A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Oração do Terço. 1.º - Adorar a Deus e amá-Lo sobre todas as coisas. 2.º - Não invocar o santo de nome de Deus em vão. 3.º - Santificar os Domingos e.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Oração do Terço. 1.º - Adorar a Deus e amá-Lo sobre todas as coisas. 2.º - Não invocar o santo de nome de Deus em vão. 3.º - Santificar os Domingos e."— Transcrição da apresentação:

1 Oração do Terço

2 1.º - Adorar a Deus e amá-Lo sobre todas as coisas. 2.º - Não invocar o santo de nome de Deus em vão. 3.º - Santificar os Domingos e Festas de Guarda. 4.º- Honrar pai e mãe (e os outros legítimos superiores). 5.º - Não matar (nem causar outro dano, no corpo ou' na alma, a si mesmo ou ao próximo). 6.º - Guardar castidade nas palavras e nas obras. 7.º - Não furtar (nem injustamente reter ou danificar os bens do próximo). 8.º - Não levantar falsos testemunhos (nem de qualquer outro modo faltar à verdade ou difamar o próximo). 9.º - Guardar castidade nos pensamentos e nos desejos. 10.º - Não cobiçar as coisas alheias. Doutrina Cristã – Mandamentos da Lei de Deus

3 Ano C- XIX Domingo do Tempo Comum

4 JUNTOS CANTANDO A ALEGRIA DE ESTARMOS UNIDOS NA FÉ E NO AMOR JUNTOS SENTIDO EM NOSSAS VIDAS. A ALEGRE PRESENÇA DO SENHOR A ALEGRE PRESENÇA DO SENHOR, A ALEGRE PRESENÇA DO SENHOR.

5 Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Ámen! A graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a Comunhão do Espírito Santo estejam convosco. Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo. Irmãos, para celebrar dignamente os Santos Mistérios reconheçamos que somos pecadores (momento de silêncio)

6 Confessemos os nossos pecados: Confesso a Deus Todo-Poderoso e a vós, irmãos, que pequei muitas vezes por pensamentos e palavras, actos e omissões, (batendo no peito) por minha culpa, minha tão grande culpa. E peço à Virgem Maria, aos Anjos e Santos, e a vós, irmãos, que rogueis por mim a Deus, Nosso Senhor. Deus Todo-Poderoso tenha compaixão de nós perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. Ámen!

7 Senhor, tende piedade de nós. Cristo, tende piedade de nós. Senhor, tende piedade de nós.

8 Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens por Ele amados. Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso: nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos glorificamos, nós Vos damos graças por Vossa imensa glória.

9 Senhor Jesus Cristo, Filho Unigénito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai: Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós; Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica; Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós. Só Vós sois o Santo;

10 só Vós, o Senhor; só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo; com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Ámen

11 Deus eterno e omnipotente, a quem podemos chamar nosso Pai, fazei crescer o espírito filial em nossos corações para merecermos entrar um dia na posse da herança prometida. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amem.

12 Sab 18, 6-9

13 LEITURA I Sab 18, 6-9 Leitura do Livro da Sabedoria A noite em que foram mortos os primogénitos do Egipto foi dada previamente a conhecer aos nossos antepassados, para que, sabendo com certeza a que juramentos tinham dado crédito, ficassem cheios de coragem. Ela foi esperada pelo vosso povo, como salvação dos justos e perdição dos ímpios, pois da mesma forma que castigastes

14 LEITURA I Sab 18, 6-9 os adversários, nos cobristes de glória, chamando-nos para Vós. Por isso os piedosos filhos dos justos ofereciam sacrifícios em segredo e de comum acordo estabeleceram esta lei divina: que os justos seriam solidários nos bens e nos perigos; e começaram a cantar os hinos de seus antepassados. Palavra do Senhor. Graças a Deus

15

16 Salmo Salmo 32 (33), 1.12.18-19.20.22 (R. 12b) Feliz o povo que o Senhor escolheu para sua herança.

17 Hebr 11, 1-2.8-19

18 LEITURA II Hebr 11, 1-2.8-19 Leitura da Epístola aos Hebreus Irmãos: A fé é a garantia dos bens que se esperam e a certeza das realidades que não se vêem. Ela valeu aos antigos um bom testemunho. Pela fé, Abraão obedeceu ao chamamento e partiu para uma terra que viria a receber como herança; e partiu sem saber para onde ia. Pela fé, morou como estrangeiro na terra

19 LEITURA II Hebr 11, 1-2.8-19 prometida, habitando em tendas, com Isaac e Jacob, herdeiros, como ele, da mesma promessa, porque esperava a cidade de sólidos fundamentos, cujo arquitecto e construtor é Deus. Pela fé, também Sara recebeu o poder de ser mãe já depois de passada a idade, porque acreditou na fidelidade dAquele que lho prometeu.

20 LEITURA II Hebr 11, 1-2.8-19 É por isso também que de um só homem – um homem que a morte já espreitava – nasceram descendentes tão numerosos como as estrelas do céu e como a areia que há na praia do mar. Todos eles morreram na fé, sem terem obtido a realização das promessas. Mas vendo-as e saudando-as de longe, confessaram que eram estrangeiros e peregrinos sobre a

21 LEITURA II Hebr 11, 1-2.8-19 terra. Aqueles que assim falam mostram claramente que procuram uma pátria. Se pensassem na pátria de onde tinham saído, teriam tempo de voltar para lá. Mas eles aspiravam a uma pátria melhor, que era a pátria celeste. E como Deus lhes tinha preparado uma cidade, não Se envergonha de Se chamar seu Deus.

22 LEITURA II Hebr 11, 1-2.8-19 Pela fé, Abraão, submetido à prova, ofereceu o seu filho único Isaac, que era o depositário das promessas, como lhe tinha sido dito: «Por Isaac será assegurada a tua descendência». Ele considerava que Deus pode ressuscitar os mortos; por isso, numa espécie de prefiguração, ele recuperou o seu filho. Palavra do Senhor. Graças a Deus

23 Aclamação Vigiai e estai preparados, porque na hora em que não pensais virá o Filho do homem. ALELUIA

24 Lc 12, 35-40

25 EVANGELHO Lc 12, 35-40 O Senhor esteja convosco, Ele está no meio de Nós. Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo segundo S. Lucas Gloria a Vós, Senhor!

26 EVANGELHO Lc 12, 35-40 Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: Tende os rins cingidos e as lâmpadas acesas. Sede como homens que esperam o seu senhor ao voltar do casamento, para lhe abrirem logo a porta, quando chegar e bater. Felizes esses servos, que o senhor, ao chegar, encontrar vigilantes. Em verdade vos digo: cingir-se- á e mandará que se sentem à mesa e, passando diante deles, os servirá.

27 EVANGELHO Lc 12, 35-40 Se vier à meia-noite ou de madrugada, felizes serão se assim os encontrar. Compreendei isto: se o dono da casa soubesse a que hora viria o ladrão, não o deixaria arrombar a sua casa. Estai vós também preparados, porque na hora em que não pensais virá o Filho do homem». Palavra da salvação. Gloria a Vós, Senhor!

28

29 No evangelho de hoje encontramos um dos três discursos escatológicos da Bíblia sagrada, em que se referem a segunda vinda de Jesus e a nossa morte. Os outros são: o discurso das cinco jovens prudentes e das cinco insensatas (Mt 25) e o discurso do Juízo final. Na parábola de hoje o Senhor é comparado a um ladrão. A imagem de ladrão nunca foi usada no judaísmo. A morte não é reservada aos idosos e doentes;

30 ninguém sabe a hora; não podemos resistir-lhe e muitos são apanhados de surpresa. O livro de Eclesiástico (41,1-4) diz: Ó morte, quão amarga é a tua lembrança para quem vive em paz entre os seus bens, para o homem sem preocupações e bem-sucedido em tudo, e que ainda tem forças para gozar do prazer. Ó morte, agradável é a tua sentença para quem é indigente e sem forças, muito idoso e

31 cheio de preocupações, ou revoltado e sem ânimo. A vida é um dom; viver bem é a responsabilidade de cada um. Deus concede a um homem riquezas, propriedades e honras, sem lhe faltar nada de tudo o que possa desejar; Ele, porém, não lhe concede desfrutar estas coisas, mas um estranho as desfruta (Ecl.6/2) Muitos, na sua juventude, trabalharam tanto, deixando de ir à Igreja para criar uma vida melhor e agora

32 na velhice, sem paz e na doença, não conseguem gozar a vida. O livro de Eclesiástico diz: Quer vivas dez, cem, ou mil anos, na morada dos mortos não há discussão sobre a vida A atitude própria do seguidor de Cristo é estar sempre vigilante. Se Deus o chamar agora, neste momento, está preparado? O livro de Jó define a morte assim: a vida é como o vento e nunca mais voltará a ver a felicidade.

33 Quem olhar para mim deixará de me ver, porque o teu olhar caiu sobre mim e me aniquilou. (Job 7/7-8) O livro de Eclesiástico narra a vida da seguinte forma Da terra o Senhor formou os seres humanos, e para ela os faz voltar (17/1). Tende os rins cingidos e as lâmpadas acesas disse Jesus no evangelho de hoje. Naquela época o servo de oriente usava uma túnica comprida e cingia-a

34 antes o começar o trabalho. A lamparina de azeite com um pavio de algodão flutuando no azeite é outro exemplo. O pavio tem de ser aparado de tempo a tempo para dar luz e o depósito enchido com azeite. Se não se fizer isto a lamparina vai apagar-se. Felizes esses servos, que o senhor, ao chegar, encontrar vigilantes. Em verdade vos digo: cingir-se-á e mandará que se sentem à mesa e, passando diante deles,

35 os servirá. Ninguém esperava uma conclusão assim. O servo de Deus sofre muito no mundo. No final da sua vida vem o Senhor para leva-lo à casa do Pai. O Senhor mandá-lo-á para a mesa e o servirá. Que é honra! Antes partir deste mundo Jesus cingiu e lavou os pês dos apóstolos. Um dia todos vão dizer adeus ao mundo, deixando tudo o que adquiriram, riqueza e relações, fama e poder.

36 Lembremos a palavra que converteu Francisco de Xavier: Se adquiriste o mundo inteiro e perdeste a tua alma de que te vale isso?. Lembra-te que a morte não tarda, e sua hora não te foi revelada. Antes de morrer, trata bem teu amigo, estende a mão e dá-lhe segundo as tuas posses (Ecl.14/12-13) Assim seja.

37

38

39 Creio em um só Deus, Pai todo-poderoso, Criador do céu e da terra De todas as coisas visíveis e invisíveis. Creio em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho Unigénito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos: Deus de Deus, Luz da Luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro; Gerado, não criado, consubstancial ao Pai. Por Ele todas as coisas foram feitas. E por nós, homens, e para nossa salvação desceu dos céus (Faz-se inclinação)

40 E encarnou pelo Espírito Santo, no seio da Virgem Maria. e Se fez homem. Também por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos; padeceu e foi sepultado. Ressuscitou ao terceiro dia, conforme as Escrituras; e subiu aos céus, onde está sentado à direita do Pai. De novo há-de vir em sua glória, para julgar os vivos e os mortos; e o seu reino não terá fim.

41 Creio no Espírito Santo. Senhor que dá a vida, e procede do Pai e do Filho; e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado: Ele que falou pelos Profetas. Creio na Igreja una, santa, católica e apostólica. Professo um só batismo Para remissão dos pecados. E espero a ressurreição dos mortos, e vida do mundo que há-de vir. Ámen.

42

43 Caríssimos cristãos: Oremos, em nome de toda a humanidade, ao Senhor, nosso Deus e nosso Pai, dizendo, com toda a confiança: Mostrai-nos Senhor, a vossa misericórdia. Pela santa Igreja católica, pequeno rebanho de Cristo, para que o Senhor a proteja em toda a terra e a mantenha pobre, vigilante e servidora, oremos, irmãos. Mostrai-nos Senhor, a vossa misericórdia.

44 Pelos homens que governam as nações, para que estejam ao serviço dos mais pobres a quem falta o pão de cada dia, oremos, irmãos Mostrai-nos Senhor, a vossa misericórdia. Pelos judeus, Muçulmanos e Cristãos, para que a fé que professam no Deus único os ensine a ser bons e a perdoar, oremos, irmãos Mostrai-nos Senhor, a vossa misericórdia.

45 Pelos que trabalham no campo e dele vivem, para que o Senhor lhes dê tempos favoráveis, colheitas abundantes e o dom da paz, oremos, irmãos. Mostrai-nos Senhor, a vossa misericórdia. Por todos nós aqui presentes em assembleia, para que Deus nos converta á sua Palavra e nos perdoe todos os pecados, oremos, irmãos Mostrai-nos Senhor, a vossa misericórdia.

46 Senhor, nosso Deus, que nos mandais esperar a vossa vinda ocupados em ser bons administradores, não permitais que os nossos corações se afastem da riqueza verdadeira que sois Vós, Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Ámen.

47

48 Minha promessa atende, meu Deus, Deus meu, E sobre mim estende o manto Teu Eu te amo e quero amar, cada vez mais Não deixes de escutar, Senhor meus ais. Juro seguir teus passos, como cristão E de por em teus braços o meu coração.

49 Orai, Irmãos para que o meu e vosso sacrifício seja aceite por Deus Pai todo-poderoso. Todos: receba o Senhor por tuas mãos este sacrifício, para honra e glória do seu nome, para nosso bem e de toda a santa Igreja

50 (Todos de pé) ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS Aceitai benignamente, Senhor, os dons que Vós mesmo concedestes à vossa Igreja e transformai-os, com o vosso poder, em sacramento da nossa salvação. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

51 V. O Senhor esteja convosco. R. Ele está no meio de nós. V. Corações ao alto. R. O nosso coração está em Deus. V. Dêmos graças ao Senhor nosso Deus. R. É nosso dever, é nossa salvação.

52 Senhor, Pai santo, Deus eterno e omnipotente, é verdadeiramente nosso dever, é nossa salvação dar-Vos graças, sempre e em toda a parte. Com admirável providência ordenais a evolução dos tempos e com o poder do Espirito Santo conduzis a vossa Igreja, para que, sempre fiel ao vosso amor, nunca deixe de invocar-Vos nas suas alegrias, por Cristo, nosso Senhor

53 Por Ele, com todos os coros dos Anjos, proclamamos a vossa glória, Cantando numa só voz.

54

55 O SENHOR É SANTO, O SENHOR É SANTO, O SENHOR É SANTO O SENHOR É SANTO O CÉU E A TERRA PROCLAMAM VOSSA GLÓRIA HOSSANA HOSSANA HOSSANA BENDITO O QUE VEM EM NOME DO SENHOR, HOSSANA HOSSANA HOSSANA

56 Sac. Vós, Senhor, sois verdadeiramente santo, sois a fonte de toda a santidade. Reunidos na vossa presença, em comunhão com toda a igreja, ao celebrarmos o dia santíssimo em que o Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho Unigénito, colocou à direita da vossa glória a nossa frágil natureza humana unida á sua divindade, humildemente vos suplicamos: Santificai estes dons, derramando sobre eles o Vosso Espírito, de modo a que se convertam para nós, no Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo.

57 (Todos ajoelham) Na hora em que Ele se entregava, para voluntariamente sofrer a morte, tomou o pão e, dando graças, partiu-o e deu-o aos seus discípulos, dizendo: Tomai, todos, e comei: isto é o meu Corpo que será entregue por vós.

58 De igual modo, no fim da Ceia, tomou o cálice e, dando graças, deu-o aos seus discípulos, dizendo: Tomai, todos, e bebei: este é o cálice do meu Sangue o Sangue da nova e eterna aliança, que será derramado por vós e por todos, para remissão dos pecados. Fazei isto em memória de mim.

59 Mistério da Fé! Anunciamos, Senhor, a vossa morte, proclamamos a vossa ressurreição. Vinde, Senhor Jesus!

60 Sac. Celebrando agora, Senhor, o memorial da morte e ressurreição de vosso Filho nós Vos oferecemos o pão da vida e o cálice da salvação e Vos damos graças porque nos admitistes à vossa presença para Vos servir nestes santos mistérios. Humildemente Vos suplicamos que, participando no Corpo e Sangue de Cristo, sejamos reunidos, pelo Espírito Santo, num só corpo. Lembrai-Vos, Senhor, da vossa Igreja, dispersa por toda a terra, e tornai-a perfeita na caridade em comunhão com o Papa Francisco,

61 e o nosso Patriarca Manuel, os bispos auxiliares e todos aqueles que estão ao serviço do vosso povo. Lembrai-Vos também dos nossos irmãos que adormeceram na esperança da ressurreição, e de todos aqueles que na vossa misericórdia partiram deste mundo: admiti-os na luz da vossa presença. Tende misericórdia de nós, Senhor, e dai-nos a graça de participar na vida eterna, com a Virgem Maria, Mãe de Deus, São José seu esposo, os bem-aventurados Apóstolos e todos os Santos que desde o princípio do mundo viveram na vossa amizade, para cantarmos os vossos louvores, por Jesus Cristo, vosso Filho.

62 Por Cristo, com Cristo, em Cristo, a Vós, Deus Pai todo-poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda a honra e toda a glória agora e para sempre… Ámen.

63

64 Pai Nosso, que estais nos céus, santificado seja o Vosso nome. Venha a nós o Vosso Reino. Seja feita a Vossa vontade, assim na Terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje. Perdoai as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido. E não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal.

65 Sac. Livrai-nos de todo o mal, Senhor, e dai ao mundo a paz em nossos dias, para que, ajudados pela vossa misericórdia, sejamos sempre livres do pecado e de toda a perturbação, enquanto esperamos a vinda gloriosa de Jesus Cristo nosso Salvador. Vosso é o reino e o poder e a glória para sempre.

66 Sac. Senhor Jesus Cristo, que dissestes aos vossos Apóstolos. Deixo-vos a paz, dou-vos a minha paz: não olheis aos nossos pecados mas à Fé da vossa Igreja e dai-lhe a união e a paz, segundo a Vossa vontade. Vós que sois Deus com o Pai na unidade do Espírito Santo. Amem. A paz do Senhor esteja sempre convosco. O amor de Cristo nos uniu. Sac. Saudai-vos na paz de Cristo.

67

68 CORDEIRO DE DEUS, QUE TIRAS O PECADO DO MUNDO. TENDE PIEDADE DE NÓS, TENDE PIEDADE DE NÓS, TENDE PIEDADE DE NÓS, CORDEIRO DE DEUS, QUE TIRAS O PECADO DO MUNDO. DAI-NOS A PAZ, DAI-NOS A PAZ, DAI-NOS A PAZ,

69 Sac. Felizes os convidados para a Ceia do Senhor. Eis o Cordeiro de Deus, que tira os pecados do mundo. Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha morada, mas dizei uma palavra e serei salvo

70

71 Quando Te encontro descanso, Tu reconfortas minha alma. Cristo, Senhor, és o guia, O Bom Pastor que me conduz. - Minha vida e minha luz. (2x) Por Teus caminhos me guio Para louvor do Teu nome. Não temerei os perigos Pois sei que Tu estás comigo.

72

73 O silêncio está cantando uma canção de amor e paz. O silêncio está rezando uma oração por meu irmão. Muita gente vive sem amor e tem solidão; mas aqui nesta casa do Senhor solidão não existe não, solidão não existe não. O silêncio está gritando, pedindo paz, gritando amor. O silêncio está falando, põe teu amor, no teu Senhor. Muita gente vive sem amor e tem solidão, mas aqui nesta casa do Senhor solidão não existe não, solidão não existe não.

74 ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO Nós Vos pedimos, Senhor, que a comunhão do vosso sacramento nos salve e nos confirme na luz da vossa verdade. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

75

76 Sac. O Senhor esteja convosco. Ele está no meio de nós. Sac. Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai, Filho e Espírito Santo. Ámen. Sac. Ide em paz e o Senhor vos acompanhe. Graças a Deus.

77 SOMOS POVO DO SENHOR - ALELUIA PEREGRINOS DO AMOR - ALELUIA SOMOS, SOMOS POVO DO SENHOR CONSTRUTORES DA AMIZADE E UNIDOS A CRISTO FORMAMOS FRATERNIDADE

78

79 Ficha técnica : Eucaristia Celebrada por : Fr. Jacob Puthiyaparampil Animada por : Grupo Coral Dominical Realização : A. Alberto Sousa Imagens recolhidas : Via Google Projeção disponível : www. mcccastanheira. blogspot. pt www. mcccastanheira


Carregar ppt "Oração do Terço. 1.º - Adorar a Deus e amá-Lo sobre todas as coisas. 2.º - Não invocar o santo de nome de Deus em vão. 3.º - Santificar os Domingos e."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google