A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Oração do Terço. 1.º - Adorar a Deus e amá-Lo sobre todas as coisas. 2.º - Não invocar o santo de nome de Deus em vão. 3.º - Santificar os Domingos e.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Oração do Terço. 1.º - Adorar a Deus e amá-Lo sobre todas as coisas. 2.º - Não invocar o santo de nome de Deus em vão. 3.º - Santificar os Domingos e."— Transcrição da apresentação:

1 Oração do Terço

2 1.º - Adorar a Deus e amá-Lo sobre todas as coisas. 2.º - Não invocar o santo de nome de Deus em vão. 3.º - Santificar os Domingos e Festas de Guarda. 4.º- Honrar pai e mãe (e os outros legítimos superiores). 5.º - Não matar (nem causar outro dano, no corpo ou' na alma, a si mesmo ou ao próximo). 6.º - Guardar castidade nas palavras e nas obras. 7.º - Não furtar (nem injustamente reter ou danificar os bens do próximo). 8.º - Não levantar falsos testemunhos (nem de qualquer outro modo faltar à verdade ou difamar o próximo). 9.º - Guardar castidade nos pensamentos e nos desejos. 10.º - Não cobiçar as coisas alheias. Doutrina Cristã – Mandamentos da Lei de deus

3 Ano C- XVIX Domingo do Tempo Comum

4 Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Ámen! A graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a Comunhão do Espírito Santo estejam convosco. Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo. Irmãos, para celebrar dignamente os Santos Mistérios reconheçamos que somos pecadores (momento de silêncio)

5 Confessemos os nossos pecados: Confesso a Deus Todo-Poderoso e a vós, irmãos, que pequei muitas vezes por pensamentos e palavras, actos e omissões, (batendo no peito) por minha culpa, minha tão grande culpa. E peço à Virgem Maria, aos Anjos e Santos, e a vós, irmãos, que rogueis por mim a Deus, Nosso Senhor. Deus Todo-Poderoso tenha compaixão de nós perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. Ámen!

6 Senhor, tende piedade de nós. Cristo, tende piedade de nós. Senhor, tende piedade de nós.

7 Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens por Ele amados. Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso: nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos glorificamos, nós Vos damos graças por Vossa imensa glória.

8 Senhor Jesus Cristo, Filho Unigénito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai: Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós; Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica; Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós. Só Vós sois o Santo;

9 só Vós, o Senhor; só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo; com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Ámen

10 Deus eterno e omnipotente, a quem podemos chamar nosso Pai, fazei crescer o espírito filial em nossos corações para merecermos entrar um dia na posse da herança prometida. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

11 Sab 18, 6-9

12 LEITURA I Sab 18, 6-9 Leitura do Livro da Sabedoria A noite em que foram mortos os primogénitos do Egipto foi dada previamente a conhecer aos nossos antepassados, para que, sabendo com certeza a que juramentos tinham dado crédito, ficassem cheios de coragem. Ela foi esperada pelo vosso povo, como salvação dos justos e perdição dos ímpios, pois da mesma forma que castigastes

13 LEITURA I Sab 18, 6-9 os adversários, nos cobristes de glória, chamando-nos para Vós. Por isso os piedosos filhos dos justos ofereciam sacrifícios em segredo e de comum acordo estabeleceram esta lei divina: que os justos seriam solidários nos bens e nos perigos; e começaram a cantar os hinos de seus antepassados. Palavra do Senhor. Graças a Deus

14

15 Salmo Salmo 32 (33), (R. 12b) Feliz o povo que o Senhor escolheu para sua herança. Justos, aclamai o Senhor, os corações rectos devem louvá-lO. Feliz a nação que tem o Senhor por seu Deus, o povo que Ele escolheu para sua herança. Refrão

16 Salmo Salmo 32 (33), (R. 12b) Feliz o povo que o Senhor escolheu para sua herança. Os olhos do Senhor estão voltados para os que O temem, para os que esperam na sua bondade, para libertar da morte as suas almas e os alimentar no tempo da fome. Refrão

17 Salmo Salmo 32 (33), (R. 12b) Feliz o povo que o Senhor escolheu para sua herança. A nossa alma espera o Senhor, Ele é o nosso amparo e protector. Venha sobre nós a vossa bondade, porque em Vós esperamos, Senhor. Refrão

18 Hebr 11,

19 LEITURA II Hebr 11, Leitura da Epístola aos Hebreus Irmãos: A fé é a garantia dos bens que se esperam e a certeza das realidades que não se vêem. Ela valeu aos antigos um bom testemunho. Pela fé, Abraão obedeceu ao chamamento e partiu para uma terra que viria a receber como herança; e partiu sem saber para onde ia. Pela fé, morou como estrangeiro na terra

20 LEITURA II Hebr 11, prometida, habitando em tendas, com Isaac e Jacob, herdeiros, como ele, da mesma promessa, porque esperava a cidade de sólidos fundamentos, cujo arquitecto e construtor é Deus. Pela fé, também Sara recebeu o poder de ser mãe já depois de passada a idade, porque acreditou na fidelidade dAquele que lho prometeu.

21 LEITURA II Hebr 11, É por isso também que de um só homem – um homem que a morte já espreitava – nasceram descendentes tão numerosos como as estrelas do céu e como a areia que há na praia do mar. Todos eles morreram na fé, sem terem obtido a realização das promessas. Mas vendo-as e saudando-as de longe, confessaram que eram estrangeiros e peregrinos sobre a

22 LEITURA II Hebr 11, terra. Aqueles que assim falam mostram claramente que procuram uma pátria. Se pensassem na pátria de onde tinham saído, teriam tempo de voltar para lá. Mas eles aspiravam a uma pátria melhor, que era a pátria celeste. E como Deus lhes tinha preparado uma cidade, não Se envergonha de Se chamar seu Deus.

23 LEITURA II Hebr 11, Pela fé, Abraão, submetido à prova, ofereceu o seu filho único Isaac, que era o depositário das promessas, como lhe tinha sido dito: «Por Isaac será assegurada a tua descendência». Ele considerava que Deus pode ressuscitar os mortos; por isso, numa espécie de prefiguração, ele recuperou o seu filho. Palavra do Senhor. Graças a Deus

24 Aclamação Vigiai e estai preparados, porque na hora em que não pensais virá o Filho do homem. ALELUIA

25 Lc 12, 35-40

26 EVANGELHO Lc 12, O Senhor esteja convosco, Ele está no meio de Nós. Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo segundo S. Lucas Gloria a Vós, Senhor!

27 EVANGELHO Lc 12, Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: Tende os rins cingidos e as lâmpadas acesas. Sede como homens que esperam o seu senhor ao voltar do casamento, para lhe abrirem logo a porta, quando chegar e bater. Felizes esses servos, que o senhor, ao chegar, encontrar vigilantes. Em verdade vos digo: cingir-se- á e mandará que se sentem à mesa e, passando diante deles, os servirá.

28 EVANGELHO Lc 12, Se vier à meia-noite ou de madrugada, felizes serão se assim os encontrar. Compreendei isto: se o dono da casa soubesse a que hora viria o ladrão, não o deixaria arrombar a sua casa. Estai vós também preparados, porque na hora em que não pensais virá o Filho do homem». Palavra da salvação. Gloria a Vós, Senhor!

29

30 No evangelho de hoje encontramos um dos três discursos escatológicos da Bíblia sagrada, em que se referem a segunda vinda de Jesus e a nossa morte. Os outros são: o discurso das cinco jovens prudentes e das cinco insensatas (Mt 25) e o discurso do Juízo final. Na parábola de hoje o Senhor é comparado a um ladrão. A imagem de ladrão nunca foi usada no judaísmo. A morte não é reservada aos idosos e doentes;

31 ninguém sabe a hora; não podemos resistir-lhe e muitos são apanhados de surpresa. O livro de Eclesiástico (41,1-4) diz: Ó morte, quão amarga é a tua lembrança para quem vive em paz entre os seus bens, para o homem sem preocupações e bem-sucedido em tudo, e que ainda tem forças para gozar do prazer. Ó morte, agradável é a tua sentença para quem é indigente e sem forças, muito idoso e

32 cheio de preocupações, ou revoltado e sem ânimo. A vida é um dom; viver bem é a responsabilidade de cada um. Deus concede a um homem riquezas, propriedades e honras, sem lhe faltar nada de tudo que possa desejar; Ele, porém, não lhe concede desfrutar estas coisas, mas um estranho as desfruta (Ecl.6/2) Muitos, na sua juventude, trabalharam tanto, deixando de ir à Igreja para criar uma vida melhor e agora

33 na velhice, sem paz e doença, não conseguem gozar a vida. O livro de Eclesiástico diz: Quer vivas dez, cem, ou mil anos, na morada dos mortos não há discussão sobre a vida A atitude própria do seguidor de Cristo é estar sempre vigilante. Se Deus o chamar agora, neste momento, está preparado? O livro de Jó define a morte assim: a vida é como o vento e nunca mais voltará a ver a felicidade.

34 Quem olhar para mim deixará de me ver, porque o teu olhar caiu sobre mim e me aniquilou. (Job 7/7-8) O livro de Eclesiástico narra a vida da seguinte forma Da terra o Senhor formou os seres humanos, e para ela os faz voltar (17/1). Tende os rins cingidos e as lâmpadas acesas disse Jesus no evangelho de hoje. Naquela época o servo de oriente usava uma túnica comprida e cingia-a

35 antes o começar o trabalho. A lamparina de azeite com um pavio de algodão flutuando no azeite é outro exemplo. O pavio tem de ser aparado de tempo a tempo para dar luz e o depósito enchido com azeite. Se não se fizer isto a lamparina vai apagar-se. Felizes esses servos, que o senhor, ao chegar, encontrar vigilantes. Em verdade vos digo: cingir-se-á e mandará que se sentem à mesa e, passando diante deles,

36 os servirá. Ninguém esperava uma conclusão assim. O servo de Deus sofre muito no mundo. No final da sua vida vem o Senhor para leva-lo à casa do Pai. O Senhor mandá-lo-á para a mesa e o servirá. Que é honra! Antes partir deste mundo Jesus cingiu e lavou os pês dos apóstolos. Um dia todos vão dizer adeus ao mundo, deixando tudo o que adquiriram, riqueza e relações, fama e poder.

37 Lembremos a palavra que converteu Francisco de Xavier: Se adquiriste o mundo inteiro e perdeste a tua alma de que te vale isso?. Lembra-te que a morte não tarda, e sua hora não te foi revelada. Antes de morrer, trata bem teu amigo, estende a mão e dá-lhe segundo as tuas posses (Ecl.14/12-13) Assim seja.

38

39

40 Creio em um só Deus, Pai todo-poderoso, Criador do céu e da terra De todas as coisas visíveis e invisíveis. Creio em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho Unigénito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos: Deus de Deus, Luz da Luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro; Gerado, não criado, consubstancial ao Pai. Por Ele todas as coisas foram feitas. E por nós, homens, e para nossa salvação desceu dos céus (Faz-se inclinação)

41 E encarnou pelo Espírito Santo, no seio da Virgem Maria. e Se fez homem. Também por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos; padeceu e foi sepultado. Ressuscitou ao terceiro dia, conforme as Escrituras; e subiu aos céus, onde está sentado à direita do Pai. De novo há-de vir em sua glória, para julgar os vivos e os mortos; e o seu reino não terá fim.

42 Creio no Espírito Santo. Senhor que dá a vida, e procede do Pai e do Filho; e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado: Ele que falou pelos Profetas. Creio na Igreja una, santa, católica e apostólica. Professo um só batismo Para remissão dos pecados. E espero a ressurreição dos mortos, e vida do mundo que há-de vir. Ámen.

43

44 Caríssimos cristãos: Oremos, em nome de toda a humanidade, ao Senhor, nosso Deus e nosso Pai, dizendo, com toda a confiança: Mostrai-nos Senhor, a vossa misericórdia. Pela santa Igreja católica, pequeno rebanho de Cristo, para que o Senhor a proteja em toda a terra e a mantenha pobre, vigilante e servidora, oremos, irmãos. Mostrai-nos Senhor, a vossa misericórdia.

45 Pelos homens que governam as nações, para que estejam ao serviço dos mais pobres a quem falta o pão de cada dia, oremos, irmãos Mostrai-nos Senhor, a vossa misericórdia. Pelos judeus, Muçulmanos e Cristãos, para que a fé que professam no Deus único os ensine a ser bons e a perdoar, oremos, irmãos Mostrai-nos Senhor, a vossa misericórdia.

46 Pelos que trabalham no campo e dele vivem, para que o Senhor lhes dê tempos favoráveis, colheitas abundantes e o dom da paz, oremos, irmãos. Mostrai-nos Senhor, a vossa misericórdia. Por todos nós aqui presentes em assembleia, para que Deus nos converta á sua Palavra e nos perdoe todos os pecados, oremos, irmãos Mostrai-nos Senhor, a vossa misericórdia.

47 Senhor, nosso Deus, que nos mandais esperar a vossa vinda ocupados em ser bons administradores, não permitais que os nossos corações se afastem da riqueza verdadeira que sois Vós, Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Ámen.

48

49 Orai, Irmãos para que o meu e vosso sacrifício seja aceite por Deus Pai todo-poderoso. Todos: receba o Senhor por tuas mãos este sacrifício, para honra e glória do seu nome, para nosso bem e de toda a santa Igreja

50 (Todos de pé) ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS Aceitai benignamente, Senhor, os dons que Vós mesmo concedestes à vossa Igreja e transformai-os, com o vosso poder, em sacramento da nossa salvação. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

51 V. O Senhor esteja convosco. R. Ele está no meio de nós. V. Corações ao alto. R. O nosso coração está em Deus. V. Dêmos graças ao Senhor nosso Deus. R. É nosso dever, é nossa salvação.

52 Senhor, Pai santo, Deus eterno e omnipotente, é verdadeiramente nosso dever, é nossa salvação dar-Vos graças, sempre e em toda a parte. Com admirável providência ordenais a evolução dos tempos e com o poder do Espirito Santo conduzis a vossa Igreja, para que, sempre fiel ao vosso amor, nunca deixe de invocar-Vos nas suas alegrias, por Cristo, nosso Senhor Por Ele, com todos os coros dos Anjos, proclamamos a vossa glória, Cantando numa só voz.

53

54

55 Sac. Vós, Senhor, sois verdadeiramente santo, sois a fonte de toda a santidade. Reunidos na vossa presença, em comunhão com toda a igreja, ao celebrarmos o dia santíssimo em que o Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho Unigénito, colocou à direita da vossa glória a nossa frágil natureza humana unida á sua divindade, humildemente vos suplicamos: Santificai estes dons, derramando sobre eles o Vosso Espírito, de modo a que se convertam para nós, no Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo.

56 (Todos ajoelham) Na hora em que Ele se entregava, para voluntariamente sofrer a morte, tomou o pão e, dando graças, partiu-o e deu-o aos seus discípulos, dizendo: Tomai, todos, e comei: isto é o meu Corpo que será entregue por vós.

57 De igual modo, no fim da Ceia, tomou o cálice e, dando graças, deu-o aos seus discípulos, dizendo: Tomai, todos, e bebei: este é o cálice do meu Sangue o Sangue da nova e eterna aliança, que será derramado por vós e por todos, para remissão dos pecados. Fazei isto em memória de mim.

58 Mistério da Fé! Anunciamos, Senhor, a vossa morte, proclamamos a vossa ressurreição. Vinde, Senhor Jesus!

59 Sac. Celebrando agora, Senhor, o memorial da morte e ressurreição de vosso Filho nós Vos oferecemos o pão da vida e o cálice da salvação e Vos damos graças porque nos admitistes à vossa presença para Vos servir nestes santos mistérios. Humildemente Vos suplicamos que, participando no Corpo e Sangue de Cristo, sejamos reunidos, pelo Espírito Santo, num só corpo. Lembrai-Vos, Senhor, da vossa Igreja, dispersa por toda a terra, e tornai-a perfeita na caridade em comunhão com o Papa Francisco,

60 e o nosso Patriarca Manuel, os bispos auxiliares e todos aqueles que estão ao serviço do vosso povo. Lembrai-Vos também dos nossos irmãos que adormeceram na esperança da ressurreição, e de todos aqueles que na vossa misericórdia partiram deste mundo: admiti-os na luz da vossa presença. Tende misericórdia de nós, Senhor, e dai-nos a graça de participar na vida eterna, com a Virgem Maria, Mãe de Deus, São José seu esposo, os bem-aventurados Apóstolos e todos os Santos que desde o princípio do mundo viveram na vossa amizade, para cantarmos os vossos louvores, por Jesus Cristo, vosso Filho.

61 Por Cristo, com Cristo, em Cristo, a Vós, Deus Pai todo-poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda a honra e toda a glória agora e para sempre… Ámen.

62

63 Pai Nosso, que estais nos céus, santificado seja o Vosso nome. Venha a nós o Vosso Reino. Seja feita a Vossa vontade, assim na Terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje. Perdoai as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido. E não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal.

64 Sac. Livrai-nos de todo o mal, Senhor, e dai ao mundo a paz em nossos dias, para que, ajudados pela vossa misericórdia, sejamos sempre livres do pecado e de toda a perturbação, enquanto esperamos a vinda gloriosa de Jesus Cristo nosso Salvador. Vosso é o reino e o poder e a glória para sempre.

65 Sac. Senhor Jesus Cristo, que dissestes aos vossos Apóstolos. Deixo-vos a paz, dou-vos a minha paz: não olheis aos nossos pecados mas à Fé da vossa Igreja e dai-lhe a união e a paz, segundo a Vossa vontade. Vós que sois Deus com o Pai na unidade do Espírito Santo. A paz do Senhor esteja sempre convosco. O amor de Cristo nos uniu. Sac. Saudai-vos na paz de Cristo.

66

67 CORDEIRO DE DEUS, QUE TIRAS O PECADO DO MUNDO. TENDE PIEDADE DE NÓS, CORDEIRO DE DEUS, QUE TIRAS O PECADO DO MUNDO. TENDE PIEDADE DE NÓS, CORDEIRO DE DEUS, QUE TIRAS O PECADO DO MUNDO. DAI-NOS A PAZ

68 Sac. Felizes os convidados para a Ceia do Senhor. Eis o Cordeiro de Deus, que tira os pecados do mundo. Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha morada, mas dizei uma palavra e serei salvo

69

70

71 ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO Nós Vos pedimos, Senhor, que a comunhão do vosso sacramento nos salve e nos confirme na luz da vossa verdade. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

72

73 Sac. O Senhor esteja convosco. Ele está no meio de nós. Sac. Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai, Filho e Espírito Santo. Ámen. Sac. Ide em paz e o Senhor vos acompanhe. Graças a Deus.

74

75 Ficha técnica : Eucaristia Celebrada por : Fr. Jacob Puthiyaparampil Animada por : Grupo Coral Do Momento Realização : A. Alberto Sousa Imagens recolhidas : Via Google Projeção disponível : www. mcccastanheira. blogspot. p t www. mcccastanheira


Carregar ppt "Oração do Terço. 1.º - Adorar a Deus e amá-Lo sobre todas as coisas. 2.º - Não invocar o santo de nome de Deus em vão. 3.º - Santificar os Domingos e."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google