A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

I ENCONTRO DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO OAB/RJ REFORMA TRIBUTÁRIA E OS REFLEXOS NA SEGURIDADE SOCIAL Clemilce Sanfim Cardoso Affonso de Carvalho RJ, 03 de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "I ENCONTRO DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO OAB/RJ REFORMA TRIBUTÁRIA E OS REFLEXOS NA SEGURIDADE SOCIAL Clemilce Sanfim Cardoso Affonso de Carvalho RJ, 03 de."— Transcrição da apresentação:

1 I ENCONTRO DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO OAB/RJ REFORMA TRIBUTÁRIA E OS REFLEXOS NA SEGURIDADE SOCIAL Clemilce Sanfim Cardoso Affonso de Carvalho RJ, 03 de dezembro de 2008

2 Em 1923 – Caixas de aposentadorias e pensões organizadas por categorias (Decreto n.º 4682 de 24/01/1923 – Presidente Arthur da Silva Bernardes); Em 24.01.1923 Lei Elói Chaves – (deputado federal) – Inspirada no Estado Social de Bismarck (Alemanha), lançou as bases da Previdência Social Pública. Análise Histórica

3 Criação de cobertura: As Caixas deveriam atender a: Socorros médicos e medicamentos; Aposentadorias (ordinária - vitalícia ou por invalidez); Pensão para os herdeiros dos funcionários; Entrega imediata aos herdeiros de recursos para as despesas de funeral.

4 Análise Histórica Financiamento: Empregado / Empresa / Governo Fontes de Financiamento: a) contribuição mensal dos empregados correspondente a 3% dos vencimentos; b) contribuição anual da empresa correspondente a 1% de sua renda bruta; c) donativos e legados feitos à Caixa; d) jóias pagas pelos empregados no ato de sua admissão, multas, juros dos fundos acumulados, etc.

5 Análise Histórica A partir de 1933 - Transformação das Caixas em Institutos de Aposentadoria e Pensões, por categorias profissionais: IAPFESP – Fusão das primeiras CAP dos ferroviários e empregados do serviço público; IAPM – Decreto n.º 22.872, de 29/06/1933; IAPB – Decreto n.º 24.273, de 22/05/1934; IAPC – Decreto n.º 24.615, de 09/07/1934; IAPI – Lei n.º 367, de 31/12/1936; IAPTEC – Dec. lei n.º 651, de 28/08/1938; IPASE – Dec. lei n.º 288 de 23/12/1938.

6 Análise Histórica Junto com o desenvolvimento dos Institutos de Aposentadoria e Pensões houve a criação de quatro Programas Assistenciais: SAPS – Alimentação Trabalhador; SAMDU – Atendimento Domiciliar; FUNABEM – Proteção à Infância; LBA – Proteção ao Idoso.

7 Análise Histórica Em 1966 – Decreto-Lei n.º 72 - de 21/11/1966, unificou os Institutos de Aposentadoria e Pensões, criando o Instituto Nacional de Previdência Social – INPS : Objetivo: facilitação de acesso aos programas previdenciários de todos os usuários do sistema. Em 1971 – Criação do PRORURAL: Maior programa de inclusão social do país.

8 Análise Histórica 1977- Lei n° 6.439 em 1° de setembro foi instituído o SINPAS que desmembrou a Previdência Social, segundo a natureza dos serviços oferecidos: IAPAS – Administração patrimonial e financeira; INAMPS – Assistência médica; INPS – Aposentadorias, Pensões, reabilitação profissional e acidentes de trabalho; DATAPREV – Processamento de Dados; CEME – Fabricação de Medicamentos; LBA – Proteção aos Idosos; FUNABEM – Proteção aos Menores.

9 Análise Histórica 1988 – A Constituição Federal estabelece o conceito de Seguridade Social (art. 194 e 195) composta de: Saúde – art. 196 a 200; Previdência Social – art. 201 e 202; Assistência Social – art. 203 e 204.

10 Análise Histórica CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988 Título II – Dos Direitos e Garantias Fundamentais Capítulo II – Dos Direitos Sociais: Art. 6º – São direitos sociais a educação, a saúde, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a Previdência Social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência social aos desamparados, na forma desta Constituição. Obs.: incluído pela EC 26, de 2000 o direito à moradia.

11 Análise Histórica Título VIII – Da Ordem Social Capítulo I – Disposições Gerais: Art. 193 – A ordem social tem como base o primado do trabalho, e como objetivo o bem- estar e a justiça social. Capítulo II – Da Seguridade Social: Seção I – Disposições Gerais Art. 194 – A Seguridade Social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos poderes públicos e da sociedade, destinada a assegurar os direitos relativos à saúde, à previdência e à assistência social.

12 Seguridade Social Receitas realizadas Acumulado no exercício % PIB 2005 2006 2007 2005 2006 2007 1. Receitas de Contribuições Sociais279.962,9 301.331,9 342.298,8 13,04 12,92 13,38 Receita Previdenciária Líquida (1) 108.434,1 123.520,2 140.411,8 5,05 5,29 5,49 Cofins89.597,5 90.340,7 101.835,1 4,17 3,87 3,98 CPMF29.120,3 31.996,3 36.382,2 1,36 1,37 1,42 CSLL26.232,0 27.265,7 33.638,6 1,22 1,17 1,31 PIS/PASEP22.083,3 23.815,0 26.121,0 1,03 1,02 Contribuições para correção do FGTS2.907,7 2.858,1 2.005,7 0,14 0,12 0,08 Conc. de prognósticos e outras contribuições1.588,1 1.536,1 1.904,3 0,07 2. Receitas próprias dos Órgãos da Seg. Social 2.177,9 2.649,5 3.374,9 0,10 0,11 0,13 Ministério do Desenvolvimento Social97,4 109,6 64,5 0,00 Ministério da Previdência Social797,6 731,8 963,2 0,04 0,03 0,04 Ministério da Saúde1.016,0 1.535,8 2.043,0 0,05 0,07 0,08 Taxas de Órgãos e entidades266,9 272,2 304,2 0,01 3. Contrapartida do Orç. Fiscal para EPU1.052,0 1.220,8 1.613,1 0,05 0,06 Receita Total (1+2+3)283.192,9 305.202,2 347.286,8 13,19 13,08 13,57

13 Seguridade Social Despesas liquidadas Acumulado no exercício% PIB 200520062007200520062007 1. Benefícios Previdenciários146.839,7165.585,3185.293,56,847,107,24 Previdenciários urbanos115.298,1128.904,7143.478,85,375,535,61 Previdenciários rurais27.189,832.368,936.682,91,271,391,43 Pagamentos Judiciais4.351,84.311,75.131,80,200,180,20 2. Benefícios Assistenciais9.335,211.570,713.468,30,430,500,53 Asistenciais - LOAS7.540,09.678,711.566,50,350,410,45 Assistenciais - RMV1.795,21.892,01.901,80,08 0,07 3. Outros Benef. Assist. - Transf. Renda6.784,67.800,98.943,10,320,330,35 4. EPU - Benefícios de Legislação Especial1.052,01.220,81.613,10,05 0,06 5. Ações de Saúde: pess. Ativo / desp. MS34.517,140.745,945.797,21,611,751,79 6. Ass. Social: pess. Ativo / desp. MDS 1.700,02.183,02.302,30,080,09 7. Pessoal ativo e demais despesas do MPS 3.404,34.547,84.792,10,160,19 8. Outras ações da Seguridade Social 1.781,42.065,43.525,10,080,090,14 9. Benefícios do FAT 11.374,514.904,017.951,40,530,640,70 10. Outras ações do FAT 546,9683,6685,00,03 11. Complem. FGTS e outras ações 3.177,93.001,91.988,00,150,130,08 Despesa Total (1+2+3+4+5+6+7+8+9+10+11) 220.513,6254.309,4286.359,210,2710,9011,19 Resultado (Rec. Total – Desp. Total)62.679,250.892,960.927,62,922,182,38

14 Seguridade Social Detalhamento das despesas com benefícios assistenciais LOAS, RMV e Transferências de renda R$ MILHÕES 2005 2006 2007 Assistenciais - LOAS Benefícios LOAS - pessoa idosa 3.480,9 4.562,0 5.555,6 Benefícios LOAS - portador de deficiência 4.059,2 5.116,7 6.010,9 Assistenciais – LOAS total 7.540,0 9.678,7 11.566,5 Assistenciais - RMV Benefícios RMV - idade 586,6 582,7 577,3 Benefícios RMV - invalidez 1.208,5 1.309,3 1.324,4 Assistenciais – RMV total 1.795,2 1.892,0 1.901,8 Transferências de renda Combate a carências nutricionais (MS) 2.077,8 1.783,8 **** Transferências de renda diretamente às famílias 4.636,7 5.932,7 8.797,3 Outras transferências de renda – FNAS 70,1 84,5 145,8 Transferências de renda total 6.784,6 7.800,9 8.943,1 Total de benefícios assistenciais 16.119,8 19.371,6 22.411,4 Fonte: SIAFI – elaborado pela ANFIP

15 Seguridade Social Desvios das receitas de contribuições sociais via DRU - 2007 R$ milhões correntes Fontes selecionadas ArrecadaçãoDRU % Receita de contribuições sociais342.298,838.845,5 11,3 Receita Previdenciária Líquida (RGPS)140.411,80,0 COFINS101.835,120.367,0 20,0 CPMF36.382,25.744,6 15,8 CSLL33.638,66.727,7 20,0 PIS / PASEP26.121,05.224,2 20,0 Correção do FGTS2.005,7401,1 20,0 Concursos de prognósticos/outros1.904,3380,9 20,0

16 Seguridade Social Utilização das receitas de Contribuições Sociais – 2007 Fonte Arrecadação MPSMSMDSOutros Total utilizado em Órgãos da Seguridade Percentu al retido e/ou desvincu lado em R$ milhões% Receita de contribuições sociais 342.298,8 187.526, 0 41.851,722.403,629.959,0251.781,373,626,4 Contribuição Previdenciária RGPS 140.411,8 135.471, 4 0,0 135.471,496,53,5 COFINS101.835,141.546,97.525,115.620,315.615,064.692,363,536,5 CPMF28.722,87.572,114.825,50,0 22.397,678,022,0 Fundo de Erradicação da Pobreza 7.659,40,01.500,06.017,60,07.517,698,11,9 CSLL33.638,62.856,518.001,2765,71.530,421.623,364,335,7 PIS / PASEP (1) 26.121,00,0 10.644,70,0 CORREÇÃO DO FGTS (1) 2.005,70,0 1.590,40,0 Concursos de prognóstico/outras 1.904,379,10,0 578,579,14,295,8 Fonte: SIAFI

17 CONSTRUÇÃO DO DÉFICIT DA PREVIDÊNCIA SOCIAL Em R$ milhões ESPÉCIE200520062007 RECEITA PREV. LÍQUIDA (1)108.434,1123.520,2140.411,8 BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS146.839,7165.585,3185.293,5 DÉFICIT38.405,742.065,144.881,7 RECEITA TOTAL283.192,9305.202,2347.286,8 DESPESA TOTAL220.513,6254.309,4286.359,2 SALDO FINAL (SUPERÁVIT)62.679,250.892,860.927,6 (1) RECEITA CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS

18 Seguridade Social Artigo 167 – São vedados:...... XI – a utilização dos recursos provenientes das contribuições sociais de que trata o art. 195, I, a, e II, para a realização de despesas distintas do pagamento de benefícios do regime geral de previdência social de que trata o art. 201.

19 Seguridade Social DÍVIDA ATIVA – R$ 250 bilhões; RENÚNCIA FISCAL – R$ 15 bilhões / ano; SONEGAÇÃO – 40% (TCU); 40 / 60 milhões de trabalhadores informais, desempregados ou subempregados; ANISTIAS.

20 Reforma Tributária Título VI – Da Tributação e do Orçamento Capítulo II – Das Finanças Públicas Seção II – Dos Orçamentos (arts. 165 a 169) Art. 165... III... § 5º A lei orçamentária anual compreenderá: I – o orçamento fiscal referente aos Poderes da União, seus fundos, órgãos e entidades da administração direta e indireta, inclusive fundações instituídas e mantidas pelo poder público; II – o orçamento de investimento das empresas em que a União, direta ou indiretamente, detenha a maioria do capital social com direito a voto;

21 Reforma Tributária Título VI – Da Tributação e do Orçamento Capítulo II – Das Finanças Públicas Seção II – Dos Orçamentos (arts. 165 a 169) (CONTINUAÇÃO) Art. 165... III... § 5º A lei orçamentária anual compreenderá: III – o III – o orçamento da seguridade social, abrangendo todas as entidades e órgãos e ela vinculados, da administração direta ou indireta, bem como, os fundos e fundações instituídos e mantidos pelo poder público.

22 Reforma Tributária a supressão de receitas exclusivas do Sistema de Seguridade Social como a COFINS e CSLL (ART 195 da CF); a manutenção da Desvinculação de Receitas da União – DRU; a manutenção das isenções tributárias; isenção de IR sobre ganhos de estrangeiros na dívida interna; desoneração da folha de pagamento com redução de contribuição das empresas. OBS.: não regulamentação do imposto sobre as grandes fortunas (CF/88), dentre outras alterações. Principais propostas contidas na PEC 233:

23 Reforma Tributária Principais propostas contidas na PEC 233: Criação do IVA Federal – unificação do PIS, COFINS e Salário Educação; Unificação do IRPJ com a CSLL; Criação do Fundo de Equalização de Receitas – FER (compensa perdas dos estados com as novas regras do ICMS); Criação do Fundo Nacional de Desenvolvimento Regional (3,5 bi para ajudar as regiões mais pobres); ICMS cobrado na origem (2%); Negociação – novo REFIS de dívidas junto à União envolvendo impostos que serão extintos com a criação do IVA Federal.

24 FONTE200520062007TOTAL CSLL26.232,027.265,733.636,687.134,3 COFINS89.597,590.340,7101.835,1281.773,3 CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA 108.434,1123.520,2140.411,8372.366,1 CPMF29.120,331.996,336.382,297.498,8 Fonte: SIAFI, SPS/MPS Reforma Tributária Receitas da Seguridade Social (Artigo 195 da CF/88)

25 Reforma Tributária Princípio da Precedência da Fonte de Custeio Princípio da Precedência da Fonte de Custeio: Emenda Constitucional nº. 11/1965: Nenhuma prestação de serviço de caráter assistencial ou de benefício compreendido na previdência social poderá ser criada, majorada ou estendida sem a correspondente fonte de custeio total.

26 Conclusão A Seguridade Social financia outros programas do governo através do Tesouro Nacional.


Carregar ppt "I ENCONTRO DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO OAB/RJ REFORMA TRIBUTÁRIA E OS REFLEXOS NA SEGURIDADE SOCIAL Clemilce Sanfim Cardoso Affonso de Carvalho RJ, 03 de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google