A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

RENASCIMENTO Prof: Cibelle. RENASCIMENTO  DEFINIÇÃO: Movimento artístico, intelectual e científico, iniciado na Itália no século XIV e que expandiu para.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "RENASCIMENTO Prof: Cibelle. RENASCIMENTO  DEFINIÇÃO: Movimento artístico, intelectual e científico, iniciado na Itália no século XIV e que expandiu para."— Transcrição da apresentação:

1 RENASCIMENTO Prof: Cibelle

2 RENASCIMENTO  DEFINIÇÃO: Movimento artístico, intelectual e científico, iniciado na Itália no século XIV e que expandiu para Europa nos séculos XV e XVI. IDADE MÉDIAIDADE ANTIGAIDADE MODERNA CONSISTIU EM UM RETORNO AOS VALORES ARTÍSTICOS DE GRECIA E ROMA

3 MUDANÇA NA FORMA DE PENSAR Mundo Medieval COLETIVISMO Mundo Moderno INDIVIDUALISMO ESPIRITUALISMORAZÃO ASCETISMOHEDONISMO TEOCENTRISMOANTROPOCENTRISMO

4 MUDANÇA NA FORMA DE VER O MUNDO GEOCENTRISMO x HELIOCENTRISMO

5

6

7 Características da arte renascentista  Inspiração nos modelos greco-romanos donde lhe vem a unidade, o equilíbrio e a harmonia das obras.  A exaltação do homem se revela na revalorização da beleza física, representação do nú e procura pela perfeição anatômica.  Gosto pelo luxo e pela comodidade.  Retorno a natureza como forma de inspiração.  A Itália foi o berço do Renascimento;  O mecenato: A prosperidade econômica permitiu que os comerciantes patrocinassem a arte renascentista;

8 Leonardo da Vinci ( )  Italiano  Cientista, matemático, engen- heiro, inventor, anatomista, pin tor, escultor,arquiteto, botânio, poeta e músico.  Principais Obras: Mona Lisa A Última Ceia A Virgem das Rochas Homem Vitruviano

9 Leonardo da Vinci ( ) La Gioconda (a risonha)  Mistérios: - As teorias mais comuns são as de que La Gioconda seria a mãe de Leonardo ou a mulher de um mercador de Florença;

10 Leonardo da Vinci ( ) La Gioconda (a risonha) - Sorriso é uma ilusão de ótica (para ver a Gioconda sorrir é preciso olhar para os seus olhos ou para qualquer outra parte do quadro, desde que os lábios fiquem no campo da visão periférica);

11 Leonardo da Vinci ( ) La Gioconda (a risonha)  Em seu olho direito, pode-se encontrar as letras LV, segundo teoria mais aceita estas letras podem significar as iniciais do autor da obra. No olho esquerdo, foi encontrado um esboço que pode ser as siglas CE, também está sendo confundido como BE.

12 Leonardo da Vinci ( ) La Gioconda (a risonha)  A Mona Lisa determinou um padrão para retratos futuros. O retrato apresenta o seu modelo visto apenas acima do busto, com uma paisagem distante visível em plano de fundo. Leonardo usou uma composição em pirâmide, onde a modelo surge no centro com uma expressão calma e serena. A mãos dobradas encontram- se no centro da base piramidal, refletindo a mesma luz que lhe ilumina o regaço, pescoço e face.

13 Leonardo da Vinci ( ) La Gioconda (a risonha)  No fundo do quadro há duas paisagens, o da direita, muito alto, e o da esquerda, muito baixo.  O lugar de conexão entre esses dois pontos esta oculto atrás da cabeça de Mona Lisa.

14 Leonardo da Vinci ( ) La Gioconda (a risonha)  Somente em infravermelho é que pode ser visto um véu. Isso explica a linha sobre sua testa, para a qual não se tinha explicação convincente  Como essa vestimenta era típica de gestantes ou de mulheres que acabavam de dar à luz, imagina-se que a pintura tenha sido feita para comemorar o nascimento do segundo filho de Lisa Gherardini, mulher de um comerciante de seda de Florença, que, segundo se sabe, serviu de modelo a Leonardo da Vinci. Isso ajudaria ainda a precisar a data da obra: 1503

15

16 Leonardo da Vinci ( ) O Homem Vitruviano  Expõe o traçado e proporções do corpo humano. Conceito da obra “Os dez livros da Arquitetura”, do arquiteto romano Marco Vitruvio Polião.  O conceito elabora a noção a respeito da divina proporção através do raciocínio matemático, sendo um modelo ideal para todo o ser humano.

17 Leonardo da Vinci ( ) O Homem Vitruviano Marco Vitruvio Polião descreve a proporção humana como sendo:  um palmo é o comprimento de quatro dedos;  um pé é o comprimento de quatro palmos;  um côvado é o comprimento de seis palmos;  um passo são quatro côvados;  a altura de um homem é quatro côvados;  o comprimento dos braços abertos de um homem (envergadura dos braços) é igual à sua altura;  o comprimento máximo nos ombros é um quarto da altura de um homem;  a distância entre o cotovelo e a ponta da mão é um quarto da altura de um homem;  o comprimento da mão é um décimo da altura de um homem;  o comprimento da orelha é um terço do da face;  o comprimento do pé é um sexto da altura.

18 Leonardo da Vinci ( ) A última ceia

19  Leonardo Da Vinci levou sete anos para completar sua famosa obra intitulada "A Último Ceia". As figuras que representam os 12 apóstolos e Jesus supostamente foram tomadas de pessoas reais.  O apostolo Simão, aparece vestido como um Cavaleiro Templário, com capa e túnica. São Simão, como Zelote, foi um dos que auxiliou na revolta dos Judeus contra os romanos, anos após a retirada de Jesus e sua família em segurança de Jerusalém. Uma grande homenagem de Leonardo

20 Leonardo da Vinci ( ) A última ceia  Jesus, refletido, aparece mostrando o famoso “Sagrado Coração de Jesus”, alegoria muito conhecida dentro das Ordens Rosacruzes, da qual Leonardo também fazia parte, representando o Santo Graal. Discretamente, uma taça azul também pode ser vista logo abaixo do coração de Jesus.

21 Leonardo da Vinci ( ) A última ceia Quando alinhamos a imagem de São Filipe frente a frente com o seu inverso encontramos o auto retrato de Da Vinci

22 Leonardo da Vinci ( ) A última ceia  O apostolo Filipe possui traços femininos, o que aparece carregando um bebê em seus braços.

23 Leonardo da Vinci ( ) A última ceia  O rosto do apostolo João também possui traços femininos e quando colocado ao lado de Jesus aparece uma criança.  As lendas templárias dizem que os apóstolos precisaram levar Maria Madalena e seu filho em segurança para o Egito e São Filipe foi um dos que a acompanhou nesta viagem.

24 A virgem dos rochedos A última ceia Mona Lisa Dama com Arminho Anunciação Leonardo Da Vinci A virgem do fuso O Batismo de Cristo (1472–1475) de Verrocchio e Leonardo Retrato de Cecília Gallerani, “Dama com Arminho” Virgem do Fuso Leda e o Cisne Madona de Litta

25 Estudo de Embriões ESTUDOS DE ANATOMIA: OS OSSOS DO BRAÇO

26

27 MODELO DE MÁQUINAS VOADORAS

28 MODELO DE ARMAS

29 TANQUE DE GUERRA

30 PARA-QUEDAS

31 Michelangelo ( )  Michelangelo di Lodovico Buonarroti Simoni  Pintor, escultor, poeta e arquiteto italiano, considerado um dos maiores criadores da história da arte do ocidente.

32 Michelangelo ( ) David  Retrata o herói bíblico com realismo anatômico impressionante;  estátua em mármore branco e mede 5,17 m;  Michelangelo levou três anos para concluir a escultura

33 Michelangelo ( ) David  A obra esteve ao ar livre por alguns séculos, em seus "poros" alojou-se em toda a extensão do mármore o gypsum, um sulfato de cálcio que acumula a umidade.  O bloco de pedra onde seria esculpido o David ficou exposto ao sol e à chuva por quarenta anos.  Depois de terminar a obra, Michelangelo passou quatro meses lustrando o mármore.  Em 1527 o braço esquerdo do David foi quebrado em um motim. A cicatriz do restauro é visível até hoje.  Em 1991 um "artista" chamado Piero Cannato deu uma martelada num dos dedões da obra mutilando-a.  No século XVI guardiões da moral resolveram acrescentar uma tanga de metal feita de 28 folhas de figo à nudez da obra.

34 Michelangelo ( ) David  Michelangelo retrata o personagem não após a batalha contra Golias (como Donatello e Verrochio antes dele fizeram), mas no momento imediatamente anterior a ela, quando David está apenas se preparando para enfrentar uma força que todos julgavam ser impossível de derrotar.

35

36

37 Michelangelo ( ) Capela Sistina (“A criação de Adão”)

38 Michelangelo ( ) Capela Sistina (“O pecado original”)

39 Michelangelo ( ) Capela Sistina (“O Juízo Final”)

40 Michelangelo ( ) Capela Sistina (“O Sacrifício de Noe”)

41 Michelangelo ( ) Capela Sistina (“Deus criando o sol e a lua”)

42

43 Sandro Botticelli ( )  Alessandro di Mariano di Vanni Filipepi, dito Sandro Botticelli;  Pintor Italiano;  Produzindo alguns frescos para a Capela Sistina

44 Sandro Botticelli ( ) La nascita di Venere

45 Sandro Botticelli ( ) Primavera

46 Sandro Botticelli ( ) “O castigo dos rebeldes”

47 Donatello ( )  Donato di Niccoló di Betto Bardi, chamado Donatello;  Genial escultor da arte Florentina! Este David é uma obra da maturidade, o escultor não só domina a representação anatómica,como transmite a dimensão psicológica. É a sua mais famosa estátua, David é um jovem sensual e sedutor de grande plasticidade.

48 Donatello ( ) Gattamelata Maria Madalena

49 Rafael Sanzio ( )  foi um mestre da pintura e da arquitetura da escola d e Florença durante o Renascimento italiano, celebrado pela perfeição e suavidade de suas obras.

50 Rafael Sanzio ( ) “O casamento da Virgem” “Deposição de Cristo”

51 Escola de Atenas

52 Rafael Sanzio ( ) “Escola de Atenas”  A obra é um afresco em que aparecem ao centro Platão e Aristóteles. Platão segura o Timeu e aponta para o alto, sendo assim identificado com o ideal, o mundo inteligível. Aristóteles segura a Ética e tem a mão na horizontal, representando o terreste, o mundo sensível.

53 Rafael Sanzio ( ) “Escola de Atenas”  Ptolomeu: Foi um cientista grego reconhecido pelos seus trabalhos em matemática, astrolo gia, astronomia, geografia e cartografia. Realizou também trabalhos importantes em óptica e teoria musical. Teorizou o geocentrismo

54 Escola de Atenas Madonna della Seggiola Platão e Aristóteles La Donna Velata Madonna de Foligno Madonna del Cardellino Madonna del Granduca Rafael Sanzio

55 Igreja St.-Eustache;Fontaine des Innocentes Pont Neuf Hostal de San Marcos.

56 A mulher para os renascentistas  O corpo e a beleza física ganharam importância histórica a partir do final da Idade Média com a Renascença.  mulheres manifestaram uma tendência para se vestirem de forma mais pudica (timida / envergonhada).

57 Curiosidades sobre o renascimento  Muitos renascentistas (ricos) acreditavam no ideal hedonista, isto é, de que a felicidade estava nos prazeres do corpo (comida, bebida, sexo) e do espírito (leitura, amizade, arte, amor). Em algumas casas de burgueses, havia reuniões com todo mundo nu (homens e mulheres), tomando banho em fontes, ouvindo instrumentistas, comendo, bebendo;  Se na idade média os jovens não escolhiam com quem iriam se casar, no renascimento essa visão vai dando lugar ao individualismo... e os jovens burgueses começam a ver o amor como resultado da escolha de duas pessoas... o casamento passa então a respeitar as preferências de cada um.  Na matemática, o italiano Cardano criou os números negativos (-1, -2, etc.)  Foi no renascimento que os comerciantes, navegadores e sábios europeus passaram a usar os algarismos arábicos.  Os artistas renascentistas achavam que tudo o que era bonito tinha formas geométricas precisas e equilibradas... por isso, a arte renascentista era serena, proporcional e baseada em figuras geométricas, como a esfera, o cubo, o triangulo e a piramide, por exemplo.


Carregar ppt "RENASCIMENTO Prof: Cibelle. RENASCIMENTO  DEFINIÇÃO: Movimento artístico, intelectual e científico, iniciado na Itália no século XIV e que expandiu para."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google