A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Expressões 10 Pedro Silva Elsa Cardoso Rita Mendes Sónia Costa Rita Correia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Expressões 10 Pedro Silva Elsa Cardoso Rita Mendes Sónia Costa Rita Correia."— Transcrição da apresentação:

1 Expressões 10 Pedro Silva Elsa Cardoso Rita Mendes Sónia Costa Rita Correia

2 Ato ilocutório Ato que consiste em realizar, ou pretender realizar, determinado objetivo (promessa, conselho, ordem, pedido, agradecimento, etc.) através da produção de um enunciado cujo conteúdo proposicional está marcado por uma determinada força ilocutória num contexto particular. Ao produzir um enunciado, em contexto específico, o falante executa, implícita ou explicitamente, atos como afirmar, avisar, ordenar, perguntar, pedir, prometer, objetar, criticar… (verbos que denotam explicitamente atos ilocutórios). Atos ilocutórios

3 Ato ilocutório assertivo Ato ilocutório em que o locutor se responsabiliza sobre a existência de um estado de coisas e sobre a verdade da proposição enunciada. Verbos performativos: admitir, acreditar, afirmar, concordar, confessar, informar, discordar, negar… Ex.:Acredito que nada disso vai acontecer. José Saramago foi Prémio Nobel da Literatura em Atos ilocutórios

4 Ato ilocutório diretivo Ato ilocutório que tem como finalidade levar o interlocutor à realização de uma ação, verbal ou não verbal, que reflita o reconhecimento do conteúdo proposicional do enunciado proferido pelo locutor. Verbos performativos: aconselhar, esperar, exigir, lembrar, mandar, obrigar, ordenar, pedir, proibir, querer… Ex.:Envia-me o trabalho ainda hoje de manhã! Amanhã, trazes-me o CD? Atos ilocutórios

5 Ato ilocutório compromissivo Ato ilocutório que exprime uma intenção do locutor, vinculando-o à realização de uma ação futura que poderá afetar o interlocutor de um modo positivo (no caso da promessa) ou de um modo negativo (no caso da ameaça). Verbos performativos: comprometer, jurar, prometer, tencionar... Ex.:Ligo-te amanhã. [Prometo que te ligo amanhã.] Vou visitar-te assim que puder. Atos ilocutórios

6 Ato ilocutório expressivo Ato ilocutório que exprime um estado psicológico do locutor relativo ao estado de coisas apresentado no conteúdo do enunciado. Verbos performativos: adorar, agradecer, congratular-se, deplorar, gostar, lamentar, odiar… Ex.:Lamento profundamente tudo o que te aconteceu. Que lindo casaco! Atos ilocutórios

7 Ato ilocutório declarativo (Declaração) Ato ilocutório que cria um estado de coisas novo pela simples declaração que permite ao locutor criar a realidade. Este privilégio resulta da relação social que o locutor mantém com o(s) seu(s) interlocutor(es), que lhe reconhecem estatuto para a criação do universo de referência. Verbos performativos: declarar, nomear, batizar, demitir, condenar… Ex.:Está aberta a sessão. Declaro-vos marido e mulher. Atos ilocutórios

8 Ato ilocutório declarativo assertivo (Declaração assertiva) Reúne os objetivos ilocutórios de asserções e de declarações. Uma declaração assertiva, apesar de explicitamente relacionar o locutor com o valor de verdade do conteúdo proposicional, utiliza essa explicitação como forma de evidenciar o estatuto do locutor. A força ilocutória aparece como tentativa de controlar verbalmente a relação social, de modo a que o interlocutor reconheça o enunciado como criador de uma nova realidade. Ex.:É fundamental que deixe de fumar a partir de agora. [Palavras de um médico para um doente que reconhecerá, ou não, a partir do enunciado, autoridade ou poder ao médico para o fazer parar de fumar.] Atos ilocutórios

9 Atos ilocutórios diretos São aqueles em que se empregam de modo explícito verbos performativos, realizando o locutor o ato ilocutório designado pelo verbo, que orienta com clareza a sua interpretação. Atos ilocutórios

10 Atos ilocutórios indiretos São aqueles em que um enunciado veicula um sentido literal e, através deste, de acordo com fatores contextuais, por dedução, por inferência, pela interpretação de normas codificadas cultural e socialmente, a verdadeira intenção do locutor. Em suma, o locutor quer transmitir algo diferente do que exprime em sentido literal. Ex.:Já é muito tarde. [Pode ser dito e interpretado como um ato ilocutório indireto, para pedir ou ordenar que uma criança vá dormir.] Será que gostariam de passar o fim de semana comigo? [Pergunta que realiza um convite.] Atos ilocutórios


Carregar ppt "Expressões 10 Pedro Silva Elsa Cardoso Rita Mendes Sónia Costa Rita Correia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google