A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AS TEORIAS DOS FILÓSOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS. TALES DE MILETO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AS TEORIAS DOS FILÓSOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS. TALES DE MILETO."— Transcrição da apresentação:

1 AS TEORIAS DOS FILÓSOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS

2 TALES DE MILETO

3 Considerações sobre a teoria de Tales de Mileto: Teria vivido entre 625 a 558 a.C. Teria vivido entre 625 a 558 a.C. Efetua um questionamento que se torna próprio de toda a filosofia pré-socrática: qual o princípio originador de todas as coisas? Efetua um questionamento que se torna próprio de toda a filosofia pré-socrática: qual o princípio originador de todas as coisas? Respondeu utilizando a seguinte expressão: a alma é a essência do cosmos; Ela o anima. É essa a força que rege tudo. Respondeu utilizando a seguinte expressão: a alma é a essência do cosmos; Ela o anima. É essa a força que rege tudo.

4 OUTRAS CONSIDERAÇÕES: A alma de Tales é a água, pois todas as coisas possuem umidade. A alma de Tales é a água, pois todas as coisas possuem umidade. A água, portanto, se constitui como o princípio originador de todas as coisas. A água, portanto, se constitui como o princípio originador de todas as coisas. Tal noção esclarece que pela primeira vez alguém pensou a unidade do universo, sem a influência religiosa. Tal noção esclarece que pela primeira vez alguém pensou a unidade do universo, sem a influência religiosa. A terra flutua sobre a água. A terra flutua sobre a água. A resposta sobre o princípio supremo de todas as coisas foi então alcançada pelos sentidos, pela experiência. A resposta sobre o princípio supremo de todas as coisas foi então alcançada pelos sentidos, pela experiência.

5 ANAXIMANDRO DE MILETO

6 Considerações sobre a teoria de Anaximandro de Mileto: Teria vivido entre 610 e 547 a.C. Teria vivido entre 610 e 547 a.C. Dizia: nada no cosmos é pronto e acabado, pois o princípio que daria origem a todas as coisas não pode ser determinado, definido. Dizia: nada no cosmos é pronto e acabado, pois o princípio que daria origem a todas as coisas não pode ser determinado, definido. Vivemos então em um drama por não sabermos sobre um princípio ordenador do cosmos. Vivemos então em um drama por não sabermos sobre um princípio ordenador do cosmos. Esse drama reflete a tragédia vivenciada pelos seres humanos. Esse drama reflete a tragédia vivenciada pelos seres humanos.

7 OUTRAS CONSIDERAÇÕES: Dizia, ainda: todas as coisas afundam na perdição. Esse é o destino, é a justiça do mundo. Dizia, ainda: todas as coisas afundam na perdição. Esse é o destino, é a justiça do mundo. Não entender a necessária perdição do todo, seria injusto. No entanto, tal justiça seria um indício para o cuidar de si, que de fato faz parte da rotina humana. Não entender a necessária perdição do todo, seria injusto. No entanto, tal justiça seria um indício para o cuidar de si, que de fato faz parte da rotina humana. O pensar corretamente aparece nessa medida, como o cuidado que desenvolvemos em relação a nós mesmos. O pensar corretamente aparece nessa medida, como o cuidado que desenvolvemos em relação a nós mesmos.

8 HERÁCLITO DE ÉFESO

9 Considerações sobre a teoria de Heráclito de Éfeso: - Teria vivido entre 540 e 470 a.C. - Valorizou a noção de que o Logos, isto é, a razão determina o sentido de todas as coisas. - Assim, a essência de todas as coisas, ou seja, o Ser dos entes é o logos, a razão.

10 OUTRAS CONSIDERAÇÕES: O Logos só pode de fato ser entendido, por aqueles que detém erudição. Somente estes podem ouvir a razão. O Logos só pode de fato ser entendido, por aqueles que detém erudição. Somente estes podem ouvir a razão. A realidade se apresenta em movimento, pois tudo que existe possui o seu contrário. O que agita a mudança e a disposição dos contrários é um elemento primordial: o fogo. A realidade se apresenta em movimento, pois tudo que existe possui o seu contrário. O que agita a mudança e a disposição dos contrários é um elemento primordial: o fogo.

11 PARMÊNIDES DE ELÉIA

12 CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES SOBRE A TEORIA DE PARMÊNIDES DE ELÉIA: Teria vivido entre 530 e 460 a.C. Teria vivido entre 530 e 460 a.C. Dizia que a essência de todas as coisas é una. Valoriza a ideia que não há possibilidade de corrupção (mudança, degeneração) dos contrários, já que tudo o que existe é uma coisa só. Dizia que a essência de todas as coisas é una. Valoriza a ideia que não há possibilidade de corrupção (mudança, degeneração) dos contrários, já que tudo o que existe é uma coisa só. Não há movimento, não há tensão entre estados diferentes, pois isso seria a ilusão frente ao que existe: a unidade. Não há movimento, não há tensão entre estados diferentes, pois isso seria a ilusão frente ao que existe: a unidade.


Carregar ppt "AS TEORIAS DOS FILÓSOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS. TALES DE MILETO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google