A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

III Encontro de Gerentes de Exploração Mineral Brasília, Abril 2009 ADIMB.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "III Encontro de Gerentes de Exploração Mineral Brasília, Abril 2009 ADIMB."— Transcrição da apresentação:

1 III Encontro de Gerentes de Exploração Mineral Brasília, Abril 2009 ADIMB

2 Exploração Mineral Consultoria Alianças Estratégicas Gerência de Direitos Minerários GIS TI

3 Serviços de Exploração Geólogos investigando afloramento Geólogos da Terracorp com um consultor QP em uma visita de campo Área de operação de sondagem diamantada Geólogos investigando afloramento de manganês Equipe técnica da Terracorp visitando a mina de níquel laterítico de Barro Alto Planejamento, administração e implantação de projetos de exploração; Geo-outsourcing: alocação de equipes de exploração especializadas; Aluguel de equipamentos de exploração e veículos; Mapeamento geológico e análises estruturais; Levantamentos Geoquímicos; Elaboração de mapas e seções; Levantamento geofísicos de solo; Gerenciamento de levantamentos aéreos de geofísica; Integração de conjuntos de geodata (geológicos, geoquímicos, geofísicos); Serviços de sondagem; Administração e serviços de gerenciamento de projeto; Modelagem e representação 3D ; Relatórios de qualificação independente; Escopo e estudos de viabilidade; Controle de qualidade do projeto / programa.

4 Consultoria MapasSeções Modelos 3D Relatórios Estudos Due-diligence; Reserva Mineral/Estimativa de recursos; Avaliação de áreas; Estudos dedicados; Relatórios de qualificação independente; Escopo e estudos de viabilidade; Procura e análise de exploração/Prospecção de minas.

5 Leaders in Deep Exploration

6 Níquel e Diamante Real Section Alta tecnologia em geofísica terrestre: métodos e equipamentos únicos no Brasil; Avaliação da potencialidade de grandes áreas; Reconhecimento das diferentes camadas litológicas; Detecção das falhas e características estruturais do depósito; Mapeamento de depósitos (2km profundidade); Mapeamentos profundos até 20 Km (a qualidade e a profundidade de investigação dependem do tempo de leitura) Reduzir risco e melhorar a decisão de sondagem; Re-avaliação exploratória de áreas "brownfield" Cobre e Ouro 750 metros 2 km

7 Goiânia, Brazil

8

9 O que é? O Titan é um método geofísico terrestre, proprietário da Quantec, para investigação a grande profundidade e precisão. O Titan é baseado em métodos Magnético Telúrico (MT) e IP/Resistividade. O Titan 24 pode detectar: depósitos VMS, Ni Sulfetado, Cobre porfiro e depósitos de ouro epitermais de alta sulfetação. Ele também mapeia condutores no embasamento e alterações relativas a inconformidade de depósitos de Urânio; As profundidades de investigação são significativas. Com o Titan 24, as medições vão, tipicamente, de 1.5 a 2.0 km. Titan 24 é eficaz tanto para exploração em áreas com operação de minas e também para exploração, e tem sido utilizado tanto para encontrar novas ocorrências de minério em áreas de minas e como também em áreas próximas (brownfield).

10 Cont: Ele é capaz de reduzir riscos e melhorar as decisões de sondagem; Diminui o tempo de descoberta; Re-explora regiões de brownfield onde tecnologias tradicionais já investigaram; Investiga propriedades de exploração mineral a grandes profundidades para composição de imagem da mineralização, estrutura, alteração e geologia;

11 11 x B y 2 Canais AM Bateria Composição típica da estação - B x B y >20 km Sítio básico de magnetometria Link LAN para o caminhão de registro de dados 50m Eletrodo de corrente infinita (fixo) >10 km 100m Potenciais eletrodos transversais (fixo) Sítio remoto de magnetometria

12 Propriedade Redstar, Red Lake. O objetivo era compor imagem geológica e estrutural a grande profundidade. A interpretação mostra tipos de rochas e estruturas a 3 km de profundidade. Ouro – Geologia & Estrutura Diamante & Níquel – 3D Imaging 2 – Mina de diamante Jaweng mostrando a extensão de quimberlito a grandes profundidades – Mina comum de níquel mostrando zonas condutivas representando sulfetos de 500 a 700 m.

13 Kidd Creek, Ontario, Canadá

14

15 O que é? Técnica de geofísica eletromagnética que usa campos elétricos naturais, como relâmpagos, para indução de fluxo de corrente no solo. O Spartan MT é capaz de efetuar levantamentos próximos a superfície até profundidades ilimitadas (a profundidade e a qualidade são controladas pelo tempo de leitura, assim como no Titan 24). As aplicações incluem o reconhecimento mineral, geotérmico e de petróleo e gás. Os resultados são medidos com Resistividades e correlacionados a mineralizações condutivas, geologia, estrutura e alterações. As profundidades de investigação são significativas. Com o Spartan MT, as medições podem ocorrer desde poucas centenas de metros, dependendo da resistividade da superfície, até qualquer profundidade (60 km).

16

17 210 km de transectas nos EUA; Resultados profundos estão acima da linha dos 60 km, e mostram estruturas e geologia; Resultados rasos estão até 20 km de profundidade e mostram estruturas condutivas (vermelho) e rochas resistivas (azul).

18 Resultados profundos do MT mostrando rochas sedimentares sobrepostas, bacia sedimentar, estruturas interpretadas e embasamento vulcânico profundo. Local: Argentina. Exploração de Petróleo e Gás - Interpretação

19 1.Utilizado em áreas de difícil acesso e com restrições ambientais, onde a sísmica encontra limitações 2.Para definir zonas com potenciais em grandes bacias com pouca informação geológica e geofísica 3.Como método comumente relacionado ao descobrimento 4.Tipicamente em malhas regulares com espaçamento de 1 Km ou mais.

20 Descrição: Estações Spartan em intervalos de +/- 2 km ao longo de 85 km de linhas. Interpretação litológica até 15 km de profundidade. Geologia: Esquema geológico feito com auxílio de sondagem.

21 l,, Valmy - Siliceous Units Valmy - Carbonaceous, pyritic Shales Tuffaceous Mudstone Pillow Basalt Bottom of MT Section 2000m depth Black Massive Limestone Interbedded Chert, Chert Beds In Limestone Seção Cortesia de Placer Dome, Apresentação de Peter Kowalczyk, PDAC 2001

22 Real Section IP

23 O que é? Método geofísico de propriedade da Quantec de IP/Resistividade (IP/Resistivity), que permite modelagens bi-dimensionais de dados de alta resolução até aproximadamente 600m de profundidade. A passagem de corrente através das rochas (devido a uma diferença de potencial a elas aplicada) ocorre sobretudo por fluxos eletrolíticos através dos poros cheios de fluído; Recomendado em casos onde a investigação a profundidade de até 600m a baixo custo.

24 Serviços de Consultoria Interpretação

25 Modelagem 3D e 2D – Perfil Vertical Reinterpretaçã o utilizando sistemas proprietários da Quantec Confecção de Relatórios Interpretação e reinterpretação de dados geoquímicos, geofísicos ou provenientes de levantamentos de gravimetria, EM, sísmica ou IP já existentes; Estudo preliminar de modelagem para constatação de prováveis mineralizações a grandes profundidades; Direcionamento das sondagens nas anomalias com maiores chances de hospedarem mineralizações; Integração e normatização dos dados para análise e modelagem.

26 RUA 32, No. 182, SETOR MARISTA GOIÂNIA/GO/BR. CEP: TEL./FAX: 55 (62) Muito Obrigado!


Carregar ppt "III Encontro de Gerentes de Exploração Mineral Brasília, Abril 2009 ADIMB."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google