A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Glândula Ovariana e hormônios femininos. Introdução O ovário é um órgão, pertencente ao sistema reprodutor feminino, são encontrados em pares e responsáveis.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Glândula Ovariana e hormônios femininos. Introdução O ovário é um órgão, pertencente ao sistema reprodutor feminino, são encontrados em pares e responsáveis."— Transcrição da apresentação:

1 Glândula Ovariana e hormônios femininos

2 Introdução O ovário é um órgão, pertencente ao sistema reprodutor feminino, são encontrados em pares e responsáveis pela produção das células reprodutivas ou óvulos. Os ovários localizam-se um de cada lado do útero, e estão ligados ao útero através das trompas de Falópio.

3 Anatomia do ovário Com relação a sua anatomia, eles possuem uma forma oval e aplanada, semelhante à de uma amêndoa medindo 5cm. Cada ovário apresenta duas partes uma interna e outra externa. Na mulher adulta, a parte externa abriga uma grande quantidade de folículos de tamanhos diferentes, onde se encontram os óvulos. A cada ciclo menstrual, um folículo é desenvolvido e uma grande quantidade de estrógeno começa a ser secretada. Neste momento o folículo passa a ser chamado de folículo de Graaf.

4 Produção de Homônimos ESTROGÊNIO Promove o desenvolvimento das características sexuais femininas e da parede uterina (endométrio). Estimula o crescimento e a calcificação óssea, inibindo a remoção desse íon do osso e protegendo contra a osteoporose. Protege contra a aterosclerose (deposição de placas de gorduras nas artérias).

5 Produção de Homônimos PROGESTERONA Hormônio responsável pelas modificações orgânicas da gravidez, como preparação do útero para aceitação do óvulo fertilizado e das mamas para a lactação. Inibe as contrações uterinas, impedindo a expulsão do feto em desenvolvimento.

6 Outros hormônios - (LH e FSH) Hormônio Luteinizante – LH e Homônimo folículo estimulante FSH É sintetizado pelas células gonadotróficas da glândula Hipófise correspondendo apenas 5% do total de sua células. Na mulher adulta LH juntamente com o hormônio FSH estimula a produção o Estradiol (E2) promovendo a maturação do folículo ovariano. Com a diminuição do E2 ocorre um pico da produção de LH responsável pela ruptura do folículo e a expulsão do óvulo maduro (ovulação). O E2 tem como função o controle tanto da produção como da diminuição do LH. No homem, o LH estimula a produção de testosterona pelas células intersticiais dos testículos.

7

8 Expulsão do óvulo

9 Quando ocorre a fecundação Com a fecundação do óvulo, este será captado pela trompa, estrutura que liga os ovários ao útero. É na trompa (tuba uterina) que ocorrerá a fecundação do óvulo. O embrião resultante será transportado pela trompa até a cavidade uterina, o que costuma levar cerca de 3 dias. Após 2 dias de permanência na cavidade uterina, ocorrerá sua implantação no endométrio. Somente após a implantação (e não após a fecundação) a mulher estará grávida. Para a manutenção da gravidez, é fundamental o papel do estradiol (E2) e, principalmente, da progesterona produzida pelo corpo lúteo (ex folículo). No ciclo menstrual sem gravidez, o corpo lúteo regride.

10 Quando não ocorre a fecundação Após a ovulação, forma-se, no ovário, uma estrutura chamada corpo lúteo (no lugar onde existia o folículo dominante), responsável pela produção da progesterona. Ela será fundamental para o amadurecimento do endométrio, ou seja, a preparação para a gravidez. Assim, na primeira fase do ciclo (folicular) temos ação somente do estradiol. Na segunda (lútea), temos o estradiol e a progesterona, ambos produzidos pelo corpo lúteo. Se não houver gravidez, em 14 dias ocorrerá uma regressão nos níveis de estradiol e de progesterona, o que fará com que descame aquele endométrio que havia sido preparado para receber um embrião. Esta descamação é acompanhada de sangramento: a menstruação. O primeiro dia do sangramento é considerado o primeiro dia do próximo ciclo menstrual, no qual os eventos descritos se repetirão.

11 Diagnóstico da gravidez Após a implantação do embrião ocorre a produção de um hormônio chamado gonadotrofina coriônica humana (HCG), que mantém o corpo lúteo ativo por cerca de 3 meses, até que a placenta se desenvolva e passe a produzir os hormônios necessários para a gravidez. O endométrio, assim, não descama e é por este motivo que a gestante não menstrua. O HCG é também o hormônio que dosamos no sangue para o diagnóstico de gravidez.


Carregar ppt "Glândula Ovariana e hormônios femininos. Introdução O ovário é um órgão, pertencente ao sistema reprodutor feminino, são encontrados em pares e responsáveis."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google