A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SISTEMA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA DAS INFECÇÕES HOSPITALARES NEONATAIS NÚCLEO MUNICIPAL DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR INFECÇÃO HOSPITALAR COVISA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SISTEMA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA DAS INFECÇÕES HOSPITALARES NEONATAIS NÚCLEO MUNICIPAL DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR INFECÇÃO HOSPITALAR COVISA."— Transcrição da apresentação:

1 SISTEMA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA DAS INFECÇÕES HOSPITALARES NEONATAIS NÚCLEO MUNICIPAL DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR INFECÇÃO HOSPITALAR COVISA – SUB-GERÊNCIA DE SERVIÇOS E PRÁTICAS DE INTERESSE À SAÚDE DE INTERESSE À SAÚDE

2 Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais Observação contínua, sistemática e ativa da ocorrência e distribuição das doenças em determinada população e os eventos ou situações que aumentam ou diminuem o risco de sua ocorrência. Interpretação dos dados essenciais para o planejamento, implementação e avaliação das práticas de saúde e a disseminação dos dados em tempo adequado para os que necessitam conhecê-los.

3 Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais Vigilância epidemiológica engloba: definição das infecções hospitalares coleta de dados consolidação e tabulação dos dados de forma inteligível análise e interpretação dos dados disseminação e uso dos dados - prevenção das infecções análise das medidas implementadas

4 Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais Objetivos da vigilância epidemiológica das IH em neonatologia: estabelecer índices basais de ocorrência das IH identificar surtos precocemente racionalizar prioridades para o controle de IH avaliar efetividade das medidas de controle reduzir índices de ocorrência de IH verificar tendências seculares de ocorrência de patógenos verificar resistência aos antimicrobianos verificar evolução das infecções convencer corpo clínico

5 Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais De quais pacientes coletar dados? RN normais e alojamento conjunto - vigilância é pouco efetiva. Vigilância de impetigo, conjuntivite e onfalite RN de cuidados intermediários RN de UTI Neonatal - todos os RN Identificar pacientes expostos a procedimentos de risco

6 Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais Vigilância: busca ativa. Busca seletiva por pistas pacientes com culturas positivas pacientes de alto risco para infecção febre prescrição de antimicrobianos dados de enfermagem dados de exames dados de necropsia

7 Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais Portaria GM/MS 2.616, de taxa de infecção hospitalar taxa de pacientes com infecção hospitalar distribuição percentual das infecções hospitalares por topografia taxa de letalidade associada às infecções hospitalares Unidades: BAR e UTI NN

8 Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais Dados a serem coletados: nome idade (data de nascimento) sexo peso de nascimento registro hospitalar unidade de internação data de admissão data de alta, óbito ou transferência

9 Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais Dados da infecção: data de início topografia óbito patógeno isolado sensibilidade a antimicrobianos

10 Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais Ficha de coleta de dados numerador: infecções denominadores: – total de saídas (altas + óbitos + transferências) período de coleta: um mês dados separados por unidade dados separados por categoria de peso

11 Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais Taxa de infecção hospitalar (%) = (número de infecções hospitalares em determinado período / total de saídas ou admissões) x 100 Taxa de RN com infecção hospitalar(%) = (número de RN com infecção hospitalar em determinado período / total de saídas ou admissões) x 100 Distribuição percentual das IH por localização topográfica (%)= (número de episódios de IH em cada localização / número total de IH) X 100 Taxa de letalidade associada à IH (%)= (número de RN com IH que morreram / número total de doentes com IH) x 100

12 Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais Separar: infecções precoces (até 48 horas de vida) - provável origem materna infecções tardias (mais de 48 horas de vida )

13 Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais CVE - adoção de indicadores do NNIS / CDC estratificação por categoria de peso ao nascimento categorias de PN: 2500g fatores de risco: cateter vascular central - CVC e ventilação mecânica - VM infecções: pneumonia - VM e infecção de corrente sanguínea - CVC definições padronizadas - CDC planilhas de coleta de dados RN da UTI Neonatal

14 Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais Caracterização da UTI Neonatal: RN com pelo menos uma das seguintes condições: cateter umbilical suporte ventilatório em tratamento de uma infecção potencialmente grave submetidos à cirurgia peso de nascimento < 1500g E recebem cuidados de neonatologia e a proporção de RN: enfermagem é de 1:2

15 Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais Numeradores: número de infecções (pneumonia ou infecção de corrente sangüínea) Denominadores: estratificados por categoria de Peso ao Nascimento –paciente-dia –ventilação mecânica - dia –cateter vascular central - dia

16 Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais Densidade de Incidência de IH por categoria de PN ( por 1000 pacientes - dia por categoria de peso) = (número de infecções hospitalares em cada categoria de peso/ total de pacientes-dia em cada categoria de peso) x 1000 Densidade de Incidência de IH em RN com PN< 1000g = (número de IH em RN com PN < 1000g / total de pacientes-dia com PN < 1000g) x 1000

17 Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais Densidade de Incidência de IH em RN com PN = g (número de IH em RN com PN g/ total de pacientes- dia com PN g) x 1000 Densidade de Incidência de IH em RN com PN = g (número de IH em RN com PN g/ total de pacientes- dia com PN g) x 1000 Densidade de Incidência de IH em RN com PN > = 2501 g = (número de IH em RN com PN > = 2501g/ total de pacientes-dia com PN > = 2501 g) x 1000

18 Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais Taxa de utilização de ventilação mecânica Taxa de utilização de cateter vascular central Estratificados por categoria de Peso ao Nascimento

19 Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais Análise dos dados diagrama de controle trabalhar com denominadores >= 50 (taxas) e > = 500 (densidades de incidência) níveis endêmicos comparação dos dados

20 Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais Diagrama de controle média do período desvio padrão (mede a dispersão dos valores individuais em torno da média) limite superior da incidência normal (média + 1,96 DP) limite inferior da incidência normal (média - 1,96 DP) faixa de incidência normal esperada com 95% de probabilidade

21 Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais

22 Divulgação dos dados gráficos e tabelas simples de fácil compreensão apresentação e discussão em reuniões clínicas e multiprofissionais murais publicação

23 Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais FLUXO CCIH do Hospital Núcleo Municipal de Controle de Infecção Hospitalar - COVISA Divisão de Infecção Hospitalar - CVE

24 Sistema de Vigilância Epidemiológica das Infecções Hospitalares Neonatais Bibliografia Associação Paulista de Estudos e Controle de Infecção Hospitalar - Diagnóstico e Prevenção de Infecção Hospitalar em Neonatologia, São Paulo, 2002 CDC - NNISS, 1994 CVE Prof. Alexandre Vranjac, SES - IH - Orientação para o Preenchimento do Instrumento de Coleta de Dados, São Paulo, 2005

25


Carregar ppt "SISTEMA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA DAS INFECÇÕES HOSPITALARES NEONATAIS NÚCLEO MUNICIPAL DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR INFECÇÃO HOSPITALAR COVISA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google