A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SOLENIDADE DA EPIFANIA DO SENHOR Vimos uma Estrela no Oriente...

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SOLENIDADE DA EPIFANIA DO SENHOR Vimos uma Estrela no Oriente..."— Transcrição da apresentação:

1

2 SOLENIDADE DA EPIFANIA DO SENHOR Vimos uma Estrela no Oriente...

3 PARA MELHOR REFLETIR E ENTENDER A LITUGIA DA EPIFANIA É IMPOTORTANTE VOCÊ LER NA BIBLIA OS TEXTOS CITADOS MARINEVES MARINEVES

4 “luz” “luz” A liturgia deste domingo celebra Epifania de Jesus( a manifestação de sua Divindade a todos os homens) Ele é uma “luz” que se acende na noite do mundo e atrai a si todos os povos da terra. Cumprindo o projeto libertador que o Pai nos queria oferecer, essa “luz” encarnou na nossa história, iluminou os caminhos dos homens, conduziu-os ao encontro da salvação, da vida definitiva.

5 A primeira leitura (Is 60,1-6) anuncia a chegada da luz salvadora de Jahwéh, que transfigurará Jerusalém e que atrairá à cidade de Deus povos de todo o mundo.

6 anunciada pelo profeta) É preciso, sem dúvida, ligar a chegada da “luz” salvadora de Deus a Jerusalém (anunciada pelo profeta) com o nascimento de Jesus. O projeto de libertação que Jesus veio apresentar aos homens será a luz que vence as trevas do pecado e da opressão e que dá ao mundo um rosto mais brilhante de vida e de esperança.

7 Reconhecemos em Jesus a “luz” libertadora de Deus? Estamos dispostos a aceitar que essa “luz” nos liberte das trevas do egoísmo, do orgulho e do pecado? Será que, através de nós, essa “luz” atinge o mundo e o coração dos nossos irmãos e transforma tudo numa nova realidade ?

8 A segunda leitura (Mt 2,1-12)apresenta o projeto salvador de Deus como uma realidade que vai atingir toda a humanidade, juntando judeus e pagãos numa mesma comunidade de irmãos – a comunidade de Jesus.

9 Será que na nossa Igreja há espaço para todos os que buscam a luz libertadora de Deus? Os irmãos que têm a vida destroçada ou que não se comportam de acordo com as regras da Igreja, são acolhidos, respeitados e amados? As diferenças próprias da diversidade de culturas são vistas como uma riqueza que importa preservar, ou são rejeitadas porque ameaçam a uniformidade?

10 (Mt 2,1-12 No Evangelho, (Mt 2,1-12) vemos a concretização dessa promessa: ao encontro de Jesus vêm os “magos” do oriente, representantes de todos os povos da terra… Atentos aos sinais da chegada do Messias, procuram-no com esperança até O encontrar, reconhecem nele a “salvação de Deus” e aceitam-no como “o Senhor”

11 .A salvação rejeitada pelos habitantes de Jerusalém torna-se agora um dom que Deus oferece a todos os homens, sem exceção. Em primeiro lugar, meditemos nas atitudes das várias personagens que Mateus nos apresenta em confronto com Jesus: os “magos”, Herodes, os príncipes dos sacerdotes e os escribas do povo…

12 Diante de Jesus, o libertador enviado por Deus, estes distintos personagens assumem atitudes diversas, que vão desde a adoração (os “magos”), até à rejeição total (Herodes), passando pela indiferença (os sacerdotes e os escribas: nenhum deles se preocupou em ir ao encontro desse Messias que eles conheciam bem dos textos sagrados).

13 Identificamo-nos com algum destes grupos? Não é fácil “conhecer as Escrituras”, como profissionais da religião e, depois, deixar que as propostas e os valores de Jesus nos passem ao lado?

14 Senhor. Os “magos” representam os homens de todo o mundo que vão ao encontro de Cristo, que acolhem a proposta libertadora que Ele traz e que se prostram diante dele. É a imagem da Igreja – essa família de irmãos, constituída por gente de muitas cores e raças, que aderem a Jesus e que O reconhecem como o seu Senhor.

15 PARA A SEMANA QUE SE SEGUE aqui adiada… PARA A SEMANA QUE SE SEGUE… Aceitar pôr-se a caminho… Erguer os olhos: tal é o convite que nos é feito hoje. Uma estrela brilha sempre na noite, se nós a observarmos com atenção. Erguer os olhos: descentrar-se de si mesmo, procurar ajuda da parte de qualquer outro, de Deus. Depois de ver a estrela, aceitar pôr- se a caminho. Nos próximos dias, esta estrela será talvez uma caminhada a empreender para sair, encontrar ajuda ou levar ajuda a alguém, tomar uma decisão até aqui adiada…

16 TEXTOS EXTRAIDOS DO SITE... ver.asp?liturgiaidwww.dehonianos.org/portal/liturgia_dominical_ ver.asp?liturgiaid... UNIDOS PELA PALAVRA DE DEUS PROPOSTA PARA ESCUTAR, PARTILHAR, VIVER E ANUNCIAR A PALAVRA NAS COMUNIDADES DEHONIANAS

17 A visita dos Três Reis Magos do Oriente ao menino Jesus é exclusiva do evangelista Mateus, não a encontramos nos evangelhos de Marcos, João e Lucas. Tornou-se muito conhecida e popular... O objetivo de Mateus é de apresentar Jesus,como o ú nico Salvador de todos os povos e ra ç as É portanto uma CATEQUESE s obre a vida de Jesus. A narração visita dos Três Reis Magos do Oriente ao menino Jesus é exclusiva do evangelista Mateus, não a encontramos nos evangelhos de Marcos, João e Lucas. Tornou-se muito conhecida e popular, principalmente no Brasil. O objetivo de Mateus é de apresentar Jesus,como o ú nico Salvador de todos os povos e ra ç as, como já citado anteriormente.. Jesus. É portanto uma CATEQUESE sobre a vida de Jesus. Que o Senhor abençoe você e toda sua familia Marineves. J. Lima

18

19 momento ao seu lado. A cada dia de nossa vida, aprendemos com nossos erros ou nossas vitórias, o importante é saber que todos os dias vivemos algo novo. Que o novo ano que se inicia, possamos viver intensamente cada momento com muita paz e esperança, pois a vida é uma dádiva e cada instante é uma benção de Deus A cada dia de nossa vida, aprendemos com nossos erros ou nossas vit ó rias, o importante é saber que todos os dias vivemos algo novo. Que o novo ano que se inicia, possamos viver intensamente cada momento com muita paz e esperan ç a, pois a vida é uma d á diva e cada instante é uma ben ç ão de Deus Marineves


Carregar ppt "SOLENIDADE DA EPIFANIA DO SENHOR Vimos uma Estrela no Oriente..."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google