois é. Deus ama você. Diga-lhe que o ama também, não da boca para fora, mas com todas as suas forças, para todo mundo ouvir, de cima dos telhados... Sinta a liberdade e a segurança de ser seu filho também! Jesus Cristo é Deus feito homem. O Criador de todas as coisas no meio dos homens! Que quis nascer de uma virgem mulher! Quis ser semelhante e imagem do homem, sua criatura. Quis ter uma mãe como homem para usufruir do amor materno. Quis viver na carne as agonias humanas geradas pelas tentações do mundo para mostrar aos homens a maneira de como vencê-las e tornarem-se seus filhos...

7 A casa dele está sempre de portas abertas e, lá dentro, como um paizão, lhe espera amorosa e pacientemente. Espera o filho que se perdeu ofuscado pelas luzes luxurientas da cidade...

8 Entre, fale com Ele. Adore-o. Louve-o. Ele gosta de ser louvado. De ser elogiado. Ora, qual é o Pai que não gosta? Diga-lhe que o ama, que o tem sempre no coração. Seja-lhe íntimo. Confie-lhe suas alegrias e angústias. Passe-lhe o fardo que carrega. Você sabia que ele nunca deixou de atender um filho sequer, principalmente daqueles que estão perdidos? Ele tem sempre uma resposta de incentivo paternal a dar e uma festa a realizar pelo reencontro... Mas isto não basta. Quando você terminar o colóquio amoroso com ele e sair do templo, distribua as graças que recebeu dele. Estas graças não são para ficarem guardadas dentro de você. Distribua-as aos irmãos que perambulam lá fora no mundo, sem rumo, sem esperança, maltratados, esquecidos!... Você pode distribuí-las através de um sorriso afetuoso, de uma palavra de conforto, de um copo com água, de um prato de comida, de um par de roupa mesmo usada... Este é o amor que ele quer de nós, que todos sejamos irmãos!... Eliezer de Oliveira Martins Obs: O autor é diácono da Arquidiocese de Santa Maria de Belém do Grão Pará, Amazônia do Brasil. Esses fatos são uma adaptação dos narrados em link FONTE DE VIDA, Em Águas Profundas. Musical: Only A Memory, Yanni


Carregar ppt "PESCA EM ÁGUAS PROFUNDAS XXVII TEMPO QUARESMAL O SANTO DOS SANTOS (Lc 15, 11-32)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google