A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TEATRO PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL FERNANDA GONÇALVES MARIANA DE CARVALHO TATIANA FRANCO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TEATRO PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL FERNANDA GONÇALVES MARIANA DE CARVALHO TATIANA FRANCO."— Transcrição da apresentação:

1 TEATRO PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL FERNANDA GONÇALVES MARIANA DE CARVALHO TATIANA FRANCO

2 HISTÓRICO DA ATIVIDADE ARTÍSTICA • A palavra teatro vem do grego: theatron. Esta designação é a forma derivada do verbo theomai, em grego, ver; e do substantivo thea, vista em grego. Assim, na Grécia antiga, theatron significava “lugar onde se vai para ver”. • O teatro, em suas origem, possuía caráter ritualístico. • Sempre nos remetemos a Grécia quando falamos em historia do teatro,mas outras sociedades desenvolveram esta arte. • São quatro os principais gêneros dramáticos conhecidos:a tragédia, a comédia, a tragicomédia e o drama.

3 HISTÓRICO DA ATIVIDADE ARTÍSTICA • A partir do momento em que o homem começou a representar suas emoções e sentimentos através do teatro, surgiu a necessidade de criar espaços específicos. • Religião x Teatro • Foi a partir do século XVII que as mulheres passaram a fazer parte das atuações teatrais.

4 APRECIAÇÃO DA OBRA DE ARTE AUTO DA COMPADECIDA – ARIANO SUASSUNA Peça teatral escrita em 1955 por Ariano Suassuna. Primeira vez encenada em 1956, em Recife/PE. Suassuna insere elementos da literatura de cordel, traços do barroco brasileiro e mistura cultura popular e tradição religiosa. Explora na sua escrita o regionalismo nordestino.

5 APRECIAÇÃO DA OBRA DE ARTE A obra trata-se de uma farsa que é igualmente uma reflexão sobre as relações entre Deus e os homens. Até o seu catolicismo é popular, favorecendo os humildes contra os ricos. Profunda simpatia cristã pelos fracos e desprotegidos. O autor mostra um povo religioso, de pé no chão, acuado pela seca, atormentado pelo fantasma da fome e em constante luta contra a miséria.

6 APRECIAÇÃO DA OBRA DE ARTE • Dentro desse contexto, João Grilo é a figura que representa os pobres oprimidos, é o homem do povo, é o típico nordestino amarelo que tenta viver no sertão de forma imaginosa, utilizando a única arma do pobre, a astúcia, para conseguir sobreviver. A oposição bem x mal, tipicamente da visão maniqueísta cristã, que conseqüentemente divide o mundo em céu e inferno, é característica que consta na peça. O julgamento é moral, portanto condenam-se os vícios e as vaidades e glorifica-se a modéstia e a humildade. • Se encontra também uma severa crítica aos maus costumes dos representantes da Igreja, que abusam de seu poder, contribuindo para a corrupção da instituição, uma vez que favorecem os ricos e têm hábitos que são condenados pela própria Igreja. • O título da obra remete à noção de que o homem é um ser passível de erro, mas é possível que seja perdoado, por intermédio da “Compadecida”, Nossa Senhora, que, na Igreja Católica, é considerada pelos fiéis a advogada capaz de interceder pelos pecadores junto a Jesus Cristo.

7 APRECIAÇÃO DA OBRA DE ARTE • Segundo o autor, a peça nasceu da fusão de três folhetos de cordel: O enterro do cachorro, O cavalo que defecava dinheiro e O castigo da soberba. • Estrutura: Autor a concebe a peça como um representação dentro de outra representação. A peça apresenta quinze personagens de cena e uma personagem de ligação e de comando do espetáculo. As personagens assumem uma posição simbólica, e é desse simbolismo que deriva a importância do texto

8 APRECIAÇÃO DA OBRA DE ARTE • Estética: A obra procura corporificar as seguintes noções: 1- a criação artística, o teatro em particular, devem levar o povo, a cultura desse povo a ele mesmo. Daí o circo, seu picadeiro e a representação dentro da representação. 2- menos do que essa realidade regional e cultural de um povo, o que importa é criar um projeto que defina idéias e concepções universais (as da Igreja, no caso) com o fim de conscientizar o público. Por esse motivo a realidade regional nordestina é, no caso, instrumento de uma idéia e não fim em si mesma. 3- criar um texto teatral é, antes de tudo, criá-lo para uma encenação, daí a absoluta liberdade que o autor dá para qualquer modalidade de encenação. O próprio texto final da peça, como editado, é o resultado da experiência colhida a representação pública.

9 APRECIAÇÃO DA OBRA DE ARTE M&feature=related &feature=related

10 PROJETO PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL PROJETO SUASSUNA • Tema: Arte - Teatro e literatura de cordel. • Objetivos Gerais: • Desenvolver um trabalho de conhecimento a cerca do universo do teatro • Conhecer a cultura nordestina e trabalhar a valorização do linguajar interiorano do nordeste. • Apresentar, de forma sucinta, o trabalho de Ariano Suassuna: o escritor baseou-se na literatura de cordel para escrever uma peça teatral. • Após a atividade proposta, os alunos terão vivido a experiência do teatro de forma a ultrapassar a posição de espectadores.

11 PROJETO PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL • Descrição geral da atividade: • Construção de um espetáculo de teatro a partir de um cordel escrito pelos alunos. • Todo o espetáculo será produzido por eles, o texto, o cenário, a sonoplastia, os figurinos ou fantoches etc. • Levar os alunos para assistir à uma peça e para conhecerem o trabalho da equipe de teatro. • Durante a preparação, desenvolver com a turma séries de jogos teatrais, que aproximem as crianças do universo artístico do teatro. Sugere-se o uso do material: Jogos Teatrais – O Fichário de Viola Spolin, da Editora Perspectiva. • Em todo o processo os alunos serão assessorados pelo professor.

12 PROJETO PARA EDUÇAÇÃO INFANTIL • Metodologia: • No caso da construção de um teatro de fantoches: • Os alunos, escreverão, em conjunto, uma história, em formato de cordel, para a peça da turma. • Após a elaboração do texto, os alunos serão instigados pelo professor e falarão os elementos indispensáveis para o cenário da peça, bem como para a sonoplastia e personagens. • Depois de fazerem suas escolhas, deverão montar a peça. • O projeto finaliza-se com a exibição do trabalho.

13 PROJETO PARA EDUCAÇÃO INFANTIL • Materiais: • Para o cenário: caixa de papelão, cartolina e papel crepom coloridos, massa de modelar, tecido, cola quente. • Para os fantoches: palitos de churrasco, cartolina colorida, caneta hidrocor de ponta fina, cola quente e cola branca. • Para a sonoplastia: materiais recicláveis em geral, sementes, cabaças, fita adesiva e cola quente. • Para a iluminação: pequenas lanternas com pedaços de papel celofane preso com elásticos. • Avaliação: • Será avaliado o envolvimento da turma durante todo o processo. Além disto, o professor fará registro do desenvolvimento da turma em diversos aspectos, tais como: atividades em grupo, atividades de improvisação, capacidade de concentração/escuta.

14 TEATRO EM BH • Acontece em Belo Horizonte a 10ª edição do FETO – Festival Estudantil de Teatro10ª edição • Programação no site do FETO ou no site do Galpão Cine Horto • • cao-feto cao-feto-2010

15 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS - SUASSUNA, Ariano. Auto da Compadecida. 12ª edição. Rio de Janeiro, Agir, wikipedia. org/wiki/Hist%C3%B3ria_do_teatro (acessado em 20/10/2010)http://pt. wikipedia. org/wiki/Hist%C3%B3ria_do_teatro - portalsaofrancisco. com. br (acessado em 20/10/2010)http://www. portalsaofrancisco. com. br -BERTHOLD, Margot. História Mundial do Teatro. 4ª edição. São Paulo, Perspectiva, passeiweb. com/na_ponta_lingua/livros/analises_completas/a/auto_da_compadecida passeiweb. com/na_ponta_lingua/livros/analises_completas/a/auto_da_compadecida (acessado em 21/10/2010) - wikipedia. org/wiki/S%C3%A1bato_Magaldi (acessado em 21/10/2010)http://pt. wikipedia. org/wiki/S%C3%A1bato_Magaldi -http://pt. wikipedia. org/wiki/Auto_da_Compadecida (acessado em 21/10/2010)http://pt. wikipedia. org/wiki/Auto_da_Compadecida


Carregar ppt "TEATRO PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL FERNANDA GONÇALVES MARIANA DE CARVALHO TATIANA FRANCO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google