A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Neurofisiologia Aula 41 Cerebelo Não influencia nem a sensação, nem a força muscular. Entretanto ajuda a regular os movimentos e a postura, além de desempenhar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Neurofisiologia Aula 41 Cerebelo Não influencia nem a sensação, nem a força muscular. Entretanto ajuda a regular os movimentos e a postura, além de desempenhar."— Transcrição da apresentação:

1 Neurofisiologia Aula 41 Cerebelo Não influencia nem a sensação, nem a força muscular. Entretanto ajuda a regular os movimentos e a postura, além de desempenhar importante papel em algumas formas de aprendizado. Deriva da parte dorsal do metencéfalo Situado dorsalmente ao bulbo e à ponte, contribuindo para a formação do IV ventrículo. Repousa sobre a fossa cerebelar do osso occipital e está separado do lobo occipital do cérebro por uma prega da dura-máter denominada tenda do cerebelo. Liga-se à medula e ao bulbo pelo pedúnculo cerebelar inferior e à ponte e mesencéfalo pelos pedúnculos cerebelares médio e superior. Divisão Ontogenética e Filogenética do Cerebelo 1a. Fase: Arquicerebelo (vestíbulo cerebelo, cerebelovestibular) Surge com o aparecimento dos vertebrados mais primitivos (ciclóstomos, ex. lampréia), desprovidos de membros e com movimentos ondulatórios simples, havendo a necessidade de manterem o equilíbrio no meio líquido. Para tal o cerebelo recebe impulsos dos canais semicirculares (parte vestibular do ouvido interno) que informam sobre a posição do animal, permitindo ao cerebelo coordenar a atividade muscular de modo a manter o animal em equilíbrio, regula os movimentos dos olhos, atitude e o modo de andar. 2a. Fase Paleocerebelo (espino cerebelo, cerebelo espinhal) Surge com os peixes; que já possuem membros (nadadeiras) e são capazes de realizar movimentos mais elaborados que os ciclóstomos. Neles surgem, pela primeira vez, receptores especiais denominados fusos neuromusculares e órgãos neurotendíneos, que originam impulsos nervosos proprioceptivos, os quais após um trajetos pela medula espinhal e bulbo, chegam ao cerebelo, levando informação sobre o grau de contração dos músculos, informações que são importantes para a regulação do tônus muscular e postura do animal;possui vários mapas somatotópicos um dos quais está localizado no lobo anterior e outro no lobo posterior. O tronco do corpo está representado no vermis e nas extremidades na zona intermediária. A cabeça está orientada em direção à fissura primária nos dois mapas somatotópicos. Assim, os dois mapas estão invertidos com respeito um ao outro. A informação visual e auditiva é recebida nas áreas que representam a cabeça. A estimulação do córtex cerebelar resulta em movimentos de partes do corpo que correspondem aos mapas sensoriais.

2 Neurofisiologia Aula 42 3a. Fase Neocerebelo (cerebelo cortical, corticocerebelo) Surge com os mamíferos que desenvolveram a capacidade de utilizar os membros para movimentos delicados e assimétricos, os quais requerem uma coordenação nervosa mais elaborada. Regula os movimentos das partes distais dos membros, e participa do planejamento motor. Amplas áreas do córtex cerebral, incluindo partes dos lobos frontal, parietal e temporal, fornecem aferência ao neocerebelo. Concomitantemente ocorre grande desenvolvimento do córtex cerebral, com o qual o cerebelo passa a manter amplas conexões. Síndromes cerebelares Arquicerebelo => crianças < 10 anos, em geral por tumor IV ventrículo, que comprimem o nódulo e o pedúnculo do flóculo. Ocorre a perda do equílibrio (não se mantém em pé), não há diminuição do tônus muscular. Deitadas a coordenação dos movimentos é normal. Paleocerebelo => ocorre por degeneração do córtex do lobo anterior, no alcoolismo crônico. Manifesta-se por perda do equilíbrio, o que leva o paciente a andar com a base alargada para melhor sustentação. Neocerebelo => sintoma fundamental incoordenação motora (ataxia)

3 Neurofisiologia Aula 43 Diencéfalo Compreende: tálamo, hipotálamo, epitálamo e subtálamo Tálamo: localizado acima do sulco hipotalâmico, constituído de 2 grandes massas ovóides de tecido nervoso, com uma extremidade anterior pontuda, o tubérculo anterior do tálamo, e outra posterior, bastante proeminente, o pulvinar do tálamo. Os 2 ovóides talâmicos estão unidos pela aderência intertalâmica. Constituído de substância cinzenta, na qual se distinguem vários núcleos, a superfície dorsal é revestida por uma lâmina de substância branca (lâmina medular externa). Os núcleos talâmicos são divididos em 5 grupos 1)anterior = sistema límbico => comportamento emocional 2) posterior = associação temporo-parietal do córtex cerebral => linguagem projeta fibras para a área auditiva do córtex cerebral => relé via auditiva 3)mediano = conexões com o hipotálamo => funções viscerais (?) 4) medial = recebe fibras da Formação reticular => papel ativador sobre o córtex cerebral 5) lateral = projeta-se para as áreas motoras do córtex cerebral => motricidade somática fibras para o cerebelo fibras para a área somestésica =>vias que transmitem o tato epicrítico e propriocepção consciente fibras para área somestésica e gustativa => sensibilidade geral de parte da cabeça e fibras gustativas

4 Neurofisiologia Aula 44 Hipotálamo Constituído fundamentalmente de substância cinzenta que se agrupa em núcleos, às vezes de difícil visualização. Apresenta conexões: 1- sistema límbico => amígdala, bulbo olfativo, hipocampo e habênula (comportamento emocional) 2- área pré frontal (comportamento emocional) 3- viscerais 4- hipófise 5- conexões sensoriais (mamilos, órgãos genitais, córtex olfatório e retina) 6- tálamo e formação reticular ativadora Funções do hipotálamo São numerosas e importantes, quase todas relacionadas com a homeostase (manutenção do meio interno dentro de limites compatíveis com o funcionamento adequado dos órgãos) Papel regulador sobre o sistema nervoso autônomo e o sistema endócrino Controle da fome, sede e sexo. Controla o Sistema Nervoso Autônomo Simpático e Parassimpático Controla Pressão arterial e freqüência cardíaca Regulação da temperatura corporal (centros da perda e conservação do calor) Regulação do comportamento emocional = raiva, medo, prazer Recebe influência de sensações olfativas, dor, sono, vigília, luz e pensamento Numerosos hormônios são sintetizados pelo eixo hipotálamo-hipófise Geração e regulação dos ritmos circadianos = Núcleo supraquiasmático Neurotransmissores Norepinefrina, acetilcolina, serotonina => impulsos aferentes para o Hipotálamo Dopamina, acetilcolina, GABA e peptídeo opióide beta-endorfina => impulsos eferentes para eminência mediana

5 Neurofisiologia Aula 45 Hipófise A glândula plenamente desenvolvida é um amalgama de células glandulares produtoras de hormônios (adeno-hipófise ou hipófise anterior) e células neurais com função secretora (neuro-hipófise ou hipófise posterior). A porção endócrina anterior da hipófise forma-se a partir de uma invaginação dirigida para cima de células ectodérmicas, provenientes do teto da cavidade oral (bolsa de Rathke). Finalmente essa invaginação destaca-se e ficará separada da cavidade oral pelo osso esfenóide do crânio. A luz da bolsa fica reduzida a uma pequena fenda. A porção neural posterior da hipófise forma-se a partirde uma invaginação dirigida para baixo do ectoderma proveniente do cérebro no assoalho do III ventrículo. A luz desta bolsa é obliterada inferiormente, quando os lados se fundem no processo infundibular. Superiormente a luz continua contígua com o III ventrículo adulto, no qual se forma um recesso. Toda a hipófise encaixa-se numa cavidade do osso esfenóide denominada sela túrcica. Hipotálamo desempenha papel central na regulação da função hipofísária. Hormônios da Adeno-hipófise TSH => Hormônio tireotropico, ou Hormônio estimulante da tireóide) é um hormônio glicoprotéico função => regular o crescimento e metabolismo da tireóide e a secreção de seus hormônios ( T4 e T3) ACTH => Hormônio adrenocorticotrópico função => regular o crescimento e a secreção do córtex da supra-renal (hormônios da supra-renal = cortisol, corticosterona, aldosterona, precursores dos estrogênios e androgênios) LH e FSH => Hormônio luteinizante e Hormônio folículo estimulante função => regular o desenvolvimento, crescimento, maturação puberal, os processos de reprodução e a secreção dos hormônios esteróides sexuais das gônadas, dos dois sexos. GH => Somatotropina ou Hôrmonio do crescimento função => estimula o crescimento e o desenvolvimento somáticos pós-natais e ajuda a manter a massa corporal magra e a massa óssea normais em adultos. Prolactina => Prolactina função => estimula o desenvolvimento das mamas e produção do leite.

6 Neurofisiologia Aula 46 Hormônios da Neuro hipófise ADH => Hormônio antidiurético, ou arginina-vasopressina função => o papel primário consiste em conservar a água corporal e regular a tonicidade dos líquidos corporais. Ocitocina => Ocitocina função => estimula a ejeção do leite da glândula mamária no processo de lactação.


Carregar ppt "Neurofisiologia Aula 41 Cerebelo Não influencia nem a sensação, nem a força muscular. Entretanto ajuda a regular os movimentos e a postura, além de desempenhar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google