A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Epidemiologia Indicadores de Saúde. 1950 – ONU: Mensuração dos níveis de vida (natalidade, mortalidade, morbidade, estado nutricional, nível educacional,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Epidemiologia Indicadores de Saúde. 1950 – ONU: Mensuração dos níveis de vida (natalidade, mortalidade, morbidade, estado nutricional, nível educacional,"— Transcrição da apresentação:

1 Epidemiologia Indicadores de Saúde

2 1950 – ONU: Mensuração dos níveis de vida (natalidade, mortalidade, morbidade, estado nutricional, nível educacional, condições de trabalho, etc). Permitiram avaliar a qualidade de vida de uma população. Indicadores de Saúde – Medidas que expressam o nível de saúde de uma população. São utilizados na identificação dos principais problemas de saúde pública.

3 Porque quantificar? 1.Favorece o estudo da dinâmica da doença – Presença ou ausência, aumenta ou diminui 2.Informa localização do agente – Atual, passada e futura (tendência) 3.Informa sobre possível origem/causas 4.Informa sobre o estado de saúde da população 5.Determina e direciona medidas de combate 6.Permite estimar o impacto econômico

4 Indicadores de Saúde Classificados em três grupos: Se referem diretamente a saúde de indivíduos ou populações (mortalidade, morbidade, estado nutricional, exposição a fatores de risco) Indicadores ambientais ( condições de saneamento, acesso a água tratada, qualidade do ar) Serviços de saúde (disponibilidade de profissionais de saúde, acesso aos serviços de saúde)

5 Indicadores de Saúde Principais indicadores – Prevalência – Incidência Indicadores secundários – Morbidade – Mortalidade – Letalidade

6 Subconjuntos da população O – Óbitos G – Casos Graves D – Doença I – Infecção E – Exposição P – População

7 Indicadores de Saúde Mortalidade = O/P Incidência (e prevalência) de doença = D/P Incidência (e prevalência) de infecção = I/P Patogenicidade = D/I Virulência = G/D Letalidade = O/D

8 Prevalência E o numero de casos de doença na população Em um determinado momento O denominador é a população de risco Ideia do momento em que feita a pesquisa CP = _N° de casos novos + antigos da doença/período_ População da área/período

9 Incidência Numero de novos casos de doença na população em um determinado período – Ex: No RS OCORRERAM 8 (novos) CASOS DE FEBRE AMARELA ENTRE JAN-ABRIL/2009 Expresso em frequência (%) relativa Saber se esta aumentando ou diminuindo CI = N° casos novos da doença/período________ N° indivíduos expostos ao risco da doença/período

10 Exemplo O município X que tem um rebanho de , possui atualmente 1500 bovinos portadores de Brucelose. No ano de 2012, 96 novos casos foram registrados na cidade 1. Calcule o coeficiente de prevalência de portadores de Brucelose em X? R: 1500 x 100 = 0,55% Qual a incidência no ano de 2012? R: 96 (2012) x 100 = 0,035% novos casos no ano (2012)

11 Morbidade Relação entre indivíduos sãos e doentes Refere-se a uma população predefinida – Localização, intervalo de tempo e abrangência do estudo Coeficiente Morbidade = n° casos da doença/período população da mesma área/período Patogenicidade (D/I) e Transmissibilidade (D/P)

12 Mortalidade Probabilidade de qualquer indivíduo da população de morrer, em determinado local e tempo % animais que vão a óbito em um tempo X e local Y Coeficiente de Mortalidade= n° de óbitos/período população da mesma área/período

13 Letalidade % de doentes que vão a óbito Gravidade Coeficiente de Letalidade= n° de óbitos/período nº de doentes /período

14 Exercício Durante 1 (um) ano foi realizado um estudo para determinar a soroprevalência de Cinomose em uma população de caninos não vacinados de um bairro, estimada em 1000 animais. Dessa forma, 470 amostras de soro tiveram títulos de Ac para o vírus. Após as coletas os pesquisadores constataram que 100 animais do bairro apresentaram sinais clínicos e 47 destes morreram comprovadamente de cinomose. Pergunta-se: 1. Qual a soroprevalência para cinomose detectada pelo estudo nessa população? 2. Calcule a incidência de cinomose no ano após as coletas. 3. Qual a morbidade, mortalidade e a letalidade?

15 1) Qual a soroprevalencia para cinomose detectada pelo estudo nessa população? R: 470 x 100 =47% ) Calcule a incidência de cinomose no ano apos as coletas. R: 100 x 100 = 18,86% ao ano Qual a morbidade (a), mortalidade (b) e a letalidade (c)? Ra: 100 x 100 = 18,86% 530 Rb: 47 x 100 = 8,86% 530 Rc: 47 x 100 = 47% 100

16 1- Assinale P (prevalência) ou I (incidência) abaixo: a. Inquérito para avaliar uso de uma avermectina entre os cães que vão para a Região dos Lagos durante o Carnaval: _____ b. Registro de eventos adversos em um grupo de animais nas duas horas que se seguem a colocação de uma coleira repelente: _____ c. Inquérito sobre uso de vacina entre cães de diferentes comunidades do Rio de Janeiro: _____ d. Levantamento da situação das parasitoses intestinais entre os cães domiciliados no bairro da Penha no município do Rio de Janeiro por meio de estudo coproparasitológico: _____ 2- O risco de adquirir uma doença é medido pela: a. Incidência b. Incidência X duração média da doença c. Incidência : prevalência d. Prevalência e. Prevalência X duração média da doença

17 3. Quando um novo tratamento que previne a morte por determinada doença, mas não a cura, é desenvolvido, o que deverá acontecer: a. A prevalência da doença diminuirá b. A incidência da doença aumentará c. A prevalência da doença aumentará d. A incidência da doença diminuirá e. Incidência e prevalência não serão alteradas 4. O acesso universal à terapia anti-retroviral alterou a história natural da infecção HIV no Brasil. Considerando que a mortalidade foi reduzida e que a transmissibilidade do HIV é bloqueada pelo uso de drogas anti-retrovirais e uso de preservativos, espera-se encontrar em um primeiro momento: a. Aumento da incidência da infecção pelo HIV b. Diminuição da prevalência da infecção pelo HIV c. Diminuição tanto da incidência quanto da prevalência da infecção pelo HIV d. Aumento da incidência e redução da prevalência da infecção pelo HIV e. Diminuição da incidência e aumento da prevalência da infecção pelo HIV

18 5. Notícia publicada em Súmula / Radis (FIOCRUZ), n° 53, setembro de 1995: "Cólera: O Brasil é o segundo no mundo. Dados da OMS revelam que 94 países foram atingidos pela doença, sendo o Zaire o de maior incidência, com 58 mil casos (com 4181 mortes), seguido pelo Brasil (50 mil casos e 544 óbitos)." É correto afirmar: a. O Zaire teve realmente maior incidência de cólera que o Brasil b. No Zaire, a gravidade dos casos de cólera foi maior que no Brasil c. O Brasil, por ser mais populoso, teve a incidência de casos maior que o Zaire d. Ambos os países tiveram incidências de cólera comparáveis e. A prevalência de cólera no Zaire foi maior que no Brasil 6. Qual dos índices abaixo é utilizado para avaliação da gravidade de uma doença aguda? a. Taxa de mortalidade b. Sobrevida em 5 anos c. Taxa de letalidade d. Incidência e. Prevalência pontual

19 7. Um novo teste de triagem foi instituído para detecção precoce do câncer Z. Infelizmente, não há terapia efetiva para o câncer Z e sua detecção precoce não altera o curso usual da doença O que irá acontecer com a aparente taxa de incidência e com a aparente taxa de prevalência durante o primeiro ano de realização do teste de detecção do câncer Z? a. A taxa de incidência vai aumentar e a de prevalência também b. A taxa de incidência vai diminuir e a de prevalência também c. A taxa de incidência vai diminuir e a de prevalência vai aumentar d. A taxa de incidência vai aumentar e a de prevalência vai diminuir e. A taxa de incidência e de prevalência não vão se alterar

20 8. Imagine um rebanho com bovinos. Em um determinado ano, ocorreram 1000 mortes neste rebanho. Imagine agora que todos os casos de tuberculose neste rebanho foram encontrados e totalizaram 300 casos, sendo 200 em bois e 100 em vacas. Neste mesmo ano, ocorreram 60 mortes por tuberculose, sendo 50 em bois. Calcule: a. A taxa de mortalidade neste rebanho: __________ b. A taxa de letalidade para tuberculose: __________ c. A taxa de mortalidade específica para tuberculose: __________ d. A taxa de mortalidade de bois para tuberculose: __________ 9. Cinco anos após a introdução de um programa para aumentar a detecção e o tratamento de cães com dirofilariose, a prevalência da doença aumentou em relação ao ano anterior a introdução do programa. Qual das opções abaixo é a melhor explicação: a. Aumento na taxa de caso-fatalidade b. Aumento da taxa de mortalidade específica para a idade associada com a doença c. Aumento do número de casos detectados d. Aumento da mortalidade proporcional associada a doença e. Redução dos fatores de risco que predispõem a dirofilariose


Carregar ppt "Epidemiologia Indicadores de Saúde. 1950 – ONU: Mensuração dos níveis de vida (natalidade, mortalidade, morbidade, estado nutricional, nível educacional,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google