A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Dione Kitzmann Universidade Federal do Rio Grande – FURG Instituto de Oceanografia – IO Laboratório de Gerenciamento Costeiro – LabGerco.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Dione Kitzmann Universidade Federal do Rio Grande – FURG Instituto de Oceanografia – IO Laboratório de Gerenciamento Costeiro – LabGerco."— Transcrição da apresentação:

1 Dione Kitzmann Universidade Federal do Rio Grande – FURG Instituto de Oceanografia – IO Laboratório de Gerenciamento Costeiro – LabGerco

2 Inovações na Gestão Ambiental Portuária. Possibilidades no Desafio. Salvador,- 23/11/2009

3 ? Mercedes econômico econômico menos poluente menos poluente rápido rápido seguro seguro alta tecnologia alta tecnologia Fusca gasta muito gasta muito polui polui lento lento inseguro inseguro tecnologia ultrapassada tecnologia ultrapassada Maior eficiência operacional e ambiental

4 SISTEMA PORTUÁRIO competitividade eficiência ambiental produtividade SISTEMA ECONÔMICO MUNDIAL Gestão Ambiental Portuária

5 Fonte: PIB Tempo Capacidade de suporte (K) ?

6 O navio e o rochedo Crise socioambiental choque Solução: mudar o rumo ! Processo lento, demorado, difícil... PIB Tempo Capacidade de suporte (K)? Estratégias de transição... E inovadoras! Gestão ambiental Diminuir a velocidade GA na gestão pública (licenciamento) GA nas empresas (voluntária / licenciamento)

7 Inovar também é preciso! Se navegar é preciso... Modernização portuária (Lei 8.630/93) Estrutura Função (gestão)

8 PESSOAS PROCEDIMENTOS EQUIPAMENTOS Tríade da Gestão Ambiental INOVAÇÃO

9 Inovação: Implementação de um produto (bem ou serviço) novo ou significativamente melhorado, ou um processo, ou um novo método de marketing, novo método organizacional nas práticas de negócios, na organização do local de trabalho ou nas relações externas. Manual de Oslo – Diretrizes para coleta e interpretação de dados para inovação (OCDE, 2005)

10 ...diz respeito a uma idéia, método ou objeto que é criado com um padrão diferente dos que até então eram conhecidos (KOVARY, 2007). O Processo de Propriedade Intelectual e a Obtenção de Patentes na Área de Ciências do Mar – Drª Karla Kovary, INPI – I EncoGradMar, Karla Kovary (2007): inovar é renovar, inventar, criar, introduzir novidades em alguma coisa.

11 Tipos de Inovação

12 SEBRAE: Sai um acarajé congelado aí? Empresa de Lauro de Freitas (BA), lança o primeiro acarajé supercongelado. Inovação de produto... e processos

13 Processos Sistêmicos na Inovação Big Bags (contentores flexíveis ) Vantagens derivadas

14 Processos Sistêmicos na Inovação Granéis: geração de pó Vantagens derivadas Sistema anti-poluição na descarga de granéis sólidos (Pronave - Porto de S. Sebastião-SP)

15 Grau de novidade e difusão (Manual de Oslo, 2005, item 205) 3 conceitos para a novidade das inovações: nova para a empresa nova para o mercado nova para o mundo

16 Antes do impacto = proativa Depois do impacto = reativa Exemplos? Avaliação Ambiental Estratégica – AAE Termo de Ajustamento de Conduta – TAC Temporalidade da Inovação:

17 Fonte: Luíza Gusmão - ANTAQ Fonte: Tagliani & Asmus Envolvimento Responsabilidade Comprometimento

18 Inovação e Ecoinovação Refletem o paradigma produtivo hegemônico: Inovar é um ótimo negócio. Inovação diferencial competitivo (mercado globalizado, complexo, exigente) Outros motivadores ? Regulação ambiental ?

19 Quais são os atores na Inovação e na Ecoinovação Portuária ?? Conceito de Inovação Cooperativa horizontal / vertical (Manual de Oslo, 2005, item 271) Conceito de Inovação Cooperativa horizontal / vertical (Manual de Oslo, 2005, item 271)

20 Atores na Inovação / Ecoinovação Portuária Usuários do sistema portuário Órgãos ambientais (licenciadores, fiscalizadores...) Outros reguladores: ANTAQ, SEP, Marinha (DPC, EPM, Capitanias), ANVISA, Ministério Público... Conceito de Inovação Cooperativa horizontal / vertical (Manual de Oslo, 2005, item 271) Conceito de Inovação Cooperativa horizontal / vertical (Manual de Oslo, 2005, item 271) PAPÉIS: Quem deve inovar? Quem deve incentivar inovações? Quem deve solucionar os bloqueios?

21 PRODUTOPRODUTO PROCESSOPROCESSO ORGANIZACIONALORGANIZACIONAL Proposição para discussão: Como incentivar as inovações na GAP de nossos sistemas portuários?

22 ANTAQ - AVALIAÇÃO DA GESTÃO AMBIENTAL Gerência de Meio Ambiente (GMA) avaliou 30 portos organizados entre 2006 / Visitas sem função de fiscalização, mas para: conhecer o estado da arte da GAP apontar pontos fortes e fracos delinear medidas para o aprimoramento. Aspectos considerados: 1. Instrumentos de gestão que já implantados 2.Como esses instrumentos deveriam estar sendo trabalhados? 3. Como alcançar um melhor resultado da gestão ambiental? Definidas 15 ações a serem adotadas pelas Cia. Docas e Autoridades Portuárias.

23 ANTAQ - AVALIAÇÃO DA GESTÃO AMBIENTAL Gerência de Meio Ambiente (GMA) SIGA – SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO AMBIENTAL ( ) Fonte de informações sobre boas práticas em GAP... ou seja, inovações! Compartilhadas inovações cooperativas BANCO DE DADOS DE INOVAÇÕES.

24 Sustentabilidade e Inovação Iniciativas inovadoras em sustentabilidade: novas metodologias, técnicas, sistemas, equipamentos ou processos, ou uma nova aplicação para os já existentes......que devem ser: economicamente viáveis ambientalmente equilibradas socialmente inclusivas

25 Stuart Hart - Cornell University ( O capitalismo na encruzilhada, 2006, p. 102) Nem todas as tecnologias inovadoras serão sustentáveis, mas a maioria das tecnologias verdadeiramente sustentáveis tende a ser inovadora. Saber a diferença pode ser a chave da sobrevivência a longo prazo.

26 Tecnologias Sustentáveis -Tecnologias Verdes – uso racional de recursos naturais e energia; valorização da biodiversidade; redução/reaproveitamento de resíduos; mitigação das emissões de C; -Tecnologias Inclusivas – inclusão econômica, equidade; acessibilidade; sociodiversidade; combate à pobreza... -Tecnologias Responsáveis – combate à corrupção; transparência; controle social dos agentes públicos e econômicos; trabalho decente.

27 Experiências inovadoras de sustentabilidade no setor portuário PRODUTOPRODUTO PROCESSOPROCESSO ORGANIZACIONALORGANIZACIONAL

28 Tecnologia de controle de acesso de pombos: 100% de eficiência (Ecosorb – Porto do Rio Grande) PRODUTOPRODUTO

29 PRODUTOPRODUTO PROCESSOPROCESSO ORGANIZACIONALORGANIZACIONAL

30 PRODUTOPRODUTO PROCESSOPROCESSO ORGANIZACIONALORGANIZACIONAL

31 PORTO DO RIO GRANDE (RS) Monitoramento ambiental permanente (dragagens e novas obras) Propostas do modelo amostral e interpretativo são discutidas de forma conjunta entre IBAMA, porto e universidade. monitoramento participativo? inovação cooperativa ? Inovação tecnológica: abastece um Sistema de Informação Ambiental Geo-referenciado – resultados (relatórios) disponibilizados à sociedade via internet. PROCESSOPROCESSO

32 PRODUTOPRODUTO PROCESSOPROCESSO

33 PORTO DO RIO GRANDE (RS) Integração da gestão portuária com a gestão do território do Baixo Estuário da Lagoa dos Patos (BELP). Processos sinergéticos : Distrito Industrial (DIRG), cidades (RG e SJN), pesca, etc... Todos se relacionam fortemente com o Porto... PROCESSOPROCESSO

34 - Índices de contaminação (Ic) - Índices de toxicidade (It) - Índices de alteração da comunidade bentônica (Ib) Abordagem integrada Medidas n Parâmetros n Parâmetros / Parâmetros de controle(não impactado) nº adimensionais (Ratio to Reference - RTR) Tríade de Qualidade dos Sedimentos (TQS) Long & Chapman (1985); Carr et al (1996, 2000); Del Valls et al (1998) PRODUTOPRODUTO PROCESSOPROCESSO

35 Toxicidade Contaminação Alteração (comunidade) Referência (controle) Estação (amostra) 0 Representação Gráfica da Tríade de Qualidade do Sedimento (TQS) Long & Chapman (1985); Carr et al (1996, 2000); Del Valls et al (1998)

36 PROTOCOLO PRAIA - Software de gestão - Diretivas para Avaliação de EIA/RIMA (UE) 116 questões avaliativas Ferramenta de auxílio no Licenciamento ambiental (órgão ambiental / consultores) PRODUTOPRODUTO PROCESSOPROCESSO

37 Ambientalização curricular no ensino de portuários - PREPOM Portuários - Ensino Profissional Marítimo – EPM

38 Integrar a Educação Ambiental à capacitação de TPAs através da ambientalização curricular e sistêmica, seguindo referenciais e princípios da Educação Ambiental e da gestão ambiental. PRODUTOPRODUTO PROCESSOPROCESSO

39 Projeto SIMCRANE – Simulador de Equipamento Portuário (COPPE/UFRJ – Marinha do Brasil) Capacitação de Trabalhadores Portuários Avulsos - TPAs

40 Que invenção magnífica! Agora o pessoal do marketing que diga o que ela faz!

41 Viver também é preciso! Se navegar é preciso! Obrigada!

42 Viver também é preciso! Navegar é preciso!


Carregar ppt "Dione Kitzmann Universidade Federal do Rio Grande – FURG Instituto de Oceanografia – IO Laboratório de Gerenciamento Costeiro – LabGerco."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google