A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Jump to first page 23/10/2002 Regra-matriz de incidência tributária 1 EXCLUSÃO DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO F - Exclusão do crédito não quer dizer extinção da.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Jump to first page 23/10/2002 Regra-matriz de incidência tributária 1 EXCLUSÃO DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO F - Exclusão do crédito não quer dizer extinção da."— Transcrição da apresentação:

1 Jump to first page 23/10/2002 Regra-matriz de incidência tributária 1 EXCLUSÃO DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO F - Exclusão do crédito não quer dizer extinção da obrigação tributária, conforme observância das excludentes do crédito tributário. F - Estas estão dispostas no artigo 175 do CTN: I) a isenção e ; II) a anistia.

2 Jump to first page 23/10/2002 Regra-matriz de incidência tributária 2 EXCLUSÃO DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO A exclusão do crédito tributário em favor da Fazenda Pública corresponde ao fato de, apesar de existir legalmente e estar amparado pela legislação, ter o crédito sua incidência excluída do alcance de determinados sujeitos passivos, através de concessão ou benefício estipulado pela pessoa política competente para legislar sobre o tributo

3 Jump to first page 23/10/2002 Regra-matriz de incidência tributária 3 ISENÇÃO n - É a exclusão, sempre por lei, de parcela da hipótese de incidência, ou suporte fático da norma de tributação n - Constitui objeto de isenção a parcela que a lei retira dos fatos que realizam a hipótese de incidência da regra de tributação. n - Salvo disposição de lei em contrário, a isenção não é extensiva às taxas, às contribuições de melhoria e aos tributos instituídos posteriormente à sua concessão.

4 Jump to first page 23/10/2002 Regra-matriz de incidência tributária 4 ISENÇÃO n - Se não for concedida por prazo certo e em função de determinadas condições, pode ser revogada ou modificada a qualquer tempo. n - Para que se configure a isenção é necessário, antes haver a incidência para que, posteriormente, outra norma sobrevenha, isentando o pagamento daquele tributo

5 Jump to first page 23/10/2002 Regra-matriz de incidência tributária 5 ANISTIA n - Consiste no perdão da falta cometida pelo infrator de deveres tributários. n - Pode ser entendida também como o perdão da penalidade a ele imposta por ter infringido mandamento legal. n - Deve sempre ser concedida por lei, e pode ser concedida em caráter geral ou limitadamente.

6 Jump to first page 23/10/2002 Regra-matriz de incidência tributária 6 ANISTIA n - Quando não concedida em caráter geral, é efetivada, em cada caso, por despacho da autoridade administrativa, em requerimento com o qual o interessa comprove que preenche as condições e cumpre os requisitos previstos em lei para as concessão.

7 Jump to first page 23/10/2002 Regra-matriz de incidência tributária 7 GARANTIAS E PRIVILÉGIOS DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO F Artigos 183 a 193 do CTN - disciplina as garantias e privilégios inerentes ao crédito tributário. F GARANTIAS - são os meios jurídicos assecuratórios que cercam o direito subjetivo do Estado de receber a prestação do tributo. F PRIVILÉGIO - é a posição de superioridade de que desfruta o crédito tributário com relação aos demais, excetuando-se o decorrentes da legislação do trabalho

8 Jump to first page 23/10/2002 Regra-matriz de incidência tributária 8 F PREFERÊNCIA - refere-se à preferência de uma pessoa jurídica de direito público com crédito a receber sobre outra. F Artigo 187 do CTN - concurso de preferência, que estabelece a seguinte ordem para o recebimento de créditos tributários: F I) União; F II) Estados, Distrito Federal e Territórios, conjuntamente e; F III) Municípios, conjuntamente e pro rata; PREFERÊNCIA

9 Jump to first page 23/10/2002 Regra-matriz de incidência tributária 9 GARANTIAS E PRIVILÉGIOS n - As garantias são formas de assegurar o recebimento do crédito do devedor, pelo credor; n - Podem ser reais ou pessoais - na hipótese de inadimplemento, dão ao crédito maiores chances de ser recebido; n - Artigos 183 e 184 do CTN

10 Jump to first page 23/10/2002 Regra-matriz de incidência tributária 10 GARANTIAS E PRIVILÉGIOS n - Artigo Sem prejuízo dos privilégios especiais sobre determinados bens, que sejam previstos em lei, responde pelo pagamento do crédito tributário: n - a totalidade dos bens e das rendas, de qualquer origem ou natureza; u - do sujeito passivo; u - seu espólio ou sua massa falida, inclusive gravados por onus real ou impenhorabilidade / inalienabilidade

11 Jump to first page 23/10/2002 Regra-matriz de incidência tributária 11 GARANTIAS E PRIVILÉGIOS n - Artigo Presume-se fraudulenta a alienação ou oneração de bens ou rendas, ou seu começo, por sujeito passivo em débito para com a Fazenda Pública por crédito tributário regularmente inscrito em dívida ativa em fase de execução. n Par. Único - O disposto neste artigo não se aplica quando os bens ou rendas do devedor são suficientes ao total pagto da dívida em execução

12 Jump to first page 23/10/2002 Regra-matriz de incidência tributária 12 PREFERÊNCIAS n - Ao tratar das preferências o CTN aponta outras formas de garantia do crédito tributário. n - O artigo 186 do CTN determina que o crédito tributário prefere a qualquer outros, excetuando-se os créditos trabalhistas. n - Consequentemente, o crédito tributário não se sujeita a concurso de credores ou habilitação em falência, concordata, inventário ou arrolamento.

13 Jump to first page 23/10/2002 Regra-matriz de incidência tributária 13 PREFERÊNCIAS n - O artigo 187 cria regras de preferência e de concurso, no caso de serem vários os créditos tributários de diferentes pessoas. A preferência é de uma pessoa sobre as outra, sendo: n 1 - União; n 2 - Estados e D. Federal conjuntamente e pro rata (rateio na proporção dos créditos); 3 - Municípios, conjuntamente e pro rata (também na proporção de seus créditos, depois de satisfeitos os dois primeiros).

14 Jump to first page 23/10/2002 Regra-matriz de incidência tributária 14 PREFERÊNCIAS n - Arts. 188, 189 e 190 do CTN - Dispõe sobre o pagamento preferencial dos créditos tributários vencidos ou vincendos no curso dos processos de falência ou concordata (188), de inventário ou arrolamento (189), ou de liquidação judicial ou voluntária de pessoas jurídicas (190).

15 Jump to first page 23/10/2002 Regra-matriz de incidência tributária 15

16 Jump to first page 23/10/2002 Regra-matriz de incidência tributária 16 n

17 Jump to first page 23/10/2002 Regra-matriz de incidência tributária 17

18 Jump to first page 23/10/2002 Regra-matriz de incidência tributária 18 -

19 Jump to first page 23/10/2002 Regra-matriz de incidência tributária 19

20 Jump to first page 23/10/2002 Regra-matriz de incidência tributária 20

21 Jump to first page 23/10/2002 Regra-matriz de incidência tributária 21


Carregar ppt "Jump to first page 23/10/2002 Regra-matriz de incidência tributária 1 EXCLUSÃO DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO F - Exclusão do crédito não quer dizer extinção da."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google