A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Referência e Sentido Denotação e Conotação Polissemia e Monossemia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Referência e Sentido Denotação e Conotação Polissemia e Monossemia."— Transcrição da apresentação:

1 Referência e Sentido Denotação e Conotação Polissemia e Monossemia

2 Referência e Sentido À semântica está intrinsecamente ligada a significação. À significação está ligada o sentido e a referência. Uma frase tem uma determinada estrutura semântica que está relacionada, não só com o sentido da proposição, mas também com outros valores que convergem para a sua interpretação global, isto é, para o seu significado.

3 Referência e Sentido As funções da linguagem são nomear, designar ou referir. Através de uma expressão nomeia-se ou refere-se um objecto, real ou imaginário, que é construído como exterior à própria língua. Esse objecto é o referente da expressão usada para referir. Ex: O Gil, este livro, as mesas redondas, um estudante português. Assim, referência é a relação entre uma expressão linguística e o extralinguístico.

4 Referência e Sentido Além do referente, a cada expressão associa-se também um sentido ou significado. Por exemplo: este livro tem como referente um determinado objecto, e o seu sentido é o objecto que se encontra próximo do locutor e que pode ser definido como uma reunião de cadernos manuscritos ou impressos e colados ordenadamente. Assim, o sentido é a relação com o intralinguístico, ou seja, a relação semântica entre um signo e os outros signos da mesma língua.

5 Referência e Sentido Conclusão: o sentido faz parte do sistema da língua e o referente é o objecto cuja existência é construída linguisticamente como exterior a esse sistema. Exemplo: - O presidente é português. A expressão o presidente tem como referente o indivíduo com o nome Cavaco Silva e o seu sentido é o conceito de pessoa que dirige. A expressão é português tem como referente o conjunto de indivíduos que são portugueses e o seu sentido o conceito de ser português.

6 Denotação e Conotação São conceitos que dizem respeito ao sentido das palavras. A denotação designa apenas o objecto para o qual remete o significante. A conotação envolve tudo o que um vocábulo possa sugerir evocar, de forma explícita ou implícita. Quando utilizamos a língua, podemos seleccionar e usar uma palavra ou expressão com sentidos diferentes, de acordo com a realidade a exprimir.

7 Denotação e Conotação O preço do pão aumentou. O atleta acabou a prova coberto de suor. As palavras pão e suor apresentam respectivamente os sentidos de alimento feito de farinha e secreção glandular, isto é, o seu significado é encarado como realidade objectiva. Ganharás o pão com o suor do teu rosto Assim nos foi imposto! A palavra pão exprime a ideia de sustento e suor exprime a ideia de esforço, sacrifício. Apresenta implicações subjectivas, afectivas e sugestivas.

8 Denotação e Conotação Facilmente concluímos que os mesmos significantes (pão e suor) adquirem significados diferentes nos dois exemplos. Denotação: significado objectivo e essencial da palavra, analisável fora do discurso. Própria de textos em que predomina a função informativa. Conotação: conjunto de significados secundários atribuíveis a uma palavra, com valores subjectivos, emotivos e afectivos, variáveis de falante para falante. Mais utilizada na linguagem literária.

9 Denotação e Conotação DenotaçãoConotação Significado estávelSignificado dinâmico Significado objectivoSignificado subjectivo, afectivo, sugestivo Significado fixo (independente do contexto) Significado volitivo (variável segundo o contexto) Predomínio da função informativa da linguagem Predomínio da função emotiva da linguagem

10 Polissemia e Monossemia A polissemia consiste na atribuição de vários significados a uma unidade lexical. Exemplos: O banco está pintado de fresco. Vou ao banco depositar dinheiro. O barco tocou num banco de areia. (Em todos os casos, a palavra banco é polissémica, isto é, apresenta diferentes sentidos de acordo com os contextos em que é utilizada)

11 Polissemia e Monossemia A monossemia implica que uma unidade lexical tenha um único significado (vocábulos utilizados no domínio da técnica e da ciência). A polissemia distingue-se da homonímia, porque a polissemia é um processo de divergência semântica (uma mesma palavra original tende a ganhar significados distintos, consoante os contextos) – no dicionário, os vários significados aparecem, sequenciados, na mesma entrada. A homonímia é um processo de convergência lexical (várias palavras originais evoluíram para uma forma lexical igual, mas os significados mantêm-se diferentes) – no dicionário costumam aparecer em entradas diferentes

12 Homonímia versus Polissemia Homonímia Homónimos = palavras que apresentam a mesma grafia e pronúncia, mas diferente significado O vale de Santarém é lindo! Quanto vale o preço da amizade… O rio corria manso Às vezes, rio com gosto

13 Homonímia versus Polissemia O diferente significado destes grupos de palavras explica-se pela diferente etimologia, isto é, pela sua origem diferente. Estas palavras são palavras convergentes vale (nome) < vallem vale (verbo) < valet rio (verbo) < rideo Rio (nome < rivum vale rio


Carregar ppt "Referência e Sentido Denotação e Conotação Polissemia e Monossemia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google