A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Reforma Protestante e Contra-Reforma Prof. Webster Pinheiro.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Reforma Protestante e Contra-Reforma Prof. Webster Pinheiro."— Transcrição da apresentação:

1 Reforma Protestante e Contra-Reforma Prof. Webster Pinheiro

2 A Reforma Protestante Movimento religioso que acompanhou as transformações socioeconômicas ocorridas na Europa durante a transição da Idade Média para a Moderna, provocando o fim da unidade cristã no Ocidente. O efeito da imprensa para a sociedade moderna

3 1. As principais causas da Reforma: O sentimento nacionalista dos Estados europeus confrontava-se com o universalismo da Igreja Católica; A necessidade de uma nova ética econômica que atendesse aos anseios da ascendente classe burguesa: lucro e usura; Família burguesa

4 Veneza, ItáliaAmsterdam, Holanda Bruges, Bélgica Lübeck, Alemanha

5 As novas interpretações da Bíblia, que guiavam os fiéis a uma visão mais individualista de mundo; A corrupção do clero, envolvido em freqüentes escândalos morais e materiais, etc. Venda de indulgências Papa Leão X

6 Lutero e o escândalo das indulgências em Roma

7 2. Reforma Luterana (Martinho Lutero – Alemanha, 1517) A influência do católico holandês Erasmo de Roterdã; O monge agostiniano condenou a venda de indulgências e a simonia; Erasmo de Roterdã

8 As 95 Teses de Lutero e a conseqüente excomunhão pelo papa Leão X;

9 Entrada da Catedral de Wittemberg, onde Lutero fixou suas 95 Teses, em 1517

10 A Dieta de Worms: Refugiado, Lutero traduziu a Bíblia para o alemão; Lutero na Dieta de Worms Lutero e sua equipe traduzindo a Bíblia

11 Wartburgo, estado atual, castelo onde Lutero ficou confinado durante 10 meses, depois de ter sido expatriado em 1521, na Dieta de Worms.

12 A reação de Lutero à revolta camponesa de Thomas Muntzer; A Confissão de Augsburgo e os fundamentos do Luteranismo; Paz de Augsburgo: a consolidação do Luteranismo. Thomas Müntzer Lutero e Felipe Melanchthon na Confissão de Augsburgo

13 A expansão do Luteranismo na Europa

14 3. Reforma Calvinista (João Calvino – Suíça, 1534) A herança de Ulrich Zwinglio, seguidor de Lutero e Erasmo de Hoterdã; A teoria da salvação predestinada; João Calvino Ulrich Zwinglio

15 A relação entre o Calvinismo e a expansão do capitalismo.

16 Calvino transformou-se num verdadeiro ditador político, religioso e moral de Genebra. Formou um consistório (espécie de assembléia), composto por pastores e anciãos, que vigiava os costumes e administrava a cidade, inteiramente submetida à lei do evangelho. Eram proibidos o jogo a dinheiro, as danças, o teatro, o luxo. A doutrina calvinista foi mais severa que a luterana

17 A expansão do Calvinismo na Europa

18 4. Reforma Anglicana (Henrique VIII – Inglaterra, 1534) Principais fatores: O interesse do rei em fortalecer-se politicamente; O interesse da nobreza nas terras pertencentes à Igreja na Inglaterra; A negação do papa Clemente VII ao pedido de divórcio do rei Henrique VIII. Catarina de Aragão Ana Bolena Henrique VIII

19 O Ato de Supremacia (1534) permitiu a Henrique VIII o rompimento com a Igreja Católica.

20 5. A Contra-Reforma ou Reforma Católica Movimento que buscou a reorganização das estruturas da Igreja e a moralização do clero como resposta à Reforma Protestante. Papa Paulo III Basílica de São Pedro

21 Principais medidas adotadas pela Contra-Reforma: Aprovação da Ordem dos Jesuítas (1540); Convocação do Concílio de Trento ( ); Reativação da santa Inquisição; Decretação do Index librorum prohibitorum (ÍNDEX: lista de livros proibidos aos católicos).

22 Concílio de Trento A Cia. De Jesus na América Torturas durante os interrogatórios da Santa Inquisição

23 Galileu Galilei sob a Inquisição romana Tortura inquisitória Tomás de Torquemada Papa Bento XVI, quando cardeal dirigiu a Prefeitura da Congregação para a Doutrina da Fé


Carregar ppt "Reforma Protestante e Contra-Reforma Prof. Webster Pinheiro."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google