A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

REUNIÃO CONSELHO ESTADUAL DE TURISMO CONFEDERAÇÃO NACIONAL DO COMÉRCIO 05/03/2009.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "REUNIÃO CONSELHO ESTADUAL DE TURISMO CONFEDERAÇÃO NACIONAL DO COMÉRCIO 05/03/2009."— Transcrição da apresentação:

1 REUNIÃO CONSELHO ESTADUAL DE TURISMO CONFEDERAÇÃO NACIONAL DO COMÉRCIO 05/03/2009

2 Cerca de 1,7 milhão de turistas estrangeiros em % da demanda internacional do Brasil 6 milhões de turistas anualmente Maior aeroporto da América Latina (Aer. Int. Tom Jobim) Responsável por cerca de 4% do PIB do estado 1º Lugar em equipamentos turísticos cadastrados do país Maior centro de convenções da América Latina (RioCentro) NÚMEROS DO TURISMO NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

3 Em 2008, apesar da redução do número de turistas estrangeiros no País, a receita gerada de 5,7 bilhões de reais foi recorde. Um dos fatores foi o aumento da permanência do turista. RECEITA EM BILHÕES DE DÓLARES / ºEstados Unidos96,7 2ºEspanha57,8 3ºFrança54,2 4ºItália42,7 5ºChina41,9 6ºInglaterra37,6 7ºAlemanha36,0 8ºAustrália22,2 9ºÁustria18,9 Brasil2,3 Mundo856 NÚMEROS DO TURISMO

4 ENTRADA DE TURISTAS ESTRANGEIROS (x 1.000) * estimativa NÚMEROS DO TURISMO NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

5 MERCADO INTERNACIONAL RANKING DOS PAÍSES EMISSORES PARA O RIO DE JANEIRO 1ºEstados Unidos20,8 % 2ºArgentina13,0 % 3ºFrança9,3 % 4ºChile7,3 % 5ºPortugal7,2 % 6ºInglaterra5,7 % 7ºItália4,8 % 8ºAlemanha4,4 % 9ºEspanha3,9 % 10ºAngola2,5 % NÚMEROS DO TURISMO NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

6 Previsão de receita para o verão 2009 no Rio de Janeiro: U$ 1,8 bilhão ENTRADA DE TURISTAS E GERAÇÃO DE RENDA pax pax pax Verão CarnavalRéveillon NÚMEROS DO TURISMO NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

7 A taxa de ocupação da rede hoteleira atingiu 95% de sua capacidade no Carnaval 2009, contra os 88% de Houve um aumento considerável da demanda do turismo doméstico. Mesmo com o turista brasileiro gastando menos que o estrangeiro, estudos preliminares mostram que o gasto médio do turista não sofreu alteração durante o Carnaval Contribuíram para o crescimento do turismo doméstico no Rio em 2009: A crise mundial, que fez com que muitos deixassem de viajar para o exterior; As ações de fomento voltadas para o mercado interno; A estruturação do carnaval de rua (blocos). Banda de Ipanema NÚMEROS DO TURISMO NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

8 NÚMEROS DO TURISMO MOVIMENTAÇÃO DE CRUZEIROS NO PÍER MAUÁ

9 Atentos às mudanças causadas pela crise financeira mundial, a SETE / TurisRio e o Projeto O Rio é de Vocês intensificaram a promoção nos estados com demanda potencial para o Rio de Janeiro, buscando o aumento do fluxo doméstico. Ações realizadas em 2009: Minas Gerais e Espírito Santo, em fevereiro. Calendário 2009 ParanáMarço Rio Grande do SulAbril São PauloJunho Ribeirão Preto - SPJunho BahiaAgosto PernambucoAgosto São PauloDezembro Rio de JaneiroDezembro PROMOÇÃO

10 Coquetel para buyers e convidados – Chicago, durante a IT&ME; Almoço para convidados VIPs e mídia especializada – Club 21,NY; Promoções com O Rio é de Vocês na Encotur – Montevidéu, UR; Coquetel para buyers e convidados – Londres, durante o WTM; Produção do Rio Show Case; Promoções com O Rio é de Vocês em Buenos Aires, Santiago, Lima e Chile. Ações realizadas em parceria com o RC&VB: AÇÕES 2008

11 AÇÕES FEIRAS E EVENTOS EVENTOLOCAL Destination Brazil Showcase Rio de Janeiro II InterturNova Fribrugo Salão do TurismoSão Paulo ABAVRio de Janeiro 50 º ConotelRio de Janeiro IT&MEChicago / USA WTMLondres / UK FIT Buenos Aires / AR AchmartSantiago / CH EIBTMBarcelona / ES

12 AÇÕES O RIO É DE VOCÊS Nacional São Paulo Curitiba Porto Alegre / UGART Belo Horizonte Rio de Janeiro Internacional Lisboa Porto Buenos Aires Santiago Lima Uruguai Montevidéu / Encotur

13 EVENTOLOCAL DBSRio de Janeiro – RJ III INTERTURPetrópolis – RJ Salão do TurismoSão Paulo – SP CONOTELRio de Janeiro – RJ AVIRRPSão Paulo – SP Adventure FairSão Paulo – SP ABAVRio de Janeiro – RJ Festival de GramadoGramado – RS BTLPortugal FITUREspanha BITItália ITBAlemanha Arabian Travel MarketDubai IMEXAlemanha Top ResaFrança Travel Mart Latin AmericaChile IT & MEEUA FITArgentina WTMInglaterra EIBTMEspanha PREVISÃO DE FEIRAS E EVENTOS. 2009

14 A SETE e a TurisRio, conseguiram junto à Infraero a implantação de dois terminais turísticos no Aeroporto Internacional Tom Jobim, que beneficiarão turistas e entidades do setor que necessitam de uma base de receptivo nos aeroportos. AÇÕES RECEPTIVO RIO

15 Nos dias 19 ou 20 de março, na Suíça, serão anunciadas as cidades que sediarão a Copa de 2014 Assim como na COPA de 2010, na África do Sul, há uma previsão de incremento nos indicadores de desenvolvimento do estado. Geração de empregos: 170 mil, sendo 100 mil empregos diretos e indiretos no setor do Turismo PIB: U$ 3,5 bilhões Público nos estádios: 2,7 milhões Renda de ingressos: U$ 2,1 bilhões

16 FILME COPA 2014

17 ESPORTE O Rio sediará eventos esportivos internacionais em Esses eventos trarão mais visibilidade para a imagem do estado e credibilidade nas propostas de sediar grandes eventos. EVENTOS ESPORTIVOS EM 2009 VOLVO YOUTH SAILING GRAND SLAM INTERNACIONAL DE JUDÔ TROFÉU BRASIL CAIXA DE ATLETISMO GRANPRIX CAIXA ATLETISMO TRAVESSIA DOS FORTES

18 ESPORTE GRANDES EVENTOS ESPORTIVOS OLIMPÍADAS MILITARES 2011 COPA DAS CONFEDERAÇÕES 2013 COPA DO MUNDO 2014 OLIMPÍADAS 2016

19 FILME OLIMPÍADAS 2016

20 NOVA LEI GERAL DO TURISMO, Nº DE 17 DE SETEMBRO DE 2008 Art. 21. Consideram-se prestadores de serviços turísticos, para os fins desta Lei, prestadores de serviços turísticos como: I. meios de hospedagem; II. agências de turismo; III. transportadoras turísticas; IV. organizadoras de eventos; V. parques temáticos; e VI. acampamentos turísticos. Poderão ser cadastradas também: I. restaurantes, cafeterias, bares e similares; II. centros de convenções e/ou a feiras; III. parques aquáticos; IV. marinas; V. casas de espetáculos; VI. locadoras e montadoras de feiras; VII. locadoras de veículos para turistas; e VIII. prestadores de serviços especializados. Dispõe sobre a Política Nacional de Turismo, define as atribuições do Governo Federal no planejamento, desenvolvimento e estímulo ao setor turístico; revoga a Lei n o 6.505, de 13 de dezembro de 1977, o Decreto- Lei n o 2.294, de 21 de novembro de 1986, e dispositivos da Lei n o 8.181, de 28 de março de 1991; e dá outras providências.

21 MARCIA LINS Secretária de Estado de Turismo, Esporte e Lazer


Carregar ppt "REUNIÃO CONSELHO ESTADUAL DE TURISMO CONFEDERAÇÃO NACIONAL DO COMÉRCIO 05/03/2009."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google