A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Curso de Pedagogia – disciplina: Interação do mundo natural: Ciências da natureza I - Profª Lucia Helena Amim Aula-5 CIÊNCIA E RELIGIÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Curso de Pedagogia – disciplina: Interação do mundo natural: Ciências da natureza I - Profª Lucia Helena Amim Aula-5 CIÊNCIA E RELIGIÃO."— Transcrição da apresentação:

1 Curso de Pedagogia – disciplina: Interação do mundo natural: Ciências da natureza I - Profª Lucia Helena Amim Aula-5 CIÊNCIA E RELIGIÃO

2 Ao longo da história da civilização, a relação entre ciência e religião foi marcada por momentos conflituosos. Há quem acredite que ambas caminham juntas, como também existem aqueles que consideram-nas temas totalmente incongruentes. O século XVI foi marcado por uma grande pressão da Igreja sobre os cientistas e outros discordantes da religião dominante na Europa.

3 Durante o século passado e em parte do que o precedeu, a existência de um conflito insolúvel entre conhecimento e crença foi amplamente sustentada. Prevalecia entre mentes avançadas a opinião de que chegara a hora de substituir, cada vez mais, a crença pelo conhecimento. Toda crença que não se fundasse ela própria em conhecimento era superstição e, como tal, devia ser combatida. CIÊNCIA E RELIGIÃO

4 Teorias: Criacionismo e Evolucionismo

5 Criacionismo Criacionismo é a teoria que afirma que o homem, a terra, e o resto do universo foram originalmente criados e não espontaneamente explodidos do nada para a existência pelo acaso. Não há de fato uma teoria criacionista oficial, mas em geral é uma posição conflitante com a ciência sobre a origem do universo, origem da vida e evolução das espécies. Para os criacionistas, tais fatos ocorreram assim como descritos em escrituras sagradas, como a bíblia ou o alcorão.

6 A questão sobre as origens do homem, remete a um amplo debate, no qual filosofia, religião e ciência entram em cena para construir diferentes concepções sobre a existência da vida humana. O cristianismo adota a Bíblia como fonte explicativa sobre a criação do homem. Segundo a narrativa bíblica, o homem foi concebido depois que Deus criou céu e terra. Criacionismo

7 A maioria dos argumentos criacionistas baseiam-se em refutar ou desacreditar as evidências que suportam a teoria da evolução. Numa tentativa de solidificar mais o movimento, os criacionistas se referem as suas crenças como Teoria do Design Inteligente, inserida na Ciência da Criação. Criacionismo

8 Segundo essa teoria, todas as coisas do universo foram projetadas por um ser, que possui inteligência e vontade e atribuiu significado e sentido a sua criação. Segundo esse argumento, a vida é muito complexa para ter se originado do caos, assim como o nosso planeta é perfeito demais, para a existência dos seres. Logo, deve ter havido uma vontade ou uma inteligência, que moldasse o universo de forma a permitir o surgimento da vida.

9 Criacionismo A questão da complexidade irredutível, diz que um determinado órgão ou componente de um ser vivo, é complexo demais para ter evoluído aos poucos ao longo do tempo. E temos também, aqueles que alegam que a teoria da evolução não pode ser comprovada (e nunca será) devido a falta de fósseis transacionais, fósseis que demonstram a transformação de uma espécie em outra.

10 Evolucionismo Teoria da Evolução Darwin: Seleção Natural Anatomia comparada Presença de fósseis Estruturas vestigiais Evidências genéticas

11 A Teoria da Evolução é fruto de pesquisas, iniciadas pelo cientista inglês Charles Robert Darwin e pelo naturalista britânico Alfred Russel Wallace. Em suas pesquisas, ocorridas no século XIX, Darwin procurou estabelecer um estudo comparativo entre espécies aparentadas, que viviam em diferentes regiões. Evolucionismo

12 Além disso, ele percebeu a existência de semelhanças entre os animais vivos e em extinção. Ele levantou a ideia, de que os organismos vivos estão em constante concorrência e, a partir dela, somente os seres melhores preparados às condições ambientais impostas, poderiam sobreviver. Evolucionismo

13 O homem e o macaco possuem uma mesma ascendência, a partir da qual, estas e outras espécies se desenvolveram ao longo do tempo. Contudo, isso não quer dizer, conforme muitos afirmam, que Darwin supôs que o homem é um descendente do macaco.. Evolucionismo

14 Em sua obra, A Origem das Espécies, ele sugere que o homem e o macaco, em razão de suas semelhanças biológicas, teriam um mesmo ascendente em comum. Evolucionismo

15 A partir dessas afirmações e dispondo de outras áreas da ciência, como a Genética e a Biologia Molecular, vários membros da comunidade científica, ao longo dos anos, se lançaram ao desafio de compreender o processo de variação e adaptação de populações ao longo do tempo, e o surgimento de novas espécies a partir de outra preexistente. Evolucionismo

16 O evolucionismo, ou teoria da evolução, propõe que a diferenciação e surgimento das espécies é um processo contínuo, gerado pela seleção natural. Apesar da ideia, de mudanças em animais ao longo do tempo já terem sido sugeridas por outros cientistas, foi Charles Darwin que propôs a seleção natural como vetor dessas transformações. Assistam ao vídeo,

17 A seleção natural explica o processo de adaptação e especialização dos seres vivos. Segundo esse processo, características hereditárias favoráveis tornam-se mais comuns em gerações futuras. Os mais adaptados conseguem sobreviver. Evolucionismo

18 Cladograma

19 Evolucionismo Mas quais as evidências que suportam o evolucionismo? 1- A primeira delas e a mais simples de entender é a anatomia comparada. 2- Fósseis são talvez a maior evidência da evolução, pois nos mostram, que em períodos passados, a Terra era habitada por animais diferentes dos atuais.

20 3- Estruturas vestigiais- são órgãos ou componentes que desempenhavam um papel ativo em um ancestral de um animal, mas que por uma adaptação ao meio, foi perdendo uso e se atrofiando. 4-Também muito importante para evidenciar o caráter verdadeiro da teoria, a análise de DNA comprovou que seres supostamente descendentes de um mesmo ancestral, possuem muita semelhança genética. Evolucionismo

21 Algoritmo para a seleção natural Seis passos resumem a conclusão chegada por Darwin no seu livro A Origem das Espécies. 1.Haver reprodução 2.Herança de características 3.Variação das características 4.Ambiente com recursos limitados 5.Espécimes mais adaptadas ganham dos concorrentes (sobrevivem). 6.Suas características prevalecem, enquanto outras tendem a desaparecer.

22 CRIAÇÂO-2009-O filme foi produzido em comemoração aos 200 anos do nascimento de Charles Darwin e narra à época em que Darwin estava escrevendo "A Origem das Espécies", seu livro mais importante. É claro que o filme chegou a gerar polêmica por envolver o autor da Teoria da Evolução e o eterno conflito Religião X Ciência ou como queiram, CRIACIONISTAS X EVOLUCIONISTAS,

23 A Arte da Desilusão: Mimetismo e Camuflagem

24 Debate em sala sobre o tema: Evolucionismo e Criacionismo Vídeo: A evolução das espécies- Globo Ciência.


Carregar ppt "Curso de Pedagogia – disciplina: Interação do mundo natural: Ciências da natureza I - Profª Lucia Helena Amim Aula-5 CIÊNCIA E RELIGIÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google