A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 A. Introdução 1. Objecto de estudo: empresas, mercados e sistemas; estruturas e comportamentos 1.1. Objecto da Economia Industrial e da Empresa 1.2.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 A. Introdução 1. Objecto de estudo: empresas, mercados e sistemas; estruturas e comportamentos 1.1. Objecto da Economia Industrial e da Empresa 1.2."— Transcrição da apresentação:

1 1 A. Introdução 1. Objecto de estudo: empresas, mercados e sistemas; estruturas e comportamentos 1.1. Objecto da Economia Industrial e da Empresa 1.2. Conceitos básicos da disciplina 2. Antecedentes e actualidade da disciplina: do paradigma tricotómico aos desenvolvimentos recentes da Economia Industrial e da Empresa 2.1. A metodologia da Economia Industrial e da Empresa 2.2. A relação estrutura, comportamentos e desempenhos 2.3. Desenvolvimentos e tendências recentes da disciplina

2 2 A.1. Objecto de estudo: empresas, mercados e sistemas; estruturas e comportamentos 1.1. Objecto da Economia Industrial e da Empresa 1.2. Conceitos básicos da disciplina

3 Objecto da Economia Industrial e da Empresa Análise do funcionamento do sistema industrial e da dinâmica interna da empresa. Funcionamento: - comportamentos - interacções - desempenhos Sistema industrial: - Conjunto de agentes e regras de funcionamento; -Estruturas: modos de organização, sectores / mercados, fileiras, clusters,... Empresa: - Estrutura interna; cultura; poder; estratégia; incentivos

4 Conceitos básicos da disciplina i) Estruturas ii) Comportamentos iii) Desempenhos i) Estruturas Indústria Sector Mercado (concorrência perfeita, monopólio, oligopólio, concorrência monopolística) Estrutura produtiva Composição sectorial, padrão de especialização. Organização sectorial e relações inter- industriais Empresa/organização interna Cluster, distrito industrial, fileira Sistema Tecnologia, estrutura de custos

5 5 Indústria / Sector: conjunto de agentes (produtores / vendedores) que produzem / oferecem um produto (bem / serviço) com um determinado grau de homogeneidade. Nota: Ênfase posta na oferta. Problemas na delimitação do conceito de Indústria / Mercado Extensão geográfica (regional, nacional, global ?) Delimitação temporal: análise estática versus análise dinâmica; processos de mudança (produtos, tecnologias, indústrias) Diferenciação / heterogeneidade dos produtos (dificuldades em determinar fronteiras, insuficiência das elasticidades cruzadas)

6 6 Problemas na delimitação do conceito de Indústria / Mercado (cont.) Diversificação das indústrias (qual a indústria / sector de base ?) Dificuldades de classificação estatística (estatísticas industriais baseadas na actividade principal; estatística do comércio externo baseadas no produto) Relacionamentos verticais e horizontais (esbatimento das fronteiras da empresa) Mercado Conjunto de vendedores / compradores que organizam transacções de um dado bem / serviço. Consideração da procura e da oferta. Dificuldades de delimitação semelhantes aos conceitos de indústria/sector

7 7 ii) Comportamentos Decisão Estratégias Inovação (tecnológica, organizacional... ) Poder de mercado Cultura empresarial e poder na empresa

8 8 iii) Desempenhos Rendibilidade Eficiência na produção e na afectação Competitividade Qualidade do produto, lucros Alguns exemplos de temas abordados: Determinantes do desempenho Problemas na definição das medidas de desempenho - unidade de referência: Empresa ? Indústria ? Região ? Influência no desempenho dos factores internos e externos à empresa: quais são preponderantes ?

9 9 A.2. Antecedentes e actualidade da disciplina: do paradigma tricotómico aos desenvolvimentos recentes da Economia Industrial e da Empresa 2.1. A metodologia da Economia Industrial e da Empresa 2.2. A relação estrutura, comportamentos e desempenhos 2.3. Desenvolvimentos e tendências recentes da disciplina

10 A metodologia da Economia Industrial e da Empresa Durante muitos anos, EIE: Ênfase empírica: análise da estrutura de mercado, dos efeitos da concentração e do poder de mercado Inspiração teórica: modelo E-C-D (estrutura-conduta-desempenho) Focalização normativa: política anti-trust.

11 11 Últimas décadas: Aproximação à teoria microeconómica; Desenvolvimento de abordagens de natureza mais positivas (por oposição a normativas)... Mas simultaneamente: Aprofundamento das interacções com o Direito, a Ciência Política e a Sociologia das Organizações (contratos, direitos de propriedade, papel da regulamentação, análise institucional, cultura organizacional) Mix de abordagens empíricas e conceptuais Adopção de uma perspectiva de análise sistémica e de análises estruturais mais abrangentes

12 A relação estrutura, comportamentos e desempenhos O Paradigma Tricotómico é a espinha dorsal da Economia Industrial e da Empresa. Afirmava-se existir uma relação linear predominantemente uni-direccional do tipo: Estrutura Conduta Desempenho Contudo: Progressivamente adoptada visão menos uni-direccional Admissão de feed-back entre diferentes níveis do modelo Integrados outros factores / níveis explicativos (ver esquema seguinte)

13 13 Condições Básicas Tecnologia e Procura Conduta Exemplos: Preços, Publicidade, I&D, design/concepção produto, contratos, fusões e aquisições, colusão, investimento, etc. Estrutura Analise estática e dinâmica Desempenho Eficiência estática e dinâmica, equidade. Política Pública Regulação, política da concorrência política macroeconómica, incentivos ao investimento, etc.

14 Desenvolvimentos e tendências recentes da disciplina Avanços recentes da Economia Industrial e da Empresa: Reconsideração da metodologia de abordagem da análise económica das indústrias Questionamento do objecto de análise: do comportamento da indústria/sector/mercado para a análise da estratégia da empresa individual e das interacções entre as empresas Ênfase nas abordagens sistémicas: consideração das interacções entre os agentes e a envolvente empresarial

15 15 Tendências das Políticas: Compensação das falhas de mercado e de falhas sistémicas Melhoria do ambiente concorrencial para estimular eficiência Redução das barreiras à entrada e à saída; estímulo à mobilidade de recursos Ajustamento da regulamentação existente Melhoria da envolvente empresarial com oferta de serviços de suporte e de informação


Carregar ppt "1 A. Introdução 1. Objecto de estudo: empresas, mercados e sistemas; estruturas e comportamentos 1.1. Objecto da Economia Industrial e da Empresa 1.2."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google