A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A Arte da primeira metade do século xx. Contexto histórico As conquistas técnicas e o progresso industrial do séc. anterior ampliam-se; As conquistas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A Arte da primeira metade do século xx. Contexto histórico As conquistas técnicas e o progresso industrial do séc. anterior ampliam-se; As conquistas."— Transcrição da apresentação:

1 A Arte da primeira metade do século xx

2 Contexto histórico As conquistas técnicas e o progresso industrial do séc. anterior ampliam-se; As conquistas técnicas e o progresso industrial do séc. anterior ampliam-se; Na sociedade, acentuam-se as diferenças entre a alta burguesia e o proletariado; Na sociedade, acentuam-se as diferenças entre a alta burguesia e o proletariado; O capitalismo organiza-se. Surgem os primeiros movimentos sindicais que passam a interferir nas sociedades industrializadas; O capitalismo organiza-se. Surgem os primeiros movimentos sindicais que passam a interferir nas sociedades industrializadas;

3 Ocorrem também vários conflitos políticos e sociais: Ocorrem também vários conflitos políticos e sociais: - A primeira Guerra Mundial; - A Revolução Russa; - O surgimento do fascismo na Itália, e do nazismo na Alemanha; - A segunda Guerra Mundial; - Tem início as pesquisas e o uso da energia nuclear; - As conquistas do espaço, o uso crescente da computação e dos satélites.

4 É nesse contexto complexo, rico em contradições e não raro angustiante que se desenvolve a arte do séc. xx, e expressam, de um modo ou de outro, a perplexidade do homem contemporâneo.

5 Movimentos e tendências artísticas desse período O Expressionismo O Expressionismo O Fauvismo O Fauvismo O Cubismo O Cubismo O Futurismo O Futurismo O Abstracionismo O Abstracionismo O Dadaísmo O Dadaísmo O Surrealismo O Surrealismo A Pintura metafísica A Pintura metafísica A Op-art A Op-art A Pop-art A Pop-art

6 O Expressionismo Procurou retratar as inquietações do ser humano do início do séc. xx. Procurou retratar as inquietações do ser humano do início do séc. xx. Teve origem na Alemanha, entre com o grupo Die Brüche (A Ponte) Teve origem na Alemanha, entre com o grupo Die Brüche (A Ponte) Inspirou-se em Edvard Munch ( ) com a obra “O Grito”. Inspirou-se em Edvard Munch ( ) com a obra “O Grito”.

7 O Expressionismo procurou traduzir em linhas e cores os sentimentos mais dramático do homem, caminho que já havia sido iniciado por Van Gogh, que procurava através da cor e da deformidade proposital da realidade fazer com que os seres reais nos revelassem seu mundo interior.

8 Características da Pintura Expressionista Foge às regras tradicionais de equilíbrio da composição, da regularidade e da harmonia das cores. Foge às regras tradicionais de equilíbrio da composição, da regularidade e da harmonia das cores. Às vezes, homem e natureza são retratados com amargura. Às vezes, homem e natureza são retratados com amargura. O clima é melancólico e inquietante O clima é melancólico e inquietante

9 O grito, Munch.

10 Cinco Mulheres, Kirchnner

11 O Fauvismo Fauves (feras). Recebeu esse nome por causa da intensidade com que as cores puras eram usadas sem misturas ou matizes. Fauves (feras). Recebeu esse nome por causa da intensidade com que as cores puras eram usadas sem misturas ou matizes. Características básicas: Características básicas: - Simplificação das formas das figuras; - Simplificação das formas das figuras; - Emprego das cores puras. - Emprego das cores puras.

12 As figuras e formas são apenas sugeridas e não representadas realisticamente pelo pintor. As cores não são as da realidade. Elas resultam de uma escolha arbitrária do artista e são usadas tal como estão no tubo de tinta. Principais representantes: -André Derain ( ) -Maurice de Vlaminck ( ) -Othon Friesz ( ) -Henri Matisse ( ). Estes artista foram responsáveis pelo gosto pelas cores puras, que atualmente estão presentes em inúmeros objetos do nosso cotidiano e em muitas peças do nosso vestuário.

13 Matisse

14 Matisse

15 O Cubismo Historicamente o Cubismo originou-se na obra de Cézanne. Historicamente o Cubismo originou-se na obra de Cézanne. Os cubistas foram além de Cézanne representando o objeto com todas as suas partes num mesmo plano. Os cubistas foram além de Cézanne representando o objeto com todas as suas partes num mesmo plano. Ao decompor o objeto os cubistas rompiam com qualquer intenção de aparência com a realidade. Ao decompor o objeto os cubistas rompiam com qualquer intenção de aparência com a realidade. O Cubismo se fundamenta na destruição da harmonia clássica das figuras e na decomposição da realidade. O Cubismo se fundamenta na destruição da harmonia clássica das figuras e na decomposição da realidade.

16 O Cubismo evoluiu em duas grandes tendências: - Cubismo analítico - Cubismo sintético. O cubismo analítico foi desenvolvido por Pablo Picasso e Georges Braque, entre 1908 e 1911, tinha como objetivo definir um tema e apresentá-lo de todos os lados simultaneamente. As cores se resumiam em preto, cinza e alguns tons de marrom e ocre.

17 O cubismo sintético foi uma reação ao cubismo analítico. Buscou novamente tornar as figuras reconhecíveis. Foi chamado também de colagem, por adicionar vários recursos em sua pintura, como: letras, palavras, pedaços de madeiras, vidro, metal e até objetos inteiros. O objetivo do artista era de criar novos efeitos plásticos e de ultrapassar os limites das sensações visuais, despertando no expectador as sensações táteis.

18 Pablo Picasso ( ) Pablo Diego José Francisco de Paula Juan Nepomuceno María de los Remedios Cipriano de la Santísima Trinidad Ruiz y Picasso Pablo Diego José Francisco de Paula Juan Nepomuceno María de los Remedios Cipriano de la Santísima Trinidad Ruiz y Picasso Passou por várias fases, ficando mais nítidas a fase azul ( ) que representa a tristeza e a melancolia dos mais pobres, e a fase rosa ( ) que pinta acrobatas e arlequins. Passou por várias fases, ficando mais nítidas a fase azul ( ) que representa a tristeza e a melancolia dos mais pobres, e a fase rosa ( ) que pinta acrobatas e arlequins. A partir de 1907, entra em contacto com a arte africana e promove uma verdadeira revolução na Arte. Com a obra Les Demoiselles d’Avignon (1907) começa a elaborar a estética cubista. A partir de 1907, entra em contacto com a arte africana e promove uma verdadeira revolução na Arte. Com a obra Les Demoiselles d’Avignon (1907) começa a elaborar a estética cubista. Em 1937, pinta Guernica, que se encontra no Museu do Prado em Madri. Em 1937, pinta Guernica, que se encontra no Museu do Prado em Madri. Foi gravador e escultor. Sua característica mais marcante na gravura está na força expressiva do desenho e na oposição entre áreas de claridade e de sombra. Foi gravador e escultor. Sua característica mais marcante na gravura está na força expressiva do desenho e na oposição entre áreas de claridade e de sombra.

19 Guernica - Picasso

20

21 Georges Braque Passa pelo Cubismo analítico e sintético. Passa pelo Cubismo analítico e sintético. Desvencilhou sua pintura de qualquer realidade. Desvencilhou sua pintura de qualquer realidade. Entre 1913 e 1917, começa a representar os objetos destacando-lhes as partes mais significativas. Entre 1913 e 1917, começa a representar os objetos destacando-lhes as partes mais significativas.

22 Mulher com violão - Braque

23 Fernand Léger ( ) Representa em sua obra a máquina e o trabalho dos homens na produção industrial como forma de construção de um novo Mundo. Representa em sua obra a máquina e o trabalho dos homens na produção industrial como forma de construção de um novo Mundo.

24 Fernand Léger ( ) Elementos Mecânicos

25 Em 1925, entra em contato com o arquiteto Le Corbusier. Suas perspectivas renovam-se: -Descobre a importância da pintura mural; -Procura superar a distinção entre obra de arte e objeto utilitário; -Valoriza o desenho industrial para que o objeto produzido pela máquina seja uma das mais autênticas expressões da beleza contemporânea.

26 O abstracionismo Principal característica: é a ausência da relação imediata entre suas formas e cores e as formas e cores de um ser. Uma tela abstrata não representa nada da realidade que nos cerca, nem narra figurativamente alguma cena histórica, literária, religiosa ou mitológica.

27 Maior Representante Wassily Kandinsky,russo, é considerado o pai da arte abstrata. Wassily Kandinsky,russo, é considerado o pai da arte abstrata. Os pintores russos não se preocupavam na representação de um tema, mas valorizavam as relações entre as cores. Os pintores russos não se preocupavam na representação de um tema, mas valorizavam as relações entre as cores. A partir de 1912, Kandinsky impressionou-se com as colagens cubistas ao visitar Paris e passou a fazer pinturas de relevo usando materiais diversos. A partir de 1912, Kandinsky impressionou-se com as colagens cubistas ao visitar Paris e passou a fazer pinturas de relevo usando materiais diversos. Logo após passou a construir objetos de vidro metal e madeira Logo após passou a construir objetos de vidro metal e madeira

28 Suas obras, completamente abstratas, serviram de base para o movimento denominado Construtivismo, que usava principalmente o metal como matéria- prima para criação de peças abstratas ou “construções”, como eram chamadas, em vez de esculturas. Suas obras, completamente abstratas, serviram de base para o movimento denominado Construtivismo, que usava principalmente o metal como matéria- prima para criação de peças abstratas ou “construções”, como eram chamadas, em vez de esculturas.

29 Gabo e Pevsner se tornaram mais tarde os fundadores do movimento internacional de artistas abstratos chamado “Criação Abstrata”. Em pouco tempo o abstracionismo dominou a pintura moderna tornando-se um movimento bastante diversificado, destacando-se: - o Abstracionismo Informal e o Abstracionismo Geométrico.

30 No Abstracionismo Informal predominam sentimentos e emoções onde as formas e as cores são usadas mais livremente.

31

32 Beleza Russa em meio a uma paisagem, Kandinsky.

33

34

35 Yellow, Red, Blue. Kandinsky.

36 No Abstracionismo Geométrico, as formas e cores são organizadas de tal forma que a composição resultante seja apenas uma expressão de uma concepção geométrica. Seu maior representante: Piet Mondrian (holandês). Para Ele, cada coisa, seja ela uma casa, uma árvore ou uma paisagem, possui uma essência, que está por trás de uma aparência, e que estão em harmonia com o universo. Cabe ao Artista revelar essa essência e harmonia universal.

37 Mondrian – Árvore Vermelha

38 Mondrian – Árvore Cinza

39 Mondrian – Árvore em Flor

40 Nas décadas de 20 e 30, as linhas diagonais e curvas desaparecem de seus quadros, cedendo lugar às linhas horizontais e verticais, onde cores primárias produzem cores claras, em composições brilhantes e equilibradas. Não é um equilíbrio resultante da simetria. Ao contrário, em Mondrian, o equilíbrio é resultado da assimetria.

41 Composição, de Mondrian


Carregar ppt "A Arte da primeira metade do século xx. Contexto histórico As conquistas técnicas e o progresso industrial do séc. anterior ampliam-se; As conquistas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google