A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Uma visão teórica de um Sistema de Vigilância Avaliar situação Definir prioridades Monitorizar e avaliar ações/programas Identificar problemas Desenvolver.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Uma visão teórica de um Sistema de Vigilância Avaliar situação Definir prioridades Monitorizar e avaliar ações/programas Identificar problemas Desenvolver."— Transcrição da apresentação:

1

2 Uma visão teórica de um Sistema de Vigilância

3 Avaliar situação Definir prioridades Monitorizar e avaliar ações/programas Identificar problemas Desenvolver pesquisas Objetivos de Sistemas de Vigilância

4 Banco de Dados de Reações Adversas Sistema de Notificação e Investigação de Eventos/Reações Adversas Hospitais Sentinelas/ Voluntários Fabricante ou Importador Relatórios periódicos Fase IV Médicos Sentinelas Fase III Incorporação de dados pré-registro Sistema de Vigilância - Composição

5 Sinal / Monitoramento Alterações Manuais/Bulas Banco de Dados de Reações Adversas Banco de Dados de Alertas Internacionais + Retiradas de Mercado Nada Consta Sistema de Vigilância - Finalidades

6 Vigilância Consiste na coleta, análise e interpretação continuada e sistemática de dados de saúde essenciais para o planejamento, a implementação e a avaliação de práticas de saúde pública, integrada à disseminação desta informação àqueles que necessitam conhecê-la, em tempo adequado. Alexander D. Langmuir

7 Em termos metodológicos, a Vigilância pode ser considerada um estudo de casos aninhado a um estudo de incidência.

8 Alexander D. Langmuir New England Journal of Medicine; 1963; 268: A boa vigilância não necessariamente garante a tomada de decisões corretas, mas reduz a chance de tomarmos decisões erradas

9 Elementos de Vigilância Coleta Análise Interpretação Disseminação sistemática e continuada

10 Por que planejar vigilância? Atender às demandas dos usuarios Responder às necessidades da saúde pública Obter informações para ações/tomada de decisões

11 Envolvimento de outros no planejamento Aumenta probabilidade –de obter dados necessários e confiáveis –de responder às demandas do usuário Facilita comunicação Possibilita o consenso

12 Quem deve estar envolvido no planejamento? Usuários potenciais do sistema Clínicos Engenheiros de materiais Pessoal de CCIH, Farmácia Hospitalar, Banco de Sangue Administradores hospitalares Grupos profissionais

13 Principais Limitações de Sistemas de Vigilância Subnotificação Notificação incompleta –medo de punições –falta de percepção da importância –desconhecimento da definição de caso –mudança nos procedimentos –falta de recursos –baixa prioridade Informações não representativas

14 Principais Pontos Positivos de Sistemas de Vigilância Informação rapida Detecção de grupos de maior incidência Detecção de tendências Disponibilizacao das informações Subsídio para prevenção e controle

15 Tipos de Vigilância Sistema Passivo –notificação iniciada pelo profissional de saúde Sistema Ativo –notificação iniciada pelo Dept./Instância pertinente Sistema Sentinela

16 Sistemas Passivos Simples Menos trabalhoso Limitado pela variabilidade de notificantes Pode não ser tão representativo Pode falhar em identificar surtos Indica tendências

17 Sistemas Ativos Validam representatividade Asseguram notificação mais completa Podem ser usados em investigações específicas Podem ser usados por períodos curtos

18 Sistema Sentinela Eventos específicos Hospitais onde estes eventos são monitorizados e notificados Notificadores nestes locais sentinela

19 Critérios para definição de eventos de alta-prioridade Frequência Gravidade Custos diretos e indiretos Prevenibilidade Interesse Áreas emergentes Consenso

20 Etapas do Planejamento de um Sistema de Vigilância 1. Definir os objetivos do sistema 2. Desenvolver a definição de caso 3. Desenvolver o sistema de coleta de dados 4. Desenvolver instrumentos para coleta de dados 5. Testar/avaliar estes instrumentos 6. Definir a abordagem para análise dos dados e investigação 7. Definir mecanismos de transmissão das informações 8. Definir método de avaliação do sistema

21 Investigação da notificação Receber notificação Identificar possíveis causas Recomendar ações de controle Acompanhar ações

22 Identificação de possíveis causas Sub-componentes Produto Erro humano Ambiente Processo Paciente

23 Gerentes de risco - responsabilidades Receber e avaliar notificações Investigar Identificação de possíveis causas Disseminação local das informações Ações –corretivas –preventivas Acompanhamento periódico das ações Educação e treinamento Enviar notificações ao Sistema de Vigilância

24 Desafios Críticos Assegurar utilidade Tecnologia de informática Aspectos éticos e legais Aplicação em novas áreas Educar público e pessoal de políticas de saúde Flexibilidade Bom custo-efetividade


Carregar ppt "Uma visão teórica de um Sistema de Vigilância Avaliar situação Definir prioridades Monitorizar e avaliar ações/programas Identificar problemas Desenvolver."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google