A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Checklist da Flora do Acre: Integrando Pessoas e Dados Douglas C. Daly Marcos Silveira.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Checklist da Flora do Acre: Integrando Pessoas e Dados Douglas C. Daly Marcos Silveira."— Transcrição da apresentação:

1 Checklist da Flora do Acre: Integrando Pessoas e Dados Douglas C. Daly Marcos Silveira

2 • Como Chegamos... • Resumo da Experiência Acreana – Estratégias, Resultados e Inputs • Integração no Sudoeste da Amazônia • Impedimentos/Barreiras para o Futuro da Florística Amazônica (e Brasileira) • Propomos...

3 BoliviaPeru Acre: uma fronteira geográfica …... e biológica

4 Acre, 1989: A Época da Pedra no Buraco Negro • herbário com exsicatas, fechado • sem botânico com pós-graduação • sem curador • sem • telefone precário • fax precário • correio precário • transporte precário • pol í tica precária...

5 1780s 1980s+ 1880s Como Chegamos a…

6 Primeiro Catálogo da Flora do Acre, Brasil First Catalogue of the Flora of Acre, Brazil Douglas C. Daly Marcos Silveira & colaboradores Billbergia acreana Luther (Bromeliaceae) • o herbário cresceu: para • página na Internet • Catálogo/Glossário • Americas Base Map • apoio chave para 12 teses de mestrado e 5 de doutorado • 30+ publicações • 15 ha de inventários florestais

7 The New York Botanical Garden Universidade Federal do Acre Floristics and Economic Botany of Acre, Brazil Florística e Botânica Econômica do Acre, Brasil (http://www.nybg.org/bsci/acre/title.html)

8 Como Chegamos • reconstrução e resgate da história botânica • enfoque constante em campo e capacitação • fontes diversificadas de apoio financeiro • compromissos institucionais e pessoais (a Experiência Parmalat: tem que ter saco, e longa vida) • valorizando especialistas taxonômicos UFAC/NYBG collaboration starts

9 Reconstrução da História Botânica: Trabalho de Detetive Ernst Ule foi o primeiro no Acre (1901 e 1910) -- mas onde os cadernos, os locais e as exsicatas?

10 dados iniciais “escondidos” em várias formas: • listas de identificações • cadernos de campo • rótulos • arquivos, biografias • Flora Neotropica e outras literaturas • garimpando herbários • dados de especialistas O Processo do Resgate

11 Dr. Evandro Ferreira Capacitação e Participação * recrutar profissionais * capacitar in situ e ex situ * convidar cientistas * envolver comunidades

12 Valorizando a exsicata

13 O Projeto “Mobilizando Especialistas” 5 anos e 13 especialistas: herbário aumentou 40%, centenas de novos registros, dezenas de spp. nov.

14 Resultados de uma Fronteira Biológica: Curvas Verticais Em 2003, de cada 6 coleções identificadas, surgia uma espécie nova para o Acre, e de cada 35 surgia um gênero novo para a região. Em 2006, quase 40% das espécies representadas por apenas uma coleção.

15 Inputs na Política Pública: UCs Sobrevôos O Rio Chandless: flora desconhecida até 2001, agora Parque Estadual Zoneamento do Estado

16 MINI-MAP/TALLER: Rescate e Integración de Datos sobre la Biodiversidad de la Amazonía Suroccidental Puerto Maldonado, Madre de Dios, Perú, 3-5 de junio de 2005 Programa Final page=arquivos&lang=es&minimap_id=27 O Sudoeste da Amaz ônia : Esticando a M ão, mas Complicando o Processo...

17 Impedimentos/Barreiras para a realização de um um Checklist da Flora Amazônica Dispomos de Darwin Core, GBIF, KE-EMu, BRAHMS, TROPICS, SIG, etc. O maior fator limitante não é mais a tecnologia. O que falta: 1. Dados limpos 2. Recursos humanos adequados 3. Unhas sujas (muito trabalho de campo!) No Acre, ainda faltam 2 e 3.

18 Garimpando os Dados Botânicos, Sai Brilhantes ou Carvão? Duas leis: • Lei de “Entra Lixo, Sai Lixo” • Lei da Durabilidade Monstruosa de Erros

19 Através dos esforços dos especialistas, nos últimos 18 meses: Dos 101 nomes que constavam para Lauraceae, 20% foram afetados. Nas Sapindaceae, houve um aumento de 29 espécies (40%).

20 Matando uma família para o checklist: • Acanthaceae: 58 s p/ o especialista • escaneando e/ou enviando amostras • identificação dos grupos órfãos • buscas no herbário • descobrindo espécies novas • buscando literatura • coletas suplementares (e.g., ornamentais) • verificando autores e ortografia • reconciliando registros ou conceitos contraditóriosetc., etc.

21 Conclusões • Sim, é viável! • Perfeição? Nunca – mas precisamos maximizar o grau de confiabilidade

22 Propomos • Pensar: global; agir: local • Garantir compromissos e respostas institucionais • Tapar as lacunas de coleta • Capacitar e contratar pessoal • Implementar mecanismos para identificação • Limpeza perpétua de dados • Georreferenciar coleções • Tecer a rede de especialistas

23 Dando continuidade...

24 Obrigado


Carregar ppt "Checklist da Flora do Acre: Integrando Pessoas e Dados Douglas C. Daly Marcos Silveira."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google