A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sectoral Patterns of technical change: Towards a taxonomy and a theory Hugo Madureira Luis Simões Vitor Lopes.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sectoral Patterns of technical change: Towards a taxonomy and a theory Hugo Madureira Luis Simões Vitor Lopes."— Transcrição da apresentação:

1 Sectoral Patterns of technical change: Towards a taxonomy and a theory Hugo Madureira Luis Simões Vitor Lopes

2 2 Considerações Iniciais Dados de Empresas Inovadoras UK ; Independent Experts Classificar e Agrupar empresas e sectores de actividades por padrão de inovação

3 3 Informação Manipulada Conhecimento Publico Fontes de Inovação Gerada na Empresa Outras Empresas Sector utilizador da inovação Características da empresa inovadora; Sector da actividade principal da empresa

4 4 Inovação de Produto e Processo – Definição – – 27 – Chemicals 271 – General Chemicals 272 – Pharmaceuticals 275 – Soap and detergents 276 – Plastics 277 – Dyestuffs

5 5 Padrões Sectoriais na Produção e Uso de Inovações Empresas de Fabrico produzem maioria das inovações usadas noutros sectores - Inovações de Produto (Instrumentação, mechanical engineering, … ) Alguns Sectores caracterizam-se por um maior empenho na inovação de processos ( Detergentes, Alimentar, Materiais de Construção ) [ Processos repetitivos ; Potencial de mecanização ]

6 6 Dimensão e Diversificação das empresas inovadoras Sect. de predominância de Pequenas Empresas Significativas contribuições de inovação por empresas com actividade principal noutros sectores (Eng. Mecânica, Instrumentação, Textil, Curtumes, Calçado) Sect. de predominância de Grandes Empresas: Inovação produzida pelas empresas do sector (Alimentar, I. Quimica, Veículos, …)

7 7 Taxonomia proposta Dependentes dos Fornecedores Produção Intensiva Base Cientifica sectores tradicionais de manufactura fracas capacidades de I&D e engenharia redução de custos Processos muito complexos equipas preparadas para atingir o funcionamento a pleno capacidades necessárias para identificar melhoramentos no processo As principais fontes de desenvolvimento provêm do desenvolvimento das ciências em que se baseiam

8 8 Relações de inovação entre grupos sectoriais

9 9 Algumas implicações analíticas Technology push Vs. Demand Pull... a eterna questão!

10 10 Demand Pull Investimentos em –Empresas dominadas pelos fornecedores –Empresas de produção intensiva Estimulam a inovação em –Fornecedores de bens capitais a montante –Departamentos de engenharia da produção

11 11 Technology Push... mas nas empresas science-based, o aparecimento de novas famílias de produtos acontece muitas vezes após um período de grande actividade científica e inventiva!

12 12 Inovação de produto e de processo De acordo com a teoria proposta, o peso relativo das inovações de produto relaciona-se –Positivamente, com a intensidade de I&D e de patenteamento –Negativamente, com indicadores da escala e complexidade da tecnologia de processo

13 13 Inovação de produto preponderante Empresas science-based –Alta intensidade de I&D –Alta intensidade de patenteamento –Oportunidades mercado / produto geradas fora do grupo de produtos

14 14 Inovação de processo preponderante Empresas production-intensive –Recursos devotados a inovações de processo –Alta intensidade de capital –Grandes dimensões das instalações –Grande concentração industrial

15 15 Inovações de processo: onde são desenvolvidas? Por definição, para as empresas supplier- dominated a maioria das inovações são desenvolvidas pelos fornecedores Nas empresas production-intensive e science-based, uma grande parte das inovações de processo são desenvolvidas internamente

16 16 Diversificação Relação I&D / diversificação –Resultados confusos e contraditórios !... Considerando sectores de actividade de dois dígitos, prevê-se baixos níveis de diversificação quer em sectores de alta intensidade de I&D (science-based), quer em sectores de baixa intensidade de I&D (supplier-dominated). Se se considerarem sectores de três dígitos, o potencial para a diversificação das empresas science- based é muito mais alto.

17 17 Inovação tecnológica vs. tamanho Empresas de grande escala induzem inovações a montante Possibilidade das empresas de produção de equipamento de produção de se manterem pequenas e inovadoras Possibilidade das empresas science- based de diversificarem para fora do seu sector de 3 dígitos (dentro do sector de 2 dígitos)

18 18 Tamanho e estrutura industrial Science-based –Relações de causalidade entre inovação e crescimento e tamanho da empresa Supplier-dominated –O tamanho pode permitir introdução de tecnologias de processo mais eficientes Production-intensive –Busca de incrementos em economias de escala na produção.


Carregar ppt "Sectoral Patterns of technical change: Towards a taxonomy and a theory Hugo Madureira Luis Simões Vitor Lopes."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google