A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Secretaria Municipal de Saúde. Rede Municipal de Saúde de Florianópolis UnidadesTotal Centros de Saúde 50 Policlínicas 04 Equipes de Saúde da Família.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Secretaria Municipal de Saúde. Rede Municipal de Saúde de Florianópolis UnidadesTotal Centros de Saúde 50 Policlínicas 04 Equipes de Saúde da Família."— Transcrição da apresentação:

1 Secretaria Municipal de Saúde

2 Rede Municipal de Saúde de Florianópolis UnidadesTotal Centros de Saúde 50 Policlínicas 04 Equipes de Saúde da Família 116 Núcleos de Apoio a Estratégia de Saúde da Família-NASF 07 (12) Equipes de Saúde Bucal da Estratégia de Saúde da Família 50 Equipes no Programa de Saúde na Escola 69 Centro de Especialidades Odontológicas-CEO 02 Centro de Zoonoses 01 Unidade de Pronto Atendimento- UPA 02 Laboratório Municipal 01 Bases do SAMU- Serviço Móvel de Urgência 04 Centros de Atenção Psicossocial 04 Farmácia Escola 01 Farmácia Popular 01 Consultório de Rua / na Rua 01

3 O que a Saúde está fazendo Estruturação de 50 Centros de Saúde, 04 Policlínicas, 02 UPA`s; 116 Equipes de Saúde da Família com cobertura populacional de 92%; Pioneirismo no Matriciamento em saúde mental; Implantação de 07 Núcleos de Apoio a Saúde da Família (NASF), com expansão atual para 12: Equipes Multiprofissionais com Psicólogos, Psiquiatras, Pediatras, Assistentes Sociais, Nutricionistas, Farmacêuticos, Educadores Físicos, Fisioterapeutas, Fonaudiólogos: ~ 85 profissionais de nível superior; Grupos de Apoio Psicológicos Semanais de Referência para todos os Centros de Saúde; Realização do Programa Saúde do Escolar;

4 04 Centros de Atenção Psicossocial (CAPSi; CAPS II; CAPSad), 02 Centros de Atenção Psicossocial para Indivíduos com Problemas com o uso de Álcool e Outras Drogas (CAPSad); Implantação de um CAPS para cada 100 mil habitantes: ou seja 0,9 (cobertura muito boa > 0,7), Fonte: Área Técnica de Saúde Mental/ DAPES/ SAS/MS) Implantação do Programa de Redução de Danos; Oferta de tratamento e combate ao Tabagismo nas Unidades de Saúde. Fiscalização dos estabelecimentos comerciais: ambientes livre do cigarro - Lei 8042/2009 Consultório de Rua em transição para atenção básica O que a Saúde está fazendo

5 Rede de saúde mental organizada a partir da ESF Atenção primária é a porta de entrada prioritária do sistema e coordenador do cuidado As equipes de saúde mental possuem papel de apoio à ESF, incorporadas nos NASF Ações planejadas de acordo com as necessidades das comunidades e equipes de saúde da família Equipes de SM da atenção básica (NASF) se reúnem mensalmente com os CAPS Rede de atenção em saúde mental

6 Por sua proximidade com as famílias e comunidades, as equipes de saúde da família (SF) têm papel estratégico para o enfrentamento das diversas formas de sofrimento psíquico. Cada Distrito Sanitário possui uma equipe de SM, composta por psiquiatras e psicólogos, integrada ao Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) que atuam de forma generalista, dando apoio e atenção a adultos, idosos, crianças e adolescentes no âmbito da atenção básica. Os indivíduos que necessitem de cuidados em SM devem procurar o CS de seu território, pois todas as unidades contam com profissionais de referência nessa área. Rede de atenção em saúde mental

7 O planejamento e execução de atividades de promoção de saúde e tratamento em SM são feitos conjuntamente entre as equipes de SM e SF. Ocorrem discussões de tópicos e casos que envolvam questões relacionadas ao tema. Os profissionais de SM realizam atendimento específico sempre que houver necessidade. Outras ofertas de cuidado: grupos de apoio psicológico, grupos de atividade física e apoio do NASF a outros grupos das ESF Matriciamento

8 Grupo de profissionais especializados em várias áreas do saber que oferecem apoio a um conjunto de ESF Política de fortalecimento da atenção primária criada por portaria do MS Proposta de repensar e otimizar o acesso a ações especializadas Aumenta as possibilidades de intervenção em problemas complexos da Atenção Primária (saúde mental, violência, saúde nas escolas, mudança de comportamentos nocivos etc) NASF

9 Nos próprios centros de saúde e territórios das ESF que apóia Ações combinadas com as ESF Consultas conjuntas, grupos, visitas domiciliares conjuntas, discussão de casos difíceis Educação permanente das ESF nos atendimentos e discussões ou em outros espaços nos serviços Articulação com outros setores (escolas, conselhos, grupos da comunidade, CRAS) Atendimento individual ou em grupo de casos selecionados com as ESF Atendimento de todas as faixas etárias Como o NASF trabalha

10 Para os indivíduos que necessitarem de cuidado mais intensivo e/ou de reinserção psicossocial que ultrapassem as possibilidades de intervenção da SF e NASF CAPS para adultos CAPS infantil CAPS ad continente CAPS ad ilha Centro de Atenção Psicossocial - CAPS

11 Acolhimento diário: Por demanda espontânea; Por encaminhamentos (Serviços de Saúde, Egressos do IPQ, Promotoria, Ministério Público, etc). Tratamento: Projetos terapeuticos singulares; Projetos, incluem alimentação e vale transporte. Centro de Atenção Psicossocial - CAPS

12 Atividades desenvolvidas Atendimento Individual Atendimento em Grupo Terapêutico Atendimento Familiar Oficinas Terapêuticas Desintoxicação Ambulatorial; Articulação com a rede de saúde e outros setores

13 Reunião mensal dos coordenadores de CAPS Reunião mensal das equipes distritais de saúde mental Reunião mensal dos NASF Reunião semanal em cada CAPS Reuniões de planejamento e discussão de casos

14 Reuniões distritais: Equipe de Saúde Mental distrital (psiquiatras e psicólogos matriciadores) e um representante de cada CAPS Lista de alta do IPQ: Enviada semanalmente ao CAPS para seguimento e busca ativa Regulação e continuidade do cuidado

15 Define a política de saúde mental adotada pela SMS; Oficializa as práticas adotadas; Guia que instrumentaliza a rede; Propicia maior articulação entre os serviços; Elaboração do protocolo de saúde mental contou com a participação dos profissionais da rede, instituições parceiras e do Conselho Municipal de Saúde (CMS) mento+para+a+rede&menu=5 Protocolo de saúde mental

16 Ações em desenvolvimento Convênio com comunidade terapêutica: 60 vagas Edital para convênio com unidades de acolhimento transitório (UAT), de acordo com portaria 121/2012: Adulto masculino (2- 30 vagas) Adulto feminino (1- 15 vagas) Adolescentes masculino (1- 10 vagas) Adolescentes feminino (1-10 vagas)

17 Ações em desenvolvimento UAT e CAPS ad III: retaguarda hospitalar em saúde mental como pré-requisito Comissão Técnica Interinstitucional com a Secretaria Estadual de Saúde e Hospital Universitário instituída pela Portaria conjunta UFSC/SMS 019/2010 para criação da emergência psiquiátrica: obras em andamento

18 Ações em desenvolvimento Capacitação para as equipes de SF, NASF e CAPS: 280 servidores Técnicos de referência para atenção a indivíduos com problemas decorrentes de álcool e outras drogas no CAPSi Ativididades específicas para adolescentes nos CAPS ad

19 Centro de Atenção Psicossocial CAPS Ad Ilha

20 Implantação em outubro de 2011 a fim de ampliar as ações territoriais relacionadas a álcool e outras drogas com foco na população em situação de vulnerabilidade. Portaria 123 (Jan/2012): equipe prevista na Política Nacional de Atenção Básica Momento atual: encerramento do projeto; aguardando credenciamento de nova equipe ligada à atenção básica com CS de referência na região central Consultório de Rua / na Rua


Carregar ppt "Secretaria Municipal de Saúde. Rede Municipal de Saúde de Florianópolis UnidadesTotal Centros de Saúde 50 Policlínicas 04 Equipes de Saúde da Família."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google