A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

P ROTOCTISTAS : ALGAS E PROTOZOÁRIOS Professora Fernanda Landim.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "P ROTOCTISTAS : ALGAS E PROTOZOÁRIOS Professora Fernanda Landim."— Transcrição da apresentação:

1 P ROTOCTISTAS : ALGAS E PROTOZOÁRIOS Professora Fernanda Landim

2 P ROTOCTISTAS Eucariontes Unicelulares ou Pluricelulares Autótrofos ou Heterótrofos Reprodução sexuada e assexuada Algas Protozoários

3 A LGAS São seres eucarióticos, fotossintetizantes, uni ou multicelulares Podem possuir reprodução sexuada e assexuada, dependendo da espécie Diferem das plantas por não apresentarem embriões dependentes do organismo materno para a sua nutrição. Vivem no mar, em água doce e em terra firme (sobre superfícies úmidas) São fundamentais para o equilíbrio ecológico, pois fornecem nutrientes para organismos heterotrófico e são responsáveis por quase 90% da fotossíntese realizada no planeta. Caso desaparecessem do planeta, o teor de oxigênio declinaria a ponto de a atmosfera terrestre tornar-se incompatível com a vida da maioria das espécies, incluindo a nossa.

4 F ILO B ACIOLLARIOPHYTA (D IATOMÁCEAS ) São unicelulares Suas células são recoberta por uma carapaça, a frústula, constituída por sílica, o mesmo material empregado na produção de vidro Ao longo de milhares de anos, as carapaças das diatomáceas foram se acumulando, formando uma camada rochosa chamada de terra de diatomáceas (diatomito) Reprodução assexuada por divisão binária Utilizada na produção de tijolos brancos, pasta de polimento, creme dental Responsável pela maior parte da fotossíntese do planeta

5 F ILO E UGLENOPHYTA (E UGLENA ) Unicelulares Maioria são de água doce Possui um flagelo utilizado na locomoção Presença de cloroplasto Presença de vacúolos contráteis responsáveis pelo controle osmótico Possui uma nutrição versátil: se existir luz no ambiente, realizam a fotossíntese (autótrofo); se o ambiente não tiver luz se comportam como heterótrofo

6 F ILO D INOPHYTA ( D INOFLAGELADOS ) Unicelulares, a maioria marinha Possuem dois flagelos Juntamente com as diatomáceas, constituem parte importante do fitoplâncton Os dinoflagelados Noctiluca sp são bioluminescente Outros dinoflagelados vivem associados com os recifes de coral Várias espécies são responsáveis pela maré vermelha causada pela reprodução exagerada dessas microalgas. Nessas situações, são liberadas substâncias tóxicas causando a morte de vários organismos marinhos, eventualmente podendo intoxicar pessoas

7 F ILO C HLOROPHYTA ( ALGAS VERDES ) Constitui o filo mais diversificado Unicelulares ou multicelulares Vivem em ambientes marinho, doce e algumas espécies são terrestres Parede celular formada por celulose Possui o pigmento clorofila Acredita-se que as clorofíceas sejam ancestrais das plantas A maioria possui vida livre, porém algumas podem viver associadas. Liquens é a associação entre algas verdes e os fungos A espécie Ulva lactuca é coméstível

8 F ILO PHAEOPHYTA ( ALGAS PARDAS ) Todas as feofíceas são multicelulares Vivem no mar Além da clorofila, possui a fucoxantina Algumas espécies acumulam carbonato de cálcio na parede celular, sendo por tanto utilizada na alimentação como uma ótima fonte de iodo. Outras são coletadas e, depois de secas trituradas, sendo utilizada como adubo.

9 F ILO R HODOPHYTA ( ALGAS VERMELHAS ) Também conhecidas como rodofíceas A maioria é multicelular São abundantes nos mares tropicais, mas também ocorrem em água doce Possui um pigmento chamado de ficobilina, que além de atribuir a cor avermelhada a essas algas, possibilita o crescimento delas em grandes profundidades É importante na indústria, pois fornece produtos como carregenina e o ágar, utilizados na consistência de gelatinas e sorvetes. Utilizada na fabricação do nori, aquela folhinha que envolve o sushi

10 P ROTOZOÁRIOS Unicelulares e heterotróficos Maioria em ambientes aquáticos, mas podem ser encontrados em ambientes lodosos (úmido) Podem ter vida livre, ou atuar como parasitas em associação com outros organismos Reprodução assexuada por divisão binária De acordo com sua forma de locomoção podem ser classificados como: pseudópodes, flagelados, ciliados e esporozoários

11 P ROTOZOÁRIOS Pseudópodes – São expansões citoplasmáticas que auxiliam na locomoção do protozoário e na captura de alimentos. Estes pertencem ao grupo do filo Rizópode. Como representantes podemos citar as amebas.

12 P ROTOZOÁRIOS Flagelados – São os protozoários que se locomovem por meio de estruturas filamentosas em forma de chicote, o flagelo. Os tripanossomos são protozoários flagelados

13 P ROTOZOÁRIOS Ciliados – São protozoários dotados de estruturas locomotoras filamentosas geralmente mais curtas e mais numerosas que os flagelos, os cílios. Os cílios criam uma corrente na água que direciona o alimento para ser capturado. Ex: Paramécio

14 P ROTOZOÁRIOS Esporozoários – Não possuem estruturas locomotoras, seu deslocamento só ocorre se houver algum tipo de correnteza no local. É o plasmódio o representante desse grupo.

15 P ROTOZOOSES HUMANAS ( DOENÇAS CAUSADAS POR PROTOZOÁRIOS ) Doença de Chagas – Tripanossomíase americana, causada pelo flagelado Trypanossoma cruzi O tripanossomo é encontrado no inseto barbeiro. O barbeiro é infectado com o tripanossomo quando se alimenta do sangue de animais. O inseto deposita fezes infectadas com o tripanossomo junto com a picada. A transmissão ocorre quando a pessoa que levou a picada coça o local, permitindo a entrada do protozoário A doença pode ser transmitida também durante uma transfusão de sangue Ao atingir a corrente sanguínea, o tripanossomo atingi vários órgãos Para evitar a doença é recomendado combater o mosquito transmissor, substituir casas de pau a pique por casas de madeira ou tijolos, realizar a transfusão somente com o sangue testado.

16

17 P ROTOZOOSES HUMANAS ( DOENÇAS CAUSADAS POR PROTOZOÁRIOS ) Leishmaniose Existem dois tipos: a visceral e a tegumentar, conhecidas como calazar e cutânea. O protozoário leishmania brasiliensis causa lesões na mucosa da boca, do sistema respiratório e lesões na pele. Transmitida por meio da picada da fêmea do mosquito conhecido como mosquito-palha ou birigui, introduzindo o protozoário na circulação do hospedeiro Nas áreas urbanas, cães são reservatórios desse protozoários quando picados pelo mosquito-palha Sintomas: febre, fraqueza, perda de apetite, anemia, palidez, aumento do baço e do fígado, comprometimento da medula óssea, do sistema respiratório, sangramentos na boca e intestino. Evitar: Proteção contra mosquito, não deixar fezes do cão espalhadas, cuidar da saúde do cão, manter a casa limpa.

18

19 P ROTOZOOSES HUMANAS ( DOENÇAS CAUSADAS POR PROTOZOÁRIOS ) Malária Causada pelo protozoário do gênero Plasmódium, é transmitida pela picada fêmea do mosquito conhecido como mosquito-prego. Ao picar a pessoa o protozoário atinge a corrente sanguínea e se aloja no fígado, e se multiplicam. Depois retornam a corrente sanguínea, atingem os glóbulos vermelhos (hemácias), onde se reproduzem novamente. Sintomas: tremores, calafrios, anemia e dores de cabeça. Transmissão: através de transfusão de sangue, seringas infectadas e caso a gestante esteja com a doença, antes ou durante o parto. Há medicação, porém não existe vacina. É importante o cambate as mosquito

20

21 P ROTOZOOSES HUMANAS ( DOENÇAS CAUSADAS POR PROTOZOÁRIOS ) Toxoplasmose Causado pelo esporozoário Toxoplasma gondii Os gatos são os verdadeiros hospedeiros, por tanto a transmissão aos humanos ocorre com o contato com gatos ou com suas fezes que podem conter o cisto do toxoplasmose. Sintomas: febre, dores musculares e mal-estar. Em geral a doença desaparece sem nenhuma consequência a saúde, porém em grávidasdevem evitar o contato com fezes de gatos e carnes mal cozidas ou cruas

22

23 P ROTOZOOSES HUMANAS ( DOENÇAS CAUSADAS POR PROTOZOÁRIOS ) Amebíase e giardíase São transmitidas pela ingestão de água ou alimentos contaminados. Os parasitas se instalam no intestino causando diarreias e as dores abdominais. Tricomoníase Transmitida durante a relação sexual sem proteção com uma pessoa infectada. Nas mulheres causam inflamação na uretra e na vagina; já nos homens não apresentam sintomas.


Carregar ppt "P ROTOCTISTAS : ALGAS E PROTOZOÁRIOS Professora Fernanda Landim."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google