A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SISTEMA ENDÓCRINO Glândulas endócrinas x exócrinas Ação hormonal Principais glândulas endócrinas humanas: localização, ação, distúrbios Retroalimentação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SISTEMA ENDÓCRINO Glândulas endócrinas x exócrinas Ação hormonal Principais glândulas endócrinas humanas: localização, ação, distúrbios Retroalimentação."— Transcrição da apresentação:

1

2 SISTEMA ENDÓCRINO Glândulas endócrinas x exócrinas Ação hormonal Principais glândulas endócrinas humanas: localização, ação, distúrbios Retroalimentação negativa (feedback negativo) Controle hormonal da reprodução

3 Glândulas exócrinas e endócrinas

4 SISTEMA ENDÓCRINO HUMANO Paratireóides Adrenais (supra- renais) Pâncreas Tireóide Hipófise Ovários (fêmeas) Testículos (machos)

5 MECANISMO DE AÇÃO HORMONAL- Esteróides * Especificidade das células-alvo ->Hormônios do córtex da adrenal (cortisol e aldosterna ->Hormônio da tireóide tiroxina derivado de AA não-polar

6 MECANISMO DE AÇÃO HORMONAL-Peptídios -> Hormônios da hipófise ->Hormônio da medula da adrenal: adrenalina e noradrenalina -> Insulina e glucagon -> CONSEQÜÊNCIA administração oral ou sangüínea

7 Os principais hormônios da hipófise

8 CONTROLE HORMONAL DA HIPÓFISE *Hipófise anterior: adenohipófise *Hipófise posterior: neurohipófise ->Controle do hipotálamo: * neurohipófise: direta * adenohipófise: hormônios de liberação HIPOTÁLAMO

9 Efeitos do ADH ->Álcool inibe a produção de ADH => aumento da diurese

10 Hormônio de Crescimento (somatotrofina) 1. Hormônio do crescimento induz o crescimento de músculos e ossos. <- Gigantismo e nanismo hipofisário

11 Tireóide: controle metabólico Tiroxina (tirosina + iodo = T3 e T4)-> estimula o metabolismo oxidativo --> nas crianças promove o crescimento e maturação do SNC --> Bócio endêmico: difícil acesso a iodo = hipotireodismo = aumento da glândula

12 Regulação dos níveis de Ca 2+ sangüíneo- Paratôrmonio Paratireóides Tireóide Retroalimentação negativa Aumento da absorção de Ca 2+ no intestino devido a ativação da vit.D Reabsorção de cálcio pelos rins Osteoclastos dissolvem parte mineral do osso, liberando Ca 2+ Aumento de Ca 2+ sangüíneo Hormônio da paratireóide Baixo Ca 2+ sangüíneo

13 <- Ações antagônicas da insulina e do glucagon Pâncreas -> Exócrina: e Endócrina Diabete melitus: altos níveis de glicose no sangue e urina Tipo 1: Juvenil, insulino- dependente = deficiência na produção de insulina Tipo 2: adulta = níveis normais ou acima do normal de insulina no sangue. Causada por baixa sensibilidade das células a insulina

14 SUPRA-RENAIS: MEDULA E CÓRTEX Medula: adrenalina e noradrenalina => estresse, luta, fuga (lembrar do simpático): aumento da freqüência cardíaca, desvio do sangue para o cérebro e músculos, dilatação das pupilas, etc. Córtex: Cortisona (cortisol) =antinflamatório. Promove a degradação de proteínas musculares e converção de aminoácidos em glicose em períodos de jejum ou exercício prolongado Aldosterona: estimula a absorção de Na + pelos rins = pressão sangüínea

15 CONTROLE HORMONAL DA REPRODUÇÃO Resumo GONADOTROFINAS: secretadas pela hipófise anterior; atuam sobre as gônadas 1.Folículo estimulante (FSH) 2.Luteinizante (LH) Homem: induz a produção de testosterona que ativa a espermatogênese e o aparecimento dos caracteres sexuais secundários (barba, etc) Mulher: FSH promove o desenvolvimento dos folículos ovarianos LH: ovulação Estimulam também a produção de estrógeno e progesterona que preparam a parede do útero (endométrio) para receber o embrião. 3. Oxitocina (ocitocina): hipófise posterior -trabalho de parto - amamentação

16 CICLO MENSTRUAL Resumo: Fase folicular - FSH estimula o desenvolvimento dos folículos, mas somente um atinge a maturidade (folículo de Graaf). Fase proliferativa - células granulosas do folículo secretam estrógeno que estimula o crescimento do endométrio Ovulação - o aumento na concentração de estradiol estimula a adenohipófise a secretar LH, o que faz com que o folículo libere o ovócito secundário. Fase secretória -Após a ovulação o folículo se desenvolve no corpo lúteo. Este continua a secreção de estrógeno e adiciona a secreção de progesterona. Estes dois combinados fazem com que o endométrio, torne-se mais vascularizado e com depósitos de glicogênio. -Estes dois hormônios ainda inibem a produção de FSH e LH. Fase menstrual -Na ausência da fertilização o corpo lúteo regride pela inibição do LH, realizada pelo estrógeno e progesterona. A regressão do corpo lúteo provoca diminuição dos níveis de estradiol e progesterona e conseqüente desfacelamento do endométrio juntamente com sangramento (menstruação). Estrógeno inibição

17 EM CASO DE FECUNDAÇÃO -O corpo lúteo não regride, não devido aos baixos níveis de LH, mas sim a gonadotrofina coriônica humana (HCG) secretada pelo côrion (embrião), um precursor da placenta. -Mantendo o corpo lúteo, os níveis de estradiol e progesterona continuam altos e a menstruação não acontece. -P.S. HCG é o hormônio detectado nos testes de gravidez P.S.2 Anticoncepcional -Para não haver o desenvolvimento de novos folículos, é preciso manter sempre baixo os níveis de FSH e LH. -As pílulas anticoncepcionais possuem doses diárias adequadas de estrógeno e progesterona que inibem a produção daqueles hormônios da hipófise.

18 3.Oxitocina (ocitocina): Parto

19 3.Ocitocina (oxitocina): Amamentação


Carregar ppt "SISTEMA ENDÓCRINO Glândulas endócrinas x exócrinas Ação hormonal Principais glândulas endócrinas humanas: localização, ação, distúrbios Retroalimentação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google