A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Doenças Diarreicas Agudas – DDA Doenças Transmitidas por Alimento - DTA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Doenças Diarreicas Agudas – DDA Doenças Transmitidas por Alimento - DTA."— Transcrição da apresentação:

1 Doenças Diarreicas Agudas – DDA Doenças Transmitidas por Alimento - DTA

2 Aspectos gerais A doença diarreica aguda ainda é um dos grandes problemas de saúde pública no mundo, sendo uma das principais causas de morbidade e mortalidade infantil, principalmente nos países em desenvolvimento.

3 Doença Diarreica Aguda - DDA Alteração do hábito intestinal normal caracterizada por aumento do nº de evacuações e do teor de água nas fezes Instalação súbita e curso autolimitado (max. 14 dias) Etiologia: Provavelmente infecciosa (principalmente por vírus, bactérias e outros parasitas)

4 Etiologias associadas a DDAs

5 Modo de transmissão Pela via fecal-oral e relaciona-se à qualidade da água, à falta de saneamento básico e às más condições de manipulação e estoque de alimentos. Indireta: ingestão de água e alimentos contaminados, contato com objetos contaminados ( utensílios de cozinha, acessórios de banheiros, equipam.hospitalares ). Direta: pessoa a pessoa ( Ex.: mãos contaminadas ) e de animais para as pessoas. Os manipuladores de alimentos e vetores podem contaminar os alimentos e utensílios. Locais de uso coletivo apresentam maior risco de transmissão.

6 A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que, a cada ano, mais de dois milhões de pessoas morram por doenças diarréicas, muitas das quais adquiriram ao ingerir alimentos contaminados.

7 Participação das doenças diarréicas na mortalidade infantil, Minas Gerais Fonte: SIM/DATASUS

8 DDA Fonte: DATASUS (1)Dados parciais sujeitos a alterações

9 Para cada pessoa com diarreia que busca cuidado médico, existe 8,3 pessoas doentes na comunidade. Sistema de monitorização das doenças diarreicas agudas – MDDA, foi implantado em Minas Gerais desde MDDA – Processo de elaboração e análise rotineira capaz de detectar alterações no ambiente ou na saúde da população associadas à alteração da tendência das diarreias (aumento do numero de casos).

10 Notificação ( Portaria 104 – SVS/MS, 25/01/2011) Notificação compulsória Individual (caso suspeito de) Botulismo - DNCI Cólera – DNCI Febre tifóide Esquistossomose (em área não endêmica) Hepatite viral A Doença de Creutzfeldt – Jacob Surto ou agregação de casos ou de óbitos por: agravos inusitados alteração do P.E

11 Consequências dos surtos DTA Muitos casos, sequelas e óbitos Prejuízo ao comércio e turismo Perdas econômicas Desemprego Conflitos Disseminação de doenças

12 Doenças de Transmissão Hídrica Hepatite A

13 Doenças de Transmissão Hídrica Tem maior prevalência em áreas com más condições sanitárias e higiênicas. Nos países em desenvolvimento, acomete com maior freqüência crianças e adultos jovens. Já nos países desenvolvidos, acomete mais freqüentemente os adultos. A pessoa portadora do vírus, na fase de transmissão, precisa se afastar de 15 a 20 dias das suas atividades habituais.

14 Medidas de controle Melhoria da qualidade da água Controle de vetores Destino e tratamento adequado dos dejetos/lixo Higiene pessoal e na manipulação de alimentos Não suspender a alimentação ou aleitamento materno Educação para a saúde

15 Medidas de controle

16

17 SANEAMENTO: É O CONJUNTO DE MEDIDAS, VISANDO A PRESERVAR OU MODIFICAR AS CONDIÇÕES DO MEIO AMBIENTE COM A FINALIDADE DE PREVENIR DOENÇAS E PROMOVER A SAÚDE

18 OBRIGADO!


Carregar ppt "Doenças Diarreicas Agudas – DDA Doenças Transmitidas por Alimento - DTA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google