A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

JOGOS, ESPORTES INDIVIDUAIS E COLETIVOS Aspectos históricos, sociológicos e técnico-táticos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "JOGOS, ESPORTES INDIVIDUAIS E COLETIVOS Aspectos históricos, sociológicos e técnico-táticos."— Transcrição da apresentação:

1 JOGOS, ESPORTES INDIVIDUAIS E COLETIVOS Aspectos históricos, sociológicos e técnico-táticos.

2 Onde surgiu o Esporte? Surgiu na cultura européia por volta do século XVIII, e que com esta, expandiu-se para o resto do mundo (...)resultou de um processo de modificação, poderíamos dizer, de esportivização de elementos da cultura corporal das classes populares inglesas(...)”

3 COM SURGIU O ESPORTE NO INICIO DO SÉCULO XIX, O DESENVOLVIMENTO DA SOCIEDADE CAPITALISTA TORNAVA CADA VEZ MAIS PROFUNDA A DIVISÃO DO TRABALHO. A PRÁTICA ESPORTIVA ERAM DIFERENTES PARA CADA CLASSE SOCIAL: A ELEITE MANTINHA O TEMPO DOS FILHOS OCUPADO COM OS ESTUDOS E O ESPORTE REPRESENTAVA UM MEIO DE DISTRAÇÃO. JÁ PARA A CLASSE TRABALHADORA O ESPORTE ERA VISTO COMO FUNÇÕES BRAÇAIS, LIGADAS AO ESFORÇO FÍSICO PARA O TRABALHO.

4 ENTÃO... O esporte surgiu assumindo diversos papéis em nossa sociedade e um deles foi o de socialização tendendo a uma prática amadora principalmente para a classe dominante. Já para a classe trabalhadora o esporte era praticado de uma forma mais combativa, aproximando-se do que viria ser o esporte profissional. Nas escolas o esporte teve sua prática fomentada na década de 1970, objetivando resultados expressivos no cenário mundial.

5 A DIFUSÃO DO ESPORTE. A DIFUSÃO SOCIAL DA PRÁTICA DO ESPORTIVA, NÃO FOI IMEDIATA, ELA CONTOU COM FATORES IMPORTÂNTES COM: O SURGIMENTO DE NOVAS ESCOLAS; A REDUÇÃO DA JORNADA DE TRABALHO; FORMAÇÃO DE CLUBES ESPORTIVOS; ESPORTE COM FATOR DE CONTENÇÃO DA CLASSE TRABALHADORA; OS JOGOS OLÍMPICOS COMO EXPRESSÃO MÁXIMA DE FENÔMENO ESPORTIVO.

6 O ESPORTE NO BRASIL DITADURA MILITAR ENTRE AS DECADAS 60 E 80; Na década de 70, para neutralizar a posição ao regime, o governo fez uso de vários instrumentos de coerção: censura ao meios de comunicação, às prisões, torturas, assassinatos, banimento do país, torturas, espalhou-se o medo e a violência.

7 GOVERNO DE MÉDICE ( ) Para amenizar a crise, o governo lançou mão do futebol como possibilidade de desviar a atenção da população dos conflitos políticos da época. O objetivo era desviar a atenção da crise econômica, problemas sociais, e políticos que, ao invés das pessoas saírem às ruas para participar de manifestações políticas, ficaram em sua casa torcendo pela seleção brasileira, numa “corrente pra frente Brasil”

8 DE MANEIRA GERAL... UTILIZOU-SE DO ESPORTE COMO ESTRATÉGIA EDUCATIVA PARA O OCULTAMENTO OU MASCARAMENTO DAS LUTAS SOCIAIS DA ÉPOCA.

9 O QUE É ESPORTE E SUA DIVISÃO Consideram-se Esporte as práticas que adotam regras de caráter oficial e competitivo, ou seja, envolvem disputa entre equipes e indivíduos, tendo com critério de julgamento os pontos, dentro de uma prática social que institucionaliza temas recreativos da cultura corporal. De uma maneira geral, na Educação Física, o esporte subdivide-se em coletivo ou individual de acordo com a atividade praticada.

10 O QUE É TÉCNICA? Para Djackov ( 1973,6), a técnica desportiva é definida: O domínio completo das estruturas motoras econômicas de exercícios esportivos dentro do esporte escolhido. O resultado máximo a ser atingido nas mais difíceis condições da competição. Para qualquer atividade corporal com significado e sentido, é preciso dominar uma técnica, ou um conjunto de técnicas, como “movimentos aprendidos para realizar fins”.

11 O QUE É TÁTICA? “Tática define-se como um conjunto de normas e comportamentos individuais que servem para utilizar da forma ótima os próprios pressupostos condicionais, motores e psíquicos na competição.” Tendo em consideração: As linhas de conduta; As capacidades motoras próprias; A forma de jogar do adversário; As condições externas; O regulamento do jogo; As condições da partida. (Konzag, 1981

12 O QUE É TÁTICA? A tática é um princípio, um sistema de planos de comportamento e de possibilidades de tomada de decisão. É resolver as tarefas e problemas que o jogo lhe apresenta de forma veloz, segura e objetiva.

13 São exemplos de esportes coletivos e esportes individuais : Coletivos: Handebol, Basquete, Vôlei, Futsal, Futebol, Softbal, Beisebol, Goalball, Rúgbi, Paintball, Punhobol, outros. Individuais: Tênis de mesa, Tênis de Campo, Natação, Badminton, Ciclismo, hipismo, Atletismo, outros.

14 ESPORTES COLETIVOS São atividades essencialmente de ataque e defesa que se estruturam na disputa entre duas equipes com enfoque no grupo dentro de uma organização técnico e tática. O que desenvolve? Os esportes coletivos para Teixeira (1995), desenvolvem principalmente o “espírito social”, de colaboração e de equipe, no qual o participante está inserido.

15 ESPORTES INDIVIDUAIS São aqueles em que o praticante atua sozinho, dependendo basicamente de si mesmo para alcançar seus objetivos. Os esportes em geral e principalmente os individuais atuam no desenvolvimento: Da personalidade, pois exigem uma melhor preparação psicológica para a sua prática. Envolve um aumento da confiança, da perseverança, da motivação intrínseca e da segurança.

16 AS DIMENSÕES SOCIAIS DO ESPORTE. De acordo com Tubino (1992) as dimensões sociais admitidas para o esporte na atualidade são: Esporte-participação/educação; Esporte-performance / espetáculo. Esporte social ( lazer). Esporte profissão (são aquelas pessoas que vivem do espore. Exemplo: jogadores profissionais.

17 SEGUNDO “TUBINO” Para Tubino (2002): Esporte social é entendido pelas dimensões de esporte-educação e esporte-lazer. Esporte espetáculo/performance está relacionado ao esporte- rendimento

18 O esporte educação/participação O esporte educação/participação é aquele que deve ser praticado nos sistemas de ensino e em formas assistemáticas de educação, evitando-se: a seletividade, a hipercompetitividade e tendo como objetivo alcançar o desenvolvimento integral do indivíduo e sua formação para o exercício da cidadania e prática do lazer.

19 ESPORTE EDUCAÇÃO/PARTICIPAÇÃO Portanto, o ensino de esporte nas aulas de Educação Física deve sim contemplar o aprendizado das técnicas, táticas e regras básicas das modalidades esportivas, mas não se limitar a isso. E importante fazer uma análise critica das inúmeras modalidades esportivas e do fenômeno esportivo que, se dúvida, é algo bastante presente na sociedade atual.

20 “EU FAÇO ESPORTE OU SOU USADO PELO ESPORTE” O Esporte que você pratica está mais próximo do que vemos na televisão ou de uma recreação? Quais esportes você conhece? O que os diferência um do outro?

21 ESPORTE ESPETÁCULO Os meios de comunicação contribuíram para a divulgação e ajudaram a criar uma “falsa ilusão” valorizando o esporte e tornando-o uma mercadoria de consumo. “... A partir do momento que o controle econômico se deslocou para a televisão, mudanças foram introduzidas para agradar os telespectadores ou gerar mais receita com propagandas.” O esporte passou a ser visto como meio mais rápido de ascensão social.

22 ESPORTE ESPETÁCULO O Esporte-Espetáculo é um fenômeno inserido em uma sociedade de consumo e comunicação de massa organizada de tal maneira a difundir sons, imagens e informações, configurando-se meio de reproduzir a sociedade de consumo. Programa esportivo na escola, que introduz a competição com o objetivo de produzir atletas ou ainda consumidores do esporte.

23 A escola através da Educação Física – preocupando-se com a lógica do esporte- espetáculo: O consumo de bens e entretenimento, conduzidos por conceitos de marketing e administração do esporte, que vêem nas crianças e adolescentes “potenciais consumidores” E a Educação Física escolar que hoje na maioria das vezes funciona como uma reprodutora desses aspectos, sem desenvolver uma análise crítica sobre esse fenômeno e o comportamento dos jovens de hoje na sociedade.

24 ESPORTES COLETIVOS FUTEBOL Embora não se tenha muita certeza sobre os primórdios do futebol, historiadores descobriram vestígios dos jogos de bola em várias culturas antigas. Meados de 3000 a.C China Antiga - CABEÇA DOS INIMIGOS. Atualmente - FUTEBOL

25 O FUTEBOL CHEGA AO BRASIL Charles Miller trouxe na bagagem a primeira bola e um conjunto de regras; O futebol surgiu no Brasil em 1894 “oficialmente”; Primeiro time “oficial” (São Paulo Atlethic); Primeiro jogo oficial foi entre: CIA DE GÁS X CIA FERROVIÁRIA (SÃO PAULO RAILWAY; Um jogo primeiramente para a elite branca;

26 CHARLES MILLER

27 FUTEBOL NO BRASIL Durante a década de 1960 e 1970, foi usado para neutralizar a oposição militar. Foi utilizado para como possibilidade de desviar a atenção da população dos conflitos políticos de época. O objetivo era que as pessoas ficassem em casa torcendo em vez de saírem às ruas para participar de manifestações políticas. Tanto em 1970 como nos dias atuais o Futebol funciona como uma válvula de escape para os problemas sociais senso influênciado pela mercadorização em nossa sociedade.

28 BRASIL X RACISMO X FUTEBOL O Vasco da Gama foi o primeiro clube de futebol a colocar em campo um time racialmente misto. O primeiro clube a aceitar um jogador negro foi o Bangu. O Internacional de Porto Alegre também foi um dos precursores em colocar um negro no time, criando o mítico Rolo Compressor.

29 INCLUSÃO O negro vira o criador da ginga e o futebol se torna brasileiro e a Seleção Brasileira "a pátria de chuteiras. O povo descobrindo, de repente, que o futebol deveria ser de todas as cores, futebol sem classes, tudo misturado, bem brasileiro“.

30 O NEGRO QUE QUEBRA BARREIRAS.

31 Regras Básicas O jogo inicia-se no centro do campo. O jogo começa com onze atletas em cada equipe, mais os onze reservas e comissão técnica. A duração da partida é de 90 minutos (tempo corrido),com intervalo de 15 minutos. Em caso de empate, a prorrogação, dois tempos de 15minutos. Se o empate permanecer a decisão vai para os pênaltis, cinco chutes de cada equipe (depende do campeonato). O limite de substituição por partida é de três atletas. Existe cartão amarelo e vermelho. AS REGRAS SÃO IGUAIS PARA HOMENS E MULHERES.

32 Extensão do Futebol de Campo: Futebol Suíço, Futebol de areia e Futsal.

33 FUTSAL O Futsal foi criado na cidade de Montevidéu (Uruguai) no ano de O criador foi o professor de Educação Física Juan Carlos Ceriani Gravier.. Desde 1989 é realizado o Campeonato mundial de futsal, equivalente à Copa do Mundo FIFA para este desporto, que também é organizado pela FIFA. FUNDAMENTOS DO FUTSAL: Passe, recepção, drible, dominio de bola, cabeceio, drible e chute.

34 REGRAS BÁSICAS O árbitro usa cartões para punir as faltas. O amarelo (advertência),o vermelho (expulsão sem substituição), Azul ( exclusão por 2 minutos ou pode ser substituído ao tomar um gol). - As substituições podem ocorrer a qualquer momento e em número indeterminado. - Os jogos da categoria adulto ocorrem em 40 minutos (2 tempos de 20 minutos). - O posicionamento de uma equipe de futsal segue o seguinte esquema: goleiro (defende o gol com mãos e pés e também pode atacar), fixo ou beque (jogador de defesa), ala (joga mais pelas laterais), pivô (movimenta-se no ataque e arma jogadas). O Futsal é jogado entre duas equipes de 5 jogadores cada uma e no máximo 7 reservas.

35 VOLEIBOL O voleibol foi criado nos Estados Unidos, no dia 9 de fevereiro de 1895, pelo diretor de educação física da ACM (Associação Cristã de Moços de Massachusetts) William George Morgan. Ao inventar o voleibol e suas regras, Morgan tinha como objetivo principal a criação de um esporte sem contato físico entre os jogadores. Desta forma, ele pretendia oferecer às pessoas (principalmente aos mais velhos) um esporte em que as lesões físicas, provocadas por choques entre pessoas, seriam raras.

36 VOLEIBOL A equipe começa o jogo com seis atletas em quadra. Posições: Atacante, libero, levantador. Cada equipe tem direito a dois tempos. Fundamentos: saque, passe, levantamento, ataque, bloqueio e defesa. Deve ter um técnico e um capitão do time. A partir da década de 80, o voleibol começa a ser visto como um ótimo meio de comercialização de produtos esportivo, ai então surgiu a possibilidade de mudanças de regras como: pontos passarem para 25 para vencer 1 set, nos quatro primeiros sets e 15 pontos no tie-break e a vantagem ser eliminada devido a sua longa duração. Mais foi no final da década de 90 que isso aconteceu como teste até chegar aos dias atuais.

37

38 VOLÊI DE PRAIA O voleibol de praia evoluiu a partir dos jogos de voleibol disputados socialmente na praia de Santa Mónica na Califórnia, EUA, na década de 1920, tendo chegado à Europa na década seguinte. Em 1996, nos Jogos Olímpicos de Atlanta, o voleibol de praia passou a integrar o programa Jogos Olímpicos. No Brasil, temos notícia da prática do Volêi de Praia nas areias da antiga Praia do Caju no Rio de Janeiro nos anos de 1950.

39 REGRAS BÁSICAS Ganha o set a equipe que primeiro atingir 21 pontos. Não existe substituição de jogadores. Cada dupla terá direito a um tempo de trinta segundos em cada set.

40 BASQUETEBOL O basquetebol (popularmente conhecido como basquete) surgiu no ano de 1891, nos Estados Unidos. Seu criador foi James Naismith, professor de Educação Física da Associação Cristã de Moços de Springfield (estado de Massachusetts – EUA). O Brasil foi um dos primeiros países a conhecer a novidade. Augusto Shaw, um norte-americano nascido na cidade de Clayville, região de Nova York recebeu um convite para lecionar no tradicional Mackenzie College, em São Paulo. Na bagagem, trouxe uma bola de basquete.

41 REGRAS BÁSICAS O jogo começa no centro da quadra. O jogo, atualmente, corre em 4 períodos de 10 minutos cada. A equipe só pode começar um jogo se os padrões do mesmo forem cumpridos. São eles: 1.Ter no mínimo 8 jogadores aptos a jogar (5 em quadra e 3 no banco.) e no máximo 12 jogadores aptos a jogar. 2.Deve ter um técnico e um capitão do time.

42 FALTAS DE ATAQUE Em caso de uma falta simples é dado um lance lateral. Agora, se a falta ocorrer durante um ato de arremesso, ai então é dada uma bonificação: Lances. 1 lance: Se o jogador tomar a falta durante o ato de arremesso e converter a cesta. 2 lances: Se tomar a falta, mas não converter a cesta. 3 lances: Se o arremesso for para três pontos e não converter.

43 FALTAS DE DEFESA Após 5 faltas pessoais, o jogador que as cometeu deverá ser substituído e não poderá voltar a jogar naquele jogo. Após 4 faltas coletivas (em cada período) todas as seguintes serão convertidas em dois lances livres.

44 POSIÇÕES Armador: É o homem chave do jogo. É ele quem leva a bola da defesa ao ataque, arma a jogadas. Ala: É o jogador que mais infiltra, dribla, e participa das jogadas. Pivô: É o homem do rebote.

45 BASQUETE DE RUA (CUFA), BASQUETE CADEIRANTE, BASQUETE DE AREIA.

46 HANDEBOL O Handebol é um esporte coletivo que foi criado pelo professor alemão Karl Schelenz, no ano de Nessa fase inicial, as partidas eram realizadas e campos gramados, cada equipe de handebol era composta por onze jogadores (mulheres), depois os homens começaram a participar. Em 1938 em Berlim, o COI inclui a modalidade como esporte Olímpico. Em 1962, os jogos de handebol em campo gramado foram descontinuados, passando o esporte ser realizado somente em salão.

47 HANDEBOL NO BRASIL O handebol ficou restrito à São Paulo até a década de 60, quando o Professor Augusto Listello (francês) no curso internacional de Santos o mostrou a professores de outros estados em forma didática. Em 1927, foi criada a Federação Internacional de Handebol, com 39 países inscritos O handebol só é incluído nas competições olímpicas oficiais em 1938 em Berlim.

48 REGRAS BÁSICAS O tempo de jogo é de 2 tempos de 30 minutos com um intervalo de 10 minutos. O jogo começa no meio da quadra com sete jogadores em quadra ( goleiro, duas pontas, três armadores e um pivô) e sete reservas mais comissão técnica. As penalidades são: Falta simples, Cartão amarelo, vermelho, dois minutos. Não pode: Dar mais que três passos com a bola ma mão, agredir o adversário, pisar na linha de seis metros, a não ser o goleiro.

49

50 ESPORTE Esporte de Aventura ou Radical

51 ESPORTE DE AVENTURA OU ESPORTE RADICAL São termos usados para designar esportes com um alto grau de risco físico. Para que um esporte radical seja bem sucedido, é preciso levar em conta o condicionamento físico, o estado mental, equipamentos e a alimentação. A prática desse esporte pode proporcionar lazer no tempo livre, reaproximando pessoas e natureza de forma divertida, educativa e respeitosa. A definição de esporte de aventura surgiu no final dos anos 80 e início dos anos 90.

52 PAINTBALL

53 É um desporto coletivo radical que consiste em um jogo onde duas ou mais equipes competem entre si, usando carregadores de bolas que soltam tinta ao atingir o adversário. O objetivo é apanhar a bandeira do outro grupo, na forma mais populares do jogo, e quanto mais adversários forem eliminados mais fácil fica de completar o objetivo. Nos últimos dez anos, este desporto revelou um desenvolvimento exponencial e conta já com cerca de 15 milhões de praticantes em todo o mundo sendo que a maior parte está aglomerada a norte do continente americano e na Europa. Na América do Sul o Paintball de competição deu um salto a partir de 2005 com a criação do CSP - Circuito Sul-Americano de Paintball.

54 ESPORTES INDIVIDUAIS O Atletismo existe desde o surgimento do homem, pois o mais antigo dos ancestrais humanos já andava, corria, eslatava e lançava coisas. A primeira competição esportiva de que se tem notícia foi uma corrida, nos jogos de 776A.C., na cidade de Olímpia, na Grécia, o que impulsionou o surgimento das Olímpiadas.

55 ATLETISMO * HOJE EM DIA, O ATLETISMO É UM ESPORTE COM PROVAS DE PISTA (CORRIDAS), DE CAMPO (SALTOS E LANÇAMEMTOS), PROVAS COMBINADAS, COMO O DECATLO E O HEPTALTLO (PROVAS DE PISTA E DE CAMPO) O PEDESTRIANISMO ( CORRIDAS DE RUA), CORRIDAS DE CAMPO ( CROSS COUNTRY), CORRIDAS EM MONTANHAS E MARCHA ATLÉTICA. * HOJE EM DIA, O ATLETISMO É UM ESPORTE COM PROVAS DE PISTA (CORRIDAS), DE CAMPO (SALTOS E LANÇAMEMTOS), PROVAS COMBINADAS, COMO O DECATLO E O HEPTALTLO (PROVAS DE PISTA E DE CAMPO) O PEDESTRIANISMO ( CORRIDAS DE RUA), CORRIDAS DE CAMPO ( CROSS COUNTRY), CORRIDAS EM MONTANHAS E MARCHA ATLÉTICA.

56 - Corridas com obstáculos, são realizadas dentro dos estádios e se dividem em quatro modalidades: 100 metros (feminino); 110 metros (masculino); 400 metros (masculino e feminino); metros (feminino e masculino). - Revezamento, são disputadas por grupos compostos por quatro atletas cada. Cada atleta corre um quarto da pista e passa um bastão para o atleta seguinte de sua equipe.

57 SALTOS Salto em distância; Salto em altura; Salto com vara; Salto Triplo. ARREMESSOS E LANÇAMENTOS Nesta categoria e são consideradas provas de campo: Arremesso de peso; Lançamento de dardo; Lançamento de martelo; Lançamento de disco.

58 DECÁTLO Praticada por homens, numa mesma prova são envolvidas dez modalidades do atletismo. As modalidades do decátlo são: Corrida (100 metros), salto em distância, salto em altura, lançamento de peso, 400 metros, 110 metros com barreira, lançamento de disco, lançamento de dardo, salto com vara e corrida de 1500 metros. HEPTÁTLO Prova combinada somente para mulheres. Envolve sete modalidades do atletismo: 100 metros com barreira, lançamento de peso, lançamento de dardo, salto em altura, salto em distância, corrida de 200 metros e 800 metros.

59 NATAÇÃO Natação é a capacidade do homem e de outros animais de se deslocarem através de movimentos efetuados no meio líquido. A natação é conhecida desde tempos pré-históricos, o registro mais antigo sobre a natação remonta às de cerca de anos atrás. Em 1908, foi fundada a Federação Internacional de Natação (FINA). Modalidades: existem 7 modalidades distintas na especialidade de natação. Natação pura ou desportivas são as desputas em piscinas, o objetivo determinar o nadador mais rápido em uma determinada distância). Polo aquático Saltos para a água Águas abertas Natação sincronizada Mergulho Aquático.

60 Provas individuais são as provas em que o nadador efetua o percurso sozinho. Estilo livre: Nesta prova o nadador pode optar pelo estilo que preferir. Na prática o estilo usado com mais freqüência é o crawl. As provas de estilo livre são excetuadas nas distâncias de 50m, 100m, 200m, 400m, 800m e 1500m. As provas são de 50m, 100m, 200m, 400m, 800m (só para mulheres) ou 1500m (só para homens). NATAÇÃO

61 Disputam-se também provas de estafetas, em que quatro nadadores se revezam a nadar. As provas de estafetas são de 4x100m, 4x200m para estilo livre e 4x100m para outros estilos. Estilo crawl; Estilo costas; Estilo peito; Estilo mariposa, borboleta.

62 NATAÇÃO

63 BADMINTON Badminton é um desporto individual ou de duplas, semelhante ao tênis, praticado com raquete e uma peteca e faz parte das Olimpíadas. A versão competitiva do jogo surgiu na Índia no século XIX. década de 1860, por Duque de Beaufort na Inglaterra. É disputado em quadras cobertas, sendo a quadra dividida por uma rede. O objetivo do jogo é, usando a raquete, rebater a volante sobre a rede para a quadra do adversário, sem deixar a peteca tocar no chão. O "game" pode chegar no máximo de 30 pontos, Existe o intervalo de 2 minutos entre os jogos e o intervalo de 1 minuto quando alcançado os primeiros 11 pontos de um jogador por "game". Ganha quem vencer 2 jogos.

64 BADMINTON

65 TÊNIS DE MESA O Tênis de Mesa é um esporte que surgiu na Inglaterra na segunda metade do século XIX. Chegou ao Brasil na primeira década do século XX, trazido por turistas ingleses. É considerado um dos esportes mais populares do mundo. O objetivo do jogo é marcar pontos. Vence o jogador que consegue ganhar 3 sets (na partida de 5 sets) ou 4 (nas partidas de 7 sets). Cada set é composto por 11 pontos. rio. - O tênis de mesa tornou-se um esporte olímpico somente em 1988, nas Olimpíadas de Seul (Coréia do Sul).

66 TÊNIS DE MESA - O tênis de mesa é um dos esportes mais praticados no Brasil e no mundo, sobretudo na China, na Europa e no Japão. Sua prática pode se dar em competições de alto nível e também como lazer, haja vista que não há faixa etária limite e nem tipo físico específico para ser praticado.

67 TÊNIS DE MESA

68 XADREZ Ë um jogo de tabuleiro de natureza recreativa e competitiva teve sua origem na india por O Rajá Balhait mais foi na europa no movimento renascentista que se deu o nome de Xadres Ocidental. O xadrez é um dos jogos mais populares do mundo sendo praticado por milhões de pessoas em torneios (amadores e profissionais), clubes, escolas, pela Internet, por correspondência e informalmente.

69 XADREZ - As fases em que subdividem o transcorrer do jogo são: aberturas, meio-jogo e finais. - Na terminologia enxadrística, os jogadores de xadrez são conhecidos como enxadristas. - Os jogadores usam de estratégias para alcançar o objetivo e o jogador que estiver perdendo pode desistir da partida.

70 XADREZ * As competições enxadrísticas oficiais tiveram início ainda no Século XIX, sendo Wilhelm Steinitz considerado o primeiro campeão mundial de xadrez. Existe ainda o campeonato internacional por equipes realizado a cada dois anos, a Olimpíada de Xadrez. O atual campeão do mundo é o indiano Vixhy Anand e a campeã mundial é a russa Alexandra kosteniuk.

71 XADREZ - Durante uma partida de xadrez, cada enxadrista controla dezesseis peça que podem ser de cor clara ou escura (normalmente brancas e negras). - Cada um dos enxadristas dispõem de dezesseis peças: oito peões, dois cavalos, dois bispos, duas torres, um rei e uma dama, sendo que cada tipo de peça possui um movimento característico - O objetivo do jogo de xadrez é dar xeque-mate no rei do adversário. O xeque-mate é uma expressão que vem do idioma persa e significa “o rei está morto”.

72 O PENTATLO MODERNO O Pentatlo moderno existe desde a Grécia Antiga. Era a modalidade mais nobre dos Jogos Olímpicos antigos, que premiava o atleta mais completo com modalidades do atletismo e luta. Inspirado nas disputas, o barão Pierre de Coubertin, um dos maiores incentivadores das Olimpíadas modernas, resolveu adaptar a disputa aos novos Jogos, também premiando o atleta mais completo. Porém, os esportes praticados dessa vez seriam outros. Em vez das modalidades do atletismo e da luta, os competidores passariam a disputar provas de tiro, esgrima, natação, hipismo e corrida.

73 ESPORTES PARA- OLÍMPICOS Atletismo Faz parte dos Jogos Paraolímpicos desde a sua primeira edição em Roma, As provas são divididas em: Corridas, saltos, lançamentos e pentatlo, os atletas são sempre acompanhados.

74 BASQUETE Destinada a portadores de deficiência física motora, em cadeira de rodas. Categorias: masculina e feminina a adaptações para os atletas participantes. o jogo: a cada dois movimentos para impulsionar a cadeira, o jogador tem de driblar a bola pelo menos uma vez. Falta técnica: é utilizar os membros inferiores para obter algum tipo de vantagem, como colocar o pé no chão ou levantar um pouco do assento.

75 BASQUETE O basquete em cadeira de rodas começou a ser praticado nos Estados Unidos, em Os jogadores eram ex-soldados do exército norte- americano feridos durante a 2ª Guerra Mundial. O basquete em cadeira de rodas foi a primeira modalidade paraolímpica a ser praticada no Brasil, em 1958.

76 NATAÇÃO PARA- OLÍMPICA Natação: Nesta modalidade participam atletas de todos os tipos de deficiência, divididos em dois grupos: os portadores de deficiência visual e os todos os outros.

77 GOALBALL Esta modalidade foi criada especialmente para os deficientes visuais, ao contrário de outras, que foram adaptadas. O Goalball é um esporte coletivo, onde participam duas equipes de três jogadores, mais três atletas reservas.

78 GOALBALL O desenvolvimento do jogo é baseado no uso da percepção auditiva para a detecção da trajetória da bola, que tem guizos. Por isso o silêncio absoluto é muito importante. O principal objetivo é que cada equipe jogue a bola rasteira para o campo adversário e marque o maior número de gols em dois tempos de 10 minutos jogados. Os três jogadores atacam e defendem. Foi criado em 1946 pelo austríaco Hanz Lorenzen e pelo alemão Sepp Reindle, com o objetivo de reabilitar veteranos da Segunda Guerra Mundial, que perderam a visão. No Brasil, essa modalidade foi implementada, em 1985.

79 Futebol Paraolímpico - Em 1978 surgiu o futebol de 7 para paralisados cerebrais, na Escócia. - O futebol de sete é praticado por atletas do sexo masculino. - Em Barcelona (1992), o Brasil estreou nos Jogos Paraolímpicos e ficou em sexto lugar. - Nos Jogos Paraolímpicos de Atenas (2004), o Brasil se superou mais uma vez e conquistou a medalha de prata, deixando para trás potências como a Rússia, Estados Unidos e Argentina.

80 OUTROS... Tênis de mesa, Vela, Tiro, Tênis em cadeira de rodas, Levantamento de peso, Esgrima, Voleibol sentado, Judô, Rúgbi etc.

81 INCLUSÃO E EXCLUSÃO A Educação Física adaptada não se diferencia em seus conteúdos, mas compreende técnicas, métodos e formas de organização especiais que podem ser aplicados ao indivíduo deficiente e os ditos normais. Busca-se reverter o quadro histórico da área de seleção entre indivíduos aptos e inaptos para as práticas corporais, resultante da valorização exacerbada do desempenho e da eficiência.

82 INCLUSÃO E EXCLUSÃO - NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA, É POSSIVEL QUE SEJAM DICUTIDAS QUESTÕES SOBRE PRECONCEITO E EXCLUSÃO, POR MEIO DO ESTUDO DOS ESPORTES.

83 JOGOS

84 - Não são práticas engessadas, mais em constante transformação, incorporando criações anônimas de gerações que vão se sucedendo.

85 JOGO - O JOGO TRADICIONAL INFANTIL É CONSIDERADO COMO PARTE DA CULTURA POPULAR, DESENVOLVIDO, EM ESPECIAL, PELA ORALIDADE. SUA ORIGEM É INCERTA, SENDO ATRIBUIDA A PRÁTICAS ANTES REALIZADAS POR ADULTOS, A FRAGMENTOS DE ROMANCES, POESIAS, MITOS E RITUAIS RELIGIOSOS.

86 B RINCADEIRA X JOGO * O jogo é qualquer competição ou desafio, para qual as regras são feitas ou criadas num ambiente restrito ou de imediato. A palavra jogo refere-se, geralmente, àquele tipo de brinquedo ou brincadeira que termina em perdas e ganhos, isto é, ao jogo de regras, onde as regras pode ser mudas.

87 BRINCADEIRA X JOGO * Brincadeira é a ação que a criança desempenha ao concretizar as regras do jogo, ao mergulhar na ação lúdica. Pode-se dizer que é o lúdico em ação. Desta forma, brinquedo e brincadeira relacionam-se diretamente com a criança. "Brinquedo = objeto destinado a divertir uma criança". "Brincadeira = ação de brincar, divertimento. Gracejo, zombaria.

88 JOGOS - A PARTIR DO CARÁTER ESPOTÂNEO DOS JOGOS, SURGIU O ESPORTE COM REGRAS, QUE RÍGIDAS, DE MODO A DISCIPLINAR A SUA PRÁTICA, CONSTRIBUINDO A IDÉIA DE ORDEM SOCIAL.

89 JOGOS Os jogos são subdivididos em: - jogos cooperativos ( jogos de união, a sociabilidade e cooperação entre os jogadores, tem o objetivo de atenuar a competição, volençol, eco-nome, tato contato, olhos de águia entre outros). - jogos dramáticos (improvisação, imitação e mímica) - jogos simbólicos ( jogos faz de conta, fantasia). - jogos antagônicos ( policia e ladrão) - jogos de tabuleiro (trilha, dama, xadrez, Resta Um).

90 JOGOS - jogos tradicionais de rua, populares e brincadeiras ( peteca, amarelinha, elástico, queima, bandeirinha, bétis também conhecido em algumas regiões do Brasil como jogo de taco).

91 JOGOS - Saberia você diferenciar as perguntas: “Vamos brincar?” ou “Vamos jogar?” - Vejamos como esses termos são definidos no dicionário Larousse: "Jogo = Ação de jogar; folguedo, brinco, divertimento". Seguem-se alguns exemplos: "jogo de futebol; jogo de damas; jogos de azar; "Brinquedo = objeto destinado a divertir uma criança". "Brincadeira = ação de brincar, divertimento. Gracejo, zombaria.

92 JOGOS - Grande parte dos jogos tradicionais popularizados no mundo inteiro, como jogo de saquinhos (ossinhos), jogo de botão, bolinha de gude, pião, amarelinha, chegou ao Brasil por intermédio do primeiros portugueses. Também as canções de roda, adivinha, vieram por intermédio dos portugueses.

93 JOGOS - Os jogos podem ser desenvolvidos conforme a realidade regional e cultural das pessoas, valorizando as manifestações próprias de seu ambiente cultural. - O jogo do fio, hoje conhecido atualmente com cama de gato era realizado por tribos indígenas Taulipáng, Tapirapé e Tupi.

94 JOGOS - Jogos e brincadeiras destacam-se pela presença do elemento lúdico, ímpeto que emana da vontade interior dos sujeitos envolvidos, favorecendo o desenvolvimento de atitudes, de ações intencionais e de aprendizados. - Nas aulas de Educação Física os jogos são de extrema importância para o desenvolvimento do ser humano.

95 Léia Giovanna Vasconcelos


Carregar ppt "JOGOS, ESPORTES INDIVIDUAIS E COLETIVOS Aspectos históricos, sociológicos e técnico-táticos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google