A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Formalização de Workflow baseada na Lógica Linear: Análise Qualitativa e Quantitativa Lígia Maria Soares Passos Aluna Stéphane Julia Orientador Universidade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Formalização de Workflow baseada na Lógica Linear: Análise Qualitativa e Quantitativa Lígia Maria Soares Passos Aluna Stéphane Julia Orientador Universidade."— Transcrição da apresentação:

1 Formalização de Workflow baseada na Lógica Linear: Análise Qualitativa e Quantitativa Lígia Maria Soares Passos Aluna Stéphane Julia Orientador Universidade Federal de Uberlândia Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação

2 Agenda Fundamentação teórica Redes de Petri Elementos básicos Redes de Petri T-temporais Workflow nets Soundness Processo Roteamento Acionamento Lógica Linear Árvores de Prova Canônica Trabalhos relacionados Metodologia Resultados esperados Estado atual do trabalho 2

3 Redes de Petri Redes de Petri – elementos básicos: Lugar; Transição; Ficha; Arcos; Redes de Petri t-temporais Associa-se às transições uma duração de sensibilização. Um intervalo [θ min, θ max ] é associado a cada transição. 3

4 WorkFlow net 4 Lugar de Início Lugar de Término Tarefas Condições Caso a ser tratado Caso já tratado

5 WorkFlow net Processo, Roteamento, Acionamento 5 Paralela Condicional Sequencial Acionadas por recursos

6 WorkFlow net Soundness 6 Esta WorkFlow net é Sound

7 WorkFlow net Soundness 7 Esta WorkFlow net não é Sound

8 Lógica Linear Proposta em 1987 por Girard. Proposições (átomos) são tratados como recursos. Conectivos Multiplicativos, chamado vezes (times), representa a conjunção multiplicativa e expressa AND (disponibilidade simultânea) de recursos. Ex. A B., chamado implicação linear, expressa dependência causal entre recursos. Ex. A B. 8

9 Tradução de uma RdP em fórmulas da Lógica Linear 9 Cada ficha da marcação inicial é representada por um átomo com o nome do lugar. Neste caso, Start. Cada transição é representada por uma fórmula M 1 M 2, onde M 1 e M 2 são marcações. Por ex. Record = Start c1 c2, Collect = c3 c4 c5 Um sequente M, t i M representa um cenário onde M e M são, respectivamente, a marcação inicial e final e t i é uma lista de transições não ordenadas. Ex. Start,Record,ContactClient,ContactDepartment,Collect,Assess,Pay,File End

10 Lógica Linear Árvores de Prova Canônica 10 Construída de forma bottom-up Podem incluir cálculo de datas simbólicas para produção e consumo dos átomos

11 Trabalhos relacionados Scenario duration characterization of t-timed Petri nets using linear logic [Pradin-Chezalviel et al. 1999]. Temporal inference of workflow systems based on time petri nets: Quantitative and qualitative analysis [Lin and Qu 2004]. Reachability and Temporal Conflicts in t-time Petri Nets [Riviere et al. 2001]. Workflow Management: Models, Methods and Systems [van der Aalst and van Hee 2002]. 11

12 Metodologia Análise qualitativa prova do critério Soundness Será considerada uma WorkFlow net sem extensão de tempo. Serão construídas árvores de prova canônica da lógica linear (sem cálculo de datas), considerando cada rota alternativa da WorkFlow net. A partir da construção destas árvores de prova será realizada a análise qualitativa para a WorkFlow net, provando se a mesma é ou não Sound. Análise quantitativa determinar datas simbólicas para realização das tarefas (planejamento de recursos) Será realizada através da construção de árvores de prova canônica da lógica linear com cálculo de datas para a rede de Petri t-temporal, com conceitos de WorkFlow net embutidos (t-Time WorkFlow net), que modela um processo de workflow. A partir das datas obtidas nas árvores de prova, serão analisadas as datas de execução de cada tarefa do modelo e será estabelecido um planejamento dos recursos a serem utilizados na execução de cada atividade. 12

13 Resultados esperados Formalizar processos de workflow utilizando redes de Petri t-temporais e WorkFlow nets. Realizar análises formais (qualitativa e quantitativa) de processos de workflow utilizando a lógica linear. Estabelecer datas simbólicas para a realização das tarefas presentes no processo de workflow, possibilitando o planejamento de recursos. Realizar um estudo de caso no contexto de planejamento de recursos em gestão de projeto de software. 13

14 Estado atual do trabalho Elaboração do artigo Análise qualitativa e quantitativa de WorkFlow nets utilizando Lógica Linear, que será submetido ao V Simpósio Brasileiro de Sistemas de Informação (SBSI- 2009). 14

15


Carregar ppt "Formalização de Workflow baseada na Lógica Linear: Análise Qualitativa e Quantitativa Lígia Maria Soares Passos Aluna Stéphane Julia Orientador Universidade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google