A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sistema endócrino. Regula as atividades do corpo produzindo e liberando, na corrente sangüínea, substâncias chamadas hormônio, que são produzidos por.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sistema endócrino. Regula as atividades do corpo produzindo e liberando, na corrente sangüínea, substâncias chamadas hormônio, que são produzidos por."— Transcrição da apresentação:

1 Sistema endócrino

2 Regula as atividades do corpo produzindo e liberando, na corrente sangüínea, substâncias chamadas hormônio, que são produzidos por glândulas endócrinas. Hormônios são mensagens químicas de uma glândula para outra ou órgão do corpo, eles agem sobre as células alvo.

3

4 Suas substâncias são enviadas ao lobo anterior e posterior da hipófise, onde atuam ou são liberadas.

5 Hormônios hipotalâmicos ADH (hormônio antidiurético): Atua nos túbulos renais promovendo a reabsorção de água. Oxitocina: Provoca contração da musculatura lisa.O útero que se contrai no parto e influencia a lactação das mamas para liberar leite das células glandulares nos ductos.

6

7

8

9 Hormônios produzidos na adeno hipófise ou lobo anterior LTH – Luteotrófico – Prolactina:nos ovários impedinde a fertilidade e estimula a produção de leite na mulher. No homem, gera impotência sexual por prejudicar a produção de testosterona e até o aumento das mamas. ACTH – Adrenocorticotrófico: Atua sobre a supra-renal para produção dos hormônios corticais e no controle de água e dos sais minerais. TSH – Tireotrófico: Regula o tamanho e a função da glândula tireóide.

10 LH – Luteinizante: Ativar as glândulas sexuais femininas e masculinas, produzindo estrógeno, progesterona e testosterona. FSH – Folículo Estimulante: Estimula o crescimento do folículo ovariano, nas mulheres, e da espermatogênese, nos homens (um processo que também requer a ação da testosterona).

11 MSH – Melanócitos Estimulante: Atua na pigmentação da pele estimulando os melanócitos a produzir melanina, causando o escurecimento da pele e cabelo. STH ou GH – Somatrotófico: crescimento corporal, aumentando a formação protéica

12

13 Hormônios da Glândula Pineal Melatonina: Exerce efeitos inibidores sobre as gônadas e inibe a produção de melanina Noradrenalina: Produz a constrição de todos os vasos sanguíneos do corpo, inibe a função gastro-intestinal, dilata a pupila do olho e aumenta moderadamente o metabolismo.

14

15 Hormônios tireoideanos Tiroxina ou T4: Sua função é aumentar a atividade metabólica na maioria dos tecidos; é necessário para o desenvolvimento normal do sistema nervoso central Triiodotironina ou T3: Tem a mesma função da tiroxina, porém é 5 vezes mais potente, embora esteja no sangue em quantidades mínimas. Calcitonina:inibe a absorção de cálcio no osso.

16

17 Hormônio paratireiodeano Paratireóide – Paratormônio: Age sobre a concentração de íons de cálcio (Ca++) e fosfato. Sua presença eleva a concentração do cálcio. ao mesmo tempo em que abaixa a porcentagem de fosfato estimulando sua secreção pelos néfrons. Sua ação é mais pronunciada na decomposição óssea pelos osteoclastos. Sua ação é controlada pelo hormônio calcitonina.

18 As Ilhotas de Langerhans são um grupo especial de células do pâncreas que produzem insulina e glucagon, substâncias que agem como importantes reguladores do metabolismo de açúcar

19 Hormônios pancreáticos Insulina – células beta: Insulina é o hormônio responsável pela redução da glicemia (taxa de glicose no sangue), ao promover o ingresso de glicose nas células. Ela também é essencial no consumo de carboidratos, na síntese de proteínas e no armazenamento de lipídios (gorduras). Glucagon – células alfa: Atua no fígado para a liberação de glicogênio.

20 Glicose alta Glicose Baixa

21

22

23 Hormônio das Adrenais Medula Supra-Renal Adrenalina: Eleva o metabolismo em até 100%, aumentando a excitabilidade e atividades em todo o organismo Noradrenalina: Tem praticamente os mesmos efeitos da adrenalina, porém seus efeitos duram até 10 vezes mais, por ser lentamente eliminada. Inibe a função do trato gastrintestinal, dilata a pupila do olho.

24 Hormônio das Adrenais Córtex – Mineralocorticóides: Aldosterona: Age sobre os túbulos renais aumentando a reabsorção da água e sódio. Aumenta também a excreção de potássio.

25 Glicocorticóides Cortizol: Estimula o armazenamento de glicogênio no fígado, também estimula a mobilização dos tecidos graxos de depósitos adiposos. Androgênio: É o hormônio masculino elaborado no córtex da supra-renal. Estrogênio: Também produzido no córtex da supra-renal, promove o aparecimento dos caracteres secundários femininos e o ciclo menstrual.

26

27 Hormônios ovarianos Estrógeno: Responsáveis pelo crescimento aumentado do útero e da vagina, na puberdade, e pelo desenvolvimento dos caracteres secundários. O estrogênio é responsável pela fixação do cálcio nos ossos. Progesterona: É secretada pelo corpo lúteo e placenta. Converte o endométrio uterino, em uma estrutura secretora especializada no processo de implantação, é responsável pelo desenvolvimento das células secretoras de leite na gestação e diminui a mobilidade do útero.

28 A placenta também secreta progesterona.

29

30 Testículos

31 Testosterona: Formado pelas células de Leydig, dentro dos túbulos seminíferos Responsável pelo crescimento pronunciado masculino, órgãos genitais externos, internos e o aparecimento dos caracteres sexuais secundários incluindo engrossamento da voz, desenvolvimento muscular grandemente aumentado, e o padrão de pelos característicos do sexo masculino. Também promove o anabolismo de proteínas através do corpo.

32 Patologias relacionadas ao sistema endócrino

33 Diabetes Mellitus O diabetes mellitus (DM) é definido como uma síndrome de hiperglicemia crônica resultante da falta de produção de insulina ou de resistência à ação deste hormônio. Quando a produção de insulina é deficiente, a glicose se acumula no sangue e na urina, matando as células de fome.

34 Diabetes insípido Ocorre uma deficiência da glândula hipofisária em liberar o ADH ou nefrogênico, onde a hipófise produz adequadamente o ADH, mas os rins não respondem em função de um defeito nos túbulos renais que interferem na reabsorção da água. Pode ocorrer também como um efeito do uso de medicamentos como glicocorticóides ou efeito colateral agudo do uso de diuréticos.

35 Hipotireoidismo em adultos Crescimento exagerado da glândula por deficiência de iodo na alimentação.

36 Hipertireoidismo Alto metabolismo, aumento da pressão arterial, episódios de taquicardia, sensação contínua de calor, globo ocular saliente (exoftalmia)

37 Hiperfunção da adenoipofise Gigantismo A hipofunção da adenoipofise causa o nanismo

38 Hiperfunção no adulto - acromegalia Espessamento ósseo anormal nos dedos, queixo, nariz, mandíbula e arcada

39 FIM


Carregar ppt "Sistema endócrino. Regula as atividades do corpo produzindo e liberando, na corrente sangüínea, substâncias chamadas hormônio, que são produzidos por."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google